História Chat Noir X Chat Noir - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathanaël, Nino, Plagg
Tags Yaoi
Exibições 282
Palavras 865
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Escolar, Fantasia, Ficção, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Nudez, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá... Tudo bom contigo?
Capitulo 6 ;3
Espero que gostem
E xau!

Capítulo 6 - Por que? Nathanael?


Acordo bem tarde... Não queria levantar tava tão bom, mais eu já tava atrasado, me levanto devagar pra não acorda o Reverso...

-Pra onde vai? - pergunta ele com uma voz rouca e preguiçosa

-Escola - respondo firme

-Então boa aula! - ele se levante e me da um beijo na testa

Pego uma roupa e uma toalha, entro no banheiro tomo banho e faço minha higiene pessoal. Saiu do quarto e pela minha surpresa ele tava vestido

-Terceira vez que eu o vejo com roupa - digo me aproximando da minha mochila e a colocando nas costas

-Prefere eu sem... - eu corei, ele ri

-Bom, xau - quando vou abrir a porta e ele me pega por trás

-Nem vai me da nem UM beijo? - ele fala  intensificando o "um"

Eu me viro e dou um selinho miserento...

-So isso? - e saiu do quarto

NA ESCOLA:

Chego na escola e Nino e Alya haviam chegado de viagem... Ele nem me avisou!

-Oi parceiro - passei direto por ele

-Poderia ter avisado!...

Entro na escola e na sala...

-Oi, Andrien querido! - fala Cloe se aproximando de mim - fiquei sabendo que acabou com a Marinette!

-Sai daqui Cloe... - falei baixo so pra ela ouvir

E ela começou a falar mais baboseira, me retirei da sala. Entrei numa sala vazia e sem janelas tranquei a porta para ficar sozinho...

-Olha que ta ai, gatinho... - falou uma voz familiar, era o reverso?

-O que tu faz aqui?! - grito desesperado

-Não grite eles vão nos ouvir - ele se aproximou de mim e fez o sinal de calar a boca, com a mão livre apontou la pra fora - agora vamos continuar o que começamos... - ele fala com um sorriso malicioso

-Aqui não reverso! - gritei novamente - qualquer pessoa pode entrar...

-Você trancou a porta... E ninguém tem a chave - ele diz fazendo o sinal de não - então ta pronto?

-Não aqui! - insisti falando alto

-Calma gatinho - e ele me beija, acariciando a minha língua - e ai... Quer parar?

-Por parte sim - e me afasto dele, pelo menos tento

-Como assim "por parte"

-Você entendeu - tento sair da sala, mas novamente ele me pega por trás - Para...

-Por que? Sua outra parte diz sim... - ele diz, abaixando a minha calça - Paramos aqui não foi?

-Sai daqui!

Ele me ignora e começa... A não... Ele ta... Eu tenho vergonha de falar... Ele ta chupandoaminhabunda...

-P-para!

-Por que você, eu, nós somos tão... Eu sou vou parar quando acabamos!

E ai eu e ele ouvimos um batido na porta:

-Quem ta ai? - ele uma voz tímida, era o cabeça de fósforo, o Nathanael - eu vou abrir a porta!...

-Não, sou eu Nathanael! O Andrien! - parece que ele ouviu

-Ta preso ai?!

-Não!

Mais não escuta e abre a porta...

-Andrien?... Por que você esta nu? - eu olho pra baixo e sim estou nu, ele estava muito corado e depois ele fechou a porta - Bom quer que eu saia?

-Antes, uma pergunta... Por que você ficou corado? - e ficou ainda mais corado

-Promete que não ia rir de mim?

-Claro! - afirmei subindo a calça e a cueca

-Eu... Sougay! - ele falou rápido e gritando

Ufa, ele também é... Calma mais isso não é ruim?

-Então você gostou?

-Do que?

-Do que viu...

-Sim...

Ficamos em silêncio, por um tempo, ate que eu resolvi falar...

-Vai contar a alguém?

-Pra que... E também fala que sou gay? Não obrigado... Mais o que você tava fazendo? - ele me olha no rosto, com muita dúvida

-Nada do seu interesse... Agora vamos sair?

Ele vem se aproximando de mim, ate eu chegar na parede

-Por que? Minha companhia é tão ruim assim?

-Não é isso... - antes de eu termina de eu falar ele me beija, muito de repente, eu pensei que ele me odiasse?

-Desculpa?...

-Por que?

-Por eu ter te beijado...

-Sem problema... Agora vamos sair daqui?

-Sim... - ele fala triste e decepcionado

Ele vai na frente e eu seguro o pulso dele... E eu não sei porque mais eu o beijo...

EM CASA:

Depois de um dia super dia chato e cansativo, chego em casa. Me jogo na minha cama

-O que aconteceu comigo?! - grito, mas ninguém ta em casa

-Porque você me ama e eu te amo - o reverso fala e me beija

-Sai! Você me causou muitos problemas hoje!

-Vamos continuar de onde paramos... Por favor... - e ele faz aquela carinha de gato, irresistível

-Não! Me deixa em paz!

-Então hoje não praticaremos Yaoi?

-Não!

-Ta depois não vem correndo atrás de mim!...

-Como seu fosse... - e me exibo para ele, ele ri, ele sempre ri.

Já eram 9:00 da noite e ainda estávamos acordados

-Reverso... - falei sonolento - eu vou dormir

-Ta

-Você falou so ta?

-Sim

-Nem vem dormir em conchinha comigo?

-Não

-Por que?

-Você vai voltar correndo pra mim... - ele se levanta da cama e vai deitar no sofá - é você!

Eu começo a rir. Me canso e vou dormir.


Notas Finais


Espero que tenham gostado...
E é isso. To bem desanimado, por motivos pessoais mais fiz com todo carinho possível ;3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...