História Changing with time - Dramione - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Astoria Greengrass, Bellatrix Lestrange, Blásio Zabini, Córmaco Mclaggen, Draco Malfoy, Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Lilá Brown, Lucius Malfoy, Luna Lovegood, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Narcissa Black Malfoy, Pansy Parkinson, Poppy Pomfrey (Madame Pomfrey), Ronald Weasley, Theodore Nott, Viktor Krum
Tags Ação, Bruxos, Draco, Drama, Dramione, Ficção, Guerra, Hermione, Hogwarts, Magia, Romance
Visualizações 834
Palavras 1.133
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Gente, é puramente Dramione, então: A Hermione não fica com o Ron!!

Capítulo 2 - Sem chão...


~ Draco ~

Andei até o final do vagão indo em direção à cabine em que costumava ficar e me surpreendo ao dar de cara com Blas que abriu a mesma junto comigo. Ele me olhou com espanto e depois sorriu aliviado, entrei no vagão e começamos a conversar, parece que Nott e Pansy também foram obrigados a voltar aos estudos esse ano. 
Depois de muita conversa jogada fora eu vi o carrinho de doces passar e quase num pulo sai atrás dele, estava faminto. Avistei ele de longe quando parou e dei graças a isso, quando em aproximei me arrependi profundamente, mesmo de costas eu a reconheci aliás como não reconhecer? Aquele emaranhado de cabelos castanhos comprava umas duas dúzias de sapo de chocolate, quando terminou de pagar para a moça dos doces se virou para voltar a sua cabine e deu de encontro comigo. Ambos caímos, claro, Granger apesar do tamanho não é nem um pouco leve. 
- nossa Granger maneira nesses doces, da próxima que cair em cima de mim você quebra o chão - disse debochado enquanto a encarava corada pelo susto ou talvez por raiva de mim mesmo, aposto mais na segunda opção.  
Quando pareceu se dar conta do acontecido se levantou ajeitando suas vestes e saiu batendo o pé, voltando ela minha cabine vi que Blasio estava cochilando e decidi dormir também, mas antes não consegui não pensar que talvez, apenas talvez, esse ano me rendesse umas belas risadas. 

 ~ autora ~ 
O trem chegou na escola e todos os alunos desembarcaram indo em direção à escola nas carruagens. 
Os alunos entraram no castelo e o espanto foi geral. Estava lindo, não deixa de ser o castelo que estavam acostumados, mas estava renovado, quem entrasse ali jamais imaginaria que houve uma guerra no lugar, estava como novo. 
Hermione deu uma bela olhada no castelo, maravilhada pensado nos feitiços que provavelmente fizeram lá, com certeza perguntaria a Minerava depois. Estava encantada demais para ver onde ia, quando se deu conta estava sentada na mesa de sua casa completamente alheia às conversas de seus amigos. Seus olhos vagavam distraidamente por todas as mesas, olhou os corvinos, deu risada ao ver Luna no mudo da lua como costumava estar e, estranhamente, sentiu um arrepio gélido percorrer sua nua quando sem querer, seus olhos cruzaram com os de um soncerino em especial, aquele que a chamara de gorda ainda a pouco, ao lembrar disso Hermione fechou a cara e tentou focar-se na conversa de seus amigos que aparentemente era sobre o baile que teria no início do ano. 

~ Hermione ~ 
Estávamos indo para o salão comunal depois do jantar e do discurso da Minerva, aparentemente na próxima semana teria um baile em homenagem a todos os que morreram durante a guerra e era obrigatório a presença, eu particularmente achei linda a intenção mas não estava com um pingo de animação pra isso e apenas concordava com a cabeça para Gina que tagarelava sem parar sobre qualquer coisa ligada à vestido e sabe se lá Merlim o que mais. 
Quando finamente chegamos, falei a senha ("torta de abóbora") e entramos, como Harry e Ron estavam cansados subiram para dormir, já eu eu Gina apenas subimos e ficamos à noite toda conversando sobre sobre as mudanças que faria em mim, já que eu comentei com ela que fiquei, absolutamente encanada com a minha barriga depois do comentário desgostoso do Malfoy. 

~ Draco ~ 
O jantar foi um completo tédio, por exceto quando a sabe tudo ficou da cor do cabelo dos Weasleys quando a encarei com intensidade, depois daquilo apenas ouvi Minerva falar do baile e continuar falando coisas às quais eu não me importo. 
Me dirigi ao meu salão comunal, avistei Nott conversando com Pansy e apenas dei boa noite, não queria conversar, estava cansado já que fazia semanas que não dormia direito com os pesadelos referentes a Granger. 
Granger... Sabe, até que está melhorzinha, da até pra brincar né? Pena que é santinha e está com aquele babaca do cabelo de cenoura, pensei nisso apenas de passagem e acabei dormindo, o problema é que dessa vez dormi bem. 
Acordei novo no dia seguinte já que dormi, infelizmente devo ter tomado alguma droga antes de dormir porque sonhei com a Granger, nua! E era disso que eu estava reclamando com o Blas enquanto ele ria, descaradamente, de mim 
- Ah Blasio, cala essa boca foi só um pesadelo muito alucinado por conta falta de sono! Que saco!! - a esse ponto já estava vermelho de raiva 
- Ata, pesadelo? Com a Granger sem roupa? Deve ter sido sim, deve mais é ter sonhado que tava comendo ela e não quer me contar, isso sim. - respondeu me acusando, a esse ponto já estávamos comendo e eu já nem queria mais ouvir nada da boca daquele ser.  

~ Hermione ~ 
Acordei feliz, afinal Ron ia falar comigo daquilo hoje! Pelo menos era o que uma ruiva me disse ontem antes de dormimos... 
Me troquei, escovei os dentes e desci para o café, o tempo todo sorrindo, sentei-me de frente para o Harry do lado da Gina, que estava na frente do irmão que comia suas panquecas como quem não se alimenta a dias. 
Quando todos terminaram de comer, inclusive o ruivo, ele me chamou para dar uma volta dizendo que queria conversar comigo, aceitei prontamente e então fomos para o jardim. 
- acho que Gina já lhe disso sobre o que eu quero conversar.. - começou um pouco envergonhado, e quando eu ia responder ele começou a falar de novo - ... Bom, não pense que não gostei de te beijar Mione, porque eu gostei e muito na verdade - ele fez uma pausa como se quisesse escolher bem as palavras que iria usar. Eu o estava o olhando como um cachorro que caiu do caminhão de mudança, aposto que meus olhos brilharam com a esperança de o sentimento ser recíproco, e então ele contínuo e foi como se o chão sumisse dos meus pés - o problema é que eu não te vejo dessa forma Mi, você é como uma irmã pra mim, me desculpa por ser impulsivo é arriscar nossa amizade lá na câmara. Você me desculpa?? - terminou 
Afirmei prontamente, dizendo que era exatamente isso que eu sentia também, tentando parecer o mais aliviada possível, mas quando ele se virou e entrou no castelo foi como se não houvesse mais chão, minhas pernas bambearam e eu corri pro lugar mais abandonado, chorei e chorei. Quando me recompus voltei para as aulas, precisava achar minhas amigas, e eu iria mudar, não sei o que elas fariam comigo, mas nada de ruim seria já que o único que eu queria, me via como uma irmã, que mal teria mudar um pouquinho?


Notas Finais


O que acharam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...