História Chat blanc ( one chot) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug)
Tags Chat Blanc
Visualizações 143
Palavras 808
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem, essa é a minha primeira one shot, inspirada em um sonho que eu tive esses dias
Boa leitura

Capítulo 1 - Chat blanc


Fanfic / Fanfiction Chat blanc ( one chot) - Capítulo 1 - Chat blanc

Marinette on/

"E lá estava eu novamente naquele jardim da mansão que tanto me importunava desde alguns tempos para cá,era com certeza uma casa muito muito grande e que mesmo ao lado de fora, mostrava certo charme, com minha curiosidade de sempre, começo a andar pelo local, observo cada detalhe até mesmo os quase imperceptíveis, aquelas flores que me faziam senti como se o mundo fosse o mais belo que pudesse ser,  às arvores que me traziam a sensação de conforto e os detalhes como as paredes que mesmo limpas, esboçavam desenhos decorativos,  até notar algo chamativo, uma fonte, e encantada com a beleza da mesma, caminho até o local, porém chegando lá me arrependo por sempre tomar decisões precipitadas, meu  reflexo na água me fez arrepiar quase que instantaneamente, minha aparencia era deplorável, havia um corte abaixo do meu olho direito e estava sangrando assim como minha mão que estava bem esfolada"

"Então ouço uma voz desconhecida que ao mesmo tempo me lembrava alguém que sentia conhecer a anos"

"Era perceptivel que era uma voz feminina e tinha um certo tom de preocupação. Era uma mulher mais velha, não me lembro ao certo mais era baixinha tinha uma pele palida e cabelos brancos"

'Você está bem? Eu soube o que aconteceu com seus pais eu sinto muito- disse ela e mesmo sem entender bem oq ela queria dizer com isso afirmei com a cabeça.

-Tudo bem mais por que estou aq?- disse sem saber de nada

-Não se lembra? Vc estava no terraço, quando um vulto branco te empurrou, lhe fazendo cair de lá de cima- ela explicava mais eu não me lembrava de nada, eu não sentia como se eu realmente estivesse ali, erapaz como se a minha mente estivesse flutuando em um espaço que eu não conhecia, tudo parecia girar mais eu continuavá presa nos meus próprios pensamentos de confusão gerados ali"

-Me surpreende não ter quebrado nada- completou ela

-Nossa- disse mesmo ainda sem compreender a situação por total" do que ela está falando? Eu não me lembro de fato algum ocorrido"

"Ela me levou pra dentro da casa e começou a procurar por algo, quando ela achou, me entregou, era uma caixa branca com detalhes em dourado, abri a mesma me deparando com alguns papeis incluindo documentos ,cartas ou simples folhas soltas, também umas tinham algumas fotos, e uma delas me chamou atenção, era uma mulher com um olhar vazio e um sorriso que guardava certa maldade, e no fundo tinha um bracelete com meu nome.

"Mais antes de eu dizer qualquer coisa eu sinto uma pancada na cabeça e minhas pernas fraquejam, me fazendo cair de joelhos no chão, tento focar minha visão que neste momento estava turva e embaçada"

"A criatura se aproxima de mim"

-Você sabe que não me verá apenas nos seus piores sonhos ou pesadelos, eu sou real e vou destruir vc e aqueles que você ama, assim como destruiram tudo que eu tinha.-ele disse eu eu fui ficando cada vez mais confusa, seria esse o meu fim, mais de fato, o que é essa criatura que quer acabar com meu mundo?"

" durante alguns poucos segundos minha visão voltou ao normal  me deixando focar em detalhes específicos de apenas um alguém , o tempo foi pouco mais foi o suficiente para reconhecer a criatura. Era o chat noir ou melhor chat blanc, ele guardava o mesmo olhar vazio que a pouco eu vi na foto da mulher desconhecida, um olhar frio que dava a sensação de poder ser lida, como se o olhar penetrasse em minha alma, era algo horrivel de se sentir:

"Ele se aproximou de mim e retirou uma adaga dourada de sua capa branca e antes que eu pudesse reagir ele enfiou em meu peito rumo ao meu coração, e só oq ouvi ele dizer foi "durma bem my lady"

.

.

.

-Ãh? Oq ? Onde , onde eu estou? - eu me perguntava tentando limpar as lágrimas que acorriam de meus olhos sem permissão, e mesmo assim sentia como se fossem neacessárias

-Mari, vc tá bem? eu fiquei preocupada,vc estava se contorcendo na cama, parecia ater que estava tendo um ataque ou alguma coisa do tipo- dizia tikki com um olhar preocupado e olhando fundo em meus olhos 

-Foi um sonho?- perguntei a vermelhinha que flutuava em minha frente, ela apenas faz um olhar confuso e finalmente diz:

-Acho que sim!- mais uma vez lágrimas percorriam um caminho extenso em meu rosto, era uma dor que eu sentia, um sentimento que eu não conseguia compreender, não agora

-Aii- comecei a me contorcer de dor, essa dor vinha do mesmo lugar em o que fui atingida em meu sonho, parecia até que esse sonho foi realizada,  parecia que eu realmente fui atingida naquele ponto

-O Que foi marinette?- tikki ficava com uma expressão cada vez mais triste e preocupada

-Não sei- estava me contorcendo de dor

"Foi só um sonho, ou não? "


Notas Finais


Espero que tenham gostado, eu adorei escrever a one
Beijos açúcarados
( se puderem deixem nos comentários oq acharam da historia)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...