História Chapeuzinho Sem o Vermelho


Escrita por: ~


Sinopse:
"Era uma vez..."
Seria assim que começaríamos essa ou qualquer outra história, certo?
Errado! Os tempos mudaram e com eles as maneiras de iniciarmos una história também, sabe aquela história de ninar que algum adulto já leu para você quando criança? Como, por exemplo, a história dos irmãos Grimm "Chapeuzinho Vermelho".
Aquela história que começava com: "Era uma vez... Em algum lugar, havia uma jovem menininha, quem a via, logo gostava/se encantava por ela, ela sempre usava/vestia o capuz vermelho que ganhará de sua avó." Corta! Esquece isso! Esqueceu? Ótimo! Vamos prosseguir, vou falar a verdade... Já que esse clássico é uma bosta.

Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Chapeuzinho Vermelho, Contos De Fadas
Exibições 154
Comentários 8
Palavras 4.664
Terminada Não

Fanfic / Fanfiction Chapeuzinho Sem o Vermelho
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Lemon, Mistério, Misticismo, Orange, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
Prólogo
3
65
1.583
 
2.
Eu sou Deus, eu não preciso disso
2
45
1.540
 
3.
Eu sou Deus, eu não preciso disso part II
1
30
1.439
 
4.
Notas da Ayu - Aviso
2
14
102

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por ~ErikaStark
Capítulo 2 - Eu sou Deus, eu não preciso disso
Usuário: ~ErikaStark
Usuário
Querida amei a forma como vc escreveu, to amando a fic! Continue logo to curiosíssima pra saber onde isso vai parar. Bjs<3
Postado por ~TiaKeeyERROR404
Capítulo 1 - Prólogo
Usuário: ~TiaKeeyERROR404
Usuário
Mds eu não sei o que falar, enfim. Adorey, que escrita divina