História Chefe - 2 - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Amor, Chefe, Romance, Secretária, Sexo
Visualizações 96
Palavras 836
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Self Inserction, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura e preparem-se para COMEÇAR a odiar o Sr. Potter 🌸❤️

Capítulo 8 - Coletiva


Segunda-feira vou até a sala do Sr. Potter para avisa-lo da coletiva de imprensa que teríamos à tarde sobre a nova coleção. 

-Entre - ele fala de sua sala 

-Bom dia Sr. Potter - falo olhando na agenda que está na minha mão -As duas tem coletiva então seu almoço está agendado para 11h 

-Srta. Baker - ele fala sério - faltam alguns relatórios a serem enviados 

MERDA! Fiquei o domingo todo procrastinando e não fiz as porras dos relatórios. 

-Entrego ainda hoje - tento sorrir 

-Quero que vá nessa coletiva - ele fala sério 

-Sim - me viro pra sair - encontro no carro da empresa 13h 

Fico tentando fazer esses relatórios mas minha cabeça vai longe na noite de sábado e percebo que mesmo estando longe ele mexe com meu corpo.

Quando da 13h desço para o carro da empresa que já está lá nos esperando e antes que eu possa entrar Jack me para. 

-Elise - ele sorri - vamos na Cover hoje? 

Cover é uma boate/barzinho que tem aqui perto da empresa. 

-Em plena segunda-feira? - falo rindo - veja as pilhas de relatório que tenho e repense no seu convite - falo exagerando 

-Aposto que eles podem esperar até amanhã - ele fala rindo

-Não podem - Sr. Potter fala atrás de mim - Entre no carro Srta. Baker, temos que ir 

-Sim senhor - falo sem animo - até Jack 

-Até, Elise - ele fala envergonhado 

Durante o caminho eu fico falando dos tópicos da coletiva e como ele deveria abordar assuntos importante mas ele ficou mexendo no celular. Para terem noção eu falava coisas tipo “se ela perguntar dos preços diga que a mãe dela é uma cachorra e que merece ir para a cadeia por ter parido ela. Está me ouvindo, Sr. Potter?” e ele apenas concordava ainda mexendo no celular.

-Esta difícil aí? - o motorista fala 

-Desisti já - reviro os olhos

-Bem - ele ri - agora sei como funcionará a entrevista 

-Sou Elise - falo sorrindo 

-Scott - ele responde com ânimo - sou novo na empresa 

-Dica de sobrevivência - falo olhando pro Sr. Potter petrificado no celular - evite cruzar o caminho dele

-Percebi pela forma que ele tratou aquele menino que você conversava 

-Eles não se gostam... eu acho - falo meio vaga 

Scott fazia faculdade de direito mas precisava do dinheiro de motorista para completar a renda já que estágio estava difícil para ele. 

Chegamos na bendita coletiva e entramos na sala onde ela ocorreria. Na mesa tinha nome do Sr. Potter e o cargo, o gerente do marketing e uma modelo da empresa. As perguntas começaram e Sr. Potter olha pra mim com cara de desespero, em alguns momentos eu tento soprar a resposta, em outros fingia que não via ele implorar por ajuda com seus olhos e em outros alguma pessoa respondia por ele. 

Acredito que tenha ocorrido tudo bem já que as repórteres quase estavam falando “Me come querido” e ele dando aquelas piscadinhas de “se eu tiver sorte vou bem na entrevista e levo pelo menos duas pra cama” 

Assim que acaba a entrevista vou até ele ressaltar os pontos, compromissos firmados com essa entrevista e o que deve ser esclarecido (como faço a quatro anos com James). 

-Sr. Potter - falo me aproximando - Você deveria... 

-Srta. Baker - ele me interrompe - não acho um bom momento para falar

Vejo que ele está com a modelo que está rindo e dando um tapinha em seu ombro. 

-Vamos conversar na empresa? - reviro os olhos 

-Não vou pra lá - ele fala sério - só amanhã 

-E os papéis do... - falo lembrando de um contrato 

-Srta. Baker, - Me interrompe novamente - vá para a empresa e faça seu trabalho - enquanto isso a modelo continua rindo sem parar - deixa que o meu eu faço. Afinal - Nessa hora ele passa a mão pela cintura dela - eu sou o chefe 

-Mas... - tento argumentar 

-Não faz isso com a coitada - a modelo fala rindo ignorando minha presença 

-Anda, Srta. Baker - ele fala ríspido - quero relatórios prontos 

Um sentimento de humilhação, com ódio, com vontade de tirar todos os dentes daquela piranha que tava rindo e desfigurar a cara dele toma conta de mim. Arrumo minha saia e volto para o carro que tinha Scott ouvindo Beyonce a todo volume e alegria. 

-Acha que ele vai demorar muito? - ele fala olhando pela janela para conferir se o Sr. Potter estava vindo 

-Ele não vai - falo segurando as lágrimas - aquele merda 

-O que aconteceu? - ele fala preocupado 

-Nada - minto - se importa se eu mudar para uma musica mais triste 

-Tudo bem - ele fala sorrindo 

No final daquela segunda-feira paramos em um mc Donald e compramos dois big Mac pra mim. Terminei a merda dos relatórios que faltavam e, antes de ir para casa, comprei muita bebida para passar a noite o menos sóbria possível.


Notas Finais


Perdão pelo capítulo curto mas minha vida tá muito corrida haha 🌸❤️
Espero que tenham gostado e só acho que o cuzao do Sr. Potter merece um chute nas partes 😒🌸❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...