História ChapeuZinho vermelho e o príncipe lobo. - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chapeuzinho Vermelho, Originais
Personagens Chapeuzinho Vermelho, Lobo Mau, O Caçador, Personagens Originais
Visualizações 30
Palavras 729
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Chapeuzinho vermelho e o príncipe lobo--VII


Fanfic / Fanfiction ChapeuZinho vermelho e o príncipe lobo. - Capítulo 7 - Chapeuzinho vermelho e o príncipe lobo--VII

3 dias depois...

Eu andava muito distraída, deixava as coisas caírem até eu caindo no chão, ando tentando ignorar o Pedro por vários dias, se ele falava comigo eu inventava uma desculpa ou coisa do tipo. Eu me mantida ocupada cuidando das pessoas na área médica da aldeia.

Agora...

Eu  estava na área médica arrumando os remédios quando a porta é arrombada. Eu me viro assustada e vejo 5 pessoas carregando alguém.

Homem 1:ajuda a gente!

Julia:certo! Deixa ele ali--disse apontando pra uma das camas na sala.

Eles deixam ele em cima da cama, Eu vejo que ele está sangrando e vejo que ele estava sangrando. Eu pego um pano e começo a flexiona a ferida.

Julia:alguém segura o pano.

Um deles troca de lugar comigo, eu vou até o balcão pego algumas ervas, amasso até virar  uma gosma, pego o pote e ataduras. Vou até eles e peço.

Julia:limpa todo o sangue.

Ele limpa e vejo que tinha algo escrito.

"Vou tirar tudo de vocês"

Eu voltei a realidade, passei o remédio e enfaixe.

Julia:pronto, agora ele tem que descansar, podem me dizer oque atacou vocês?--disse olhando pros diversos arranhões nos seus corpos.

Homem 2:não podemos, temos que chamar o o Pedro, o Edu e o Dreyfus.

Quando ele disse Pedro eu congelei, eu pensei alguma maneira rápida de sair dali.

Julia:eu tenho que ir! 

Eu saí correndo Dalí.

--Julia off ^^^ Pedro on--

Eu, Meu Pai e o pai da Julia fomos chamados na enfermaria.

Edu:me diga, oque aconteceu?

Homem 3:a gente estava caçando quando a gente foi atacado.

Dreyfus:eram quantos que atacaram vocês?

Homem 1:eram  no total 5 no total.

Pedro:o líder estava lá?

Homem: 4:sim e isso que nos assusta, Kevin mostra pra ele.

Ele levanta a camisa e tira algumas das faixas e vejo a mensagem.

"Vou tirar tudo de vocês"

Dreyfus:Daniel.

Edu:eu não acredito.

Pedro:isso foi a anos porque ele escolheu revidar agora?

Edu:eu não sei.

Depois de a gente falar sobre o Daniel eu fui até a casa da Julia.

--Pedro off ^^^ Julia on--

Eu estava numa casa que arrumaram pra eu ficar com a minha família, eu estava no meu andando de um lado pro outro pensando no que o Pedro disse no festival.

Julia:*certo, oque eu acho do Pedro?*

Eu começo a pensar nele e coro.

Julia:*não pensa em nada errado!*

Meus pensamentos são interrompidos quando eu ouço alguém batendo na porta. Eu vou até a porta, abro e vejo o Pedro.

Pedro:oi.

Julia:o-oi--disse com vergonha.

Pedeo:posso entrar?

Julia:desculpa mais eu tenho que da uma arrumada aqui.

Quando eu ia fechar a a porta, ele empurra e entra. Ele fecha a porta e vai se aproximando de mim, eu vou me afastando até que cair de costas no sofá, ele fica em cima de mim não me deixando sair.

Eu coro ficando igual a uma pimenta.

Pedro:por que está me ignorando.?

Julia:o-oque? E-Eu não estou te ignorando, por q-que eu faria isso?--disse desesperada.

Pedro:por causa disso.

Ele segura meu queixo e me beija, no começo eu fico com vergonha mais depois eu correspondo. Depois de um tempo a gente se separa pela falta de ar.

Pedro:já sabe a resposta pra quilo?--disse com sua encostada na minha.

Julia:s-sim.

Pedro:e qual seria?

Julia:eu te amo.

A gente se beija de novo, a gente se separa pela falta de ar, ele são de cima de mim e ficamos conversando até anoitecer. Eu acompanho ele até a porta, ele me dá um beijo e diz.

Pedeo:tchau, amor.

Julia:tchau.

Ele se afasta e eu fecho a porta, eu dou um sorriso, faço minhas higienes,  boto a minha camisola, vou pro .Eu quarto fecho os olhos e durmo.

De manhã...

Eu acordo animada, faço minhas higienes, penteio meus cabelos, visto uma camisa branca com um laço vermelho, uma saia vermelha e uma sapatilha branca.

Julia:*eu estou tão feliz!*

Eu me lembrei que tinha que pegar umas ervas na floresta. Eu escrevi um bilhete pros meus pais, peguei a minha capa coloquei minha capa, botei o capuz peguei minha cesta e fui pra floresta.

--Julia off ^^^ Pedro on--

Eu fui pra casa da Julia, eu bato na porta e ninguém atendeu. Eu abri a porta e vejo um bilhete em cima do balcão da cozinha, me aproximo pego e leio.

"Mãe e pai, eu fui na floresta pegar ervas medicinais, volto em uma hora"

"Com amor Julia:

Pedro:*droga!*

Eu fui correndo pra floresta.

--Pedro off ^^^ Julia on--

Na floresta...

Eu havia chegado na floresta, eu comecei a procurar as ervas até que eu acho perto de um arbusto.

Julia:*que sorte!*

Eu me aproximei, me agachei e comecei a colher. Eu estava colocando as ervas na minha cesta quando alguém bota um pano na minha boca me fazendo inspirar um gás que me faz desmaiar.

Continua...




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...