História Chantaje - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook
Tags Imagine Jungkook
Visualizações 41
Palavras 1.056
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Chapter One


  ~Jungkook

“Frieza não é um defeito, é sim uma forma proteção”

Em um momento você é uma criança que acha que sempre vai ser protegida pelo pais mas em outro momento você é um adulto cheio de pecado que tem altas responsabilidade que tem uma grande empresa para cuidar, acordo mais cedo que eu imaginava fico sentado olho para qualquer lugar do quarto, me levanto vou para o banheiro tomo um banho quente que faz meu músculos relaxarem saio vou para meu closet fico lá mais de uma hora escolhendo um bendito de um terno, depois de uma hora volta para o quarto

       -Acordou cedo oppa

  Olho para cama onde tinha uma mulher até que bonita mas não fazia nem um pouquinho do meu tipo e pelo jeito ela é mais velha que eu e não sabia como ela foi parar em cima da minha cama

  -Quem te deu está liberdade de me chamar de oppa?-Falo levantando um das sobrancelhas

  -Ninguém-Fala com um certo medo na voz

   -Hum... Então por que me chamou?

   Ela se calou por algum momento abriu a boca duas vez deve que está procurando palavras certa para explicar o por que me chamou de oppa, eu amo mulher mais velha mas não gosto que elas fiquem me chamando de oppa pois isso é só com a mulheres mais nova

   -Não importa agora saí-Falo apontando para porta

   -Não-Fala se levantando e vindo até mim-Porque invés de eu ir embora

nós não brincamos um pouquinho

  Dou uma olhada de cima para baixo na mulher em minha frente ela está nua e tem um tatuagem muito chamativa na barriga só que não dá para mim ler pois está escrito em chinês

    -Não-Falo  pegando na mão dela é colocado-la por lado de fora do quarto

    Eu estava pronto para fecha a porta mas ele impede segurando a porta com o pé volto a abri-la por completa e a encaro com raiva eu queria voltar a dormi para vê se eu pudesse acorda mais tarde

   -Que?

  

   -Minha roupa-Fala colocando ambas mãos na cintura

   Volto para o quarto para pegar a roupa da mulher, deixo a porta aberta pego a roupa dela e volto para onde ela estava que se encontrava batendo o pé no chão que fez eu ficar com mais raiva, não gosto da pessoas que tem o costume de ficar batendo o pé no chão

    -Aqui agora some -Falo apontando para o corredor escuro

    - Tá eu já vou

    Ela se vira é começa a andar pelo corredor até sumir do meu ponto de vista dou um suspiro cansado me incomodando na parede que fica a porta fico lá até ouvir uma voz do meu lado giro o rosto para o lado para onde vem a voz

   -Oitava oppa

   -Cala boca Jimin, em não era para você está na empresa uma hora desta?-Falo olhando para meu relógio de pulso

  -É...

   -Vou indo Tchau amozinho

  Do nada sai uma mulher do quarto do meu amigo a mulher até que é bonita de longos cabelos loiros e olhos cor mel combina com ela, eles se beijam é ela começa a andar pelos corredores que a mesma mulher que eu fique na noite anterior passou

   -Quinta amozinho-Falo tentando não rir da cara dele

   -Cala boca Jeon

  -Não, é vai se arrumar que precisamos ir para empresa-Falo apontando para o corpo nu dele

  Ele deu uma olhada para si mesmo é depois saiu correndo para dentro do quarto única coisa que eu pude ouvir é de alguma coisa caindo e um “Estou bem” vindo dele tento me segurar para não rir mais acabo rindo só imaginado a situação dele agora

   -Se arruma logo, vou está esperando lá embaixo

    Quebra de tempo...

     Estou esperando já faz meia hora sentado no sofá esperando Park enrolado terminar de se arrumar é única coisa que ele fez até agora foi correr um lado para outro tentando encontrar alguma coisa que não é tão importante

    -Dá para andar logo-Falo impaciente

     

    -Eu perdi meu sapato

  Ele volta a andar para lado para outro procurando o sapato perdido, já estava cansando de ver ele andar para lado para outro então me deitei e dormi por um tempo até ouvir um grito de felicidade vindo do quarto de park

   -Achei vamos embora, meu Deus você ainda está dormindo acorda anda, um longo dia nós espera eu dirijo-Fala indo correndo pegar a chave do carro

     -Você vai com seu carro é eu vou com meu

     Dou um suspiro cansado pego a chave do meu carro saio um vento frio bate em mim tinha esquecido que é inverno como eu estou de terno não está tão frio vou para dentro do carro é já saio pois Jimin voltou para dentro de casa. Depois de um longo passei de carro finalmente chegou na empresa saio de dentro do carro é começo a andar pelo enorme local da frente do meu prédio

      -Licença-Falo para um moça que estava parada na onde eu ia passar

    -Pod...-Fala moça que trava na mesma hora

     Empurro ela para o lado e volta a andar para entrada da empresa que não tinha literalmente só tinha umas duas pessoas eu sabia muito bem que teria que apitar o negócio de fazer todos virem para dentro eu não gosto de fazer isso mas é regra do meu falecido pai

    -Jungkook-Fala Jimin segurando meu ombro

  -Jimin você não tem outra pessoa para perturbar?-Falo abrindo a porta da empresa é entrando

  -Tem o Taehyung mas ele não está aqui então vai você mesmo

    Não merecia que o Jimin ficar me perturbando a sete da manhã nós somos tão amigos conhecemos desde o do dia que fui morar na casa dele, Tae tem que aparecer logo assim o Jimin lagar de perturbar é o Tae merece mais que eu nós comecemos dele no ensino médio. Entro na minha sala batendo a porta na cara de Jimin dou um grito lá de dentro mesmo “VAI PROCURAR QUEM TE QUER PARK” Grito indo sentar na minha cadeira é só ouvindo um xingamento vindo do lado de fora  dei um pequeno sorriso me arrumei direto na cadeira é apertei um botão que fica debaixo da mesa fazendo ecoar um som alto pela empresa quando o som parou comecei ler papel e assinar aquelas papelada.Depois de assinar milhares de papel pude ouvir som de batida na porta 

 -Entre...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...