História Chemistry - Part II - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Laura Prepon, Orange Is the New Black, Taylor Schilling
Personagens Laura Prepon, Taylor Schilling
Tags Alex Vause, Laura Prepon, Orange Is The New Black, Piper Chapmann, Romance, Serie, Taylor Schilling
Visualizações 244
Palavras 2.240
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 36 - Planos


Fanfic / Fanfiction Chemistry - Part II - Capítulo 36 - Planos

(Laura POV)

Eu e o Danny arrebentamos de jogar, ganhamos uma boa grana e eu até me esqueci da hora, mas como já estava tarde mesmo eu e ele decidimos tomar aquela famosa "saideira" e enquanto tomávamos ficamos conversando.

- E aí e essa reviravolta na memória? Como é que você está?

- Bem. Foi bem esquisito, mas ainda bem que tudo voltou ao normal.

- Quando eu soube do acidente eu conversei algumas vezes com a Terasa ela me disse que você estava separada da Taylor e que estava com uma tal de Iris, eu achei esquisito e fui pesquisar quem era e minha amiga, que espetáculo de mulher. Eu estou pra te falar isso desde então, mas não tinha tido a oportunidade ainda.

- A Iris era minha assessora e depois virou meu maior problema. Meu casamento estava uma merda e eu fui me aproximando dela e quando me dei conta acabei ficando com ela, mas foi foda, a Taylor descobriu e por isso estávamos separadas. Aí como eu já tinha feito a cagada mesmo, eu pedi a Iris em namoro que mais do que depressa aceitou.

- Nossa, que rolo mulher. Mas cá entre nós, não que a Taylor não seja bonita, ela é um espetáculo de mulher também, mas essa Iris é sensacional hein? Você tinha que investir nuns flash back com ela já que você voltou pra mulher.

- Teoricamente a gente nem terminou, eu simplesmente me encantei pela Taylor novamente depois da memória ter “bugado”, você acredita? Mas nem louca eu quero problema outra vez. Estou bem e feliz com a minha mulher como sempre fomos.

- Estou brincando. Eu acredito sim. Eu falo assim, mas acho que até eu se perco a memória me apaixono pela minha mulher novamente, de tão importante que ela é pra mim.

- Ah que bonitinho, quem te ouve falando desse jeito pensa que não vive colocando chifre nela.

- Já traí algumas vezes, mas não largo ela, isso que importa. Agora a senhora não pode falar nada viu, porque entrou para o grupo dos infiéis.

- Nem brinca com isso. Foi um deslize e você não faz ideia do quanto eu me arrependo.

- Sei!

- Vamos embora menino? Já é madrugada e daqui a pouco eu gravo, sem contar que eu tenho que ir pra casa da Taylor, ela com certeza deve estar um pouco brava por conta do horário.

- Ué, vocês não estão morando juntas?

- Não. Cada uma em sua casa. Estávamos separadas lembra? E agora que voltamos decidimos começar do zero.

- Entendi. Isso é muito bom, quer dizer que podemos dar umas festinhas de final de semana na sua casa.

- Ah claro, minha mulher me mata. Só não estamos morando juntas, mas continuamos casadas.

- Você está certa. Bom, vamos embora então!

- Vamos!

Eu e o Danny tomamos o último gole do nosso uísque e fomos embora. Ele me deixou na frente da casa da Taylor e quando eu cheguei eu subi para o quarto dela na ponta do pé e vi que ela e o Mike estavam dormindo agarradinho. Eu então, tirei minha roupa, fui para o chuveiro, sai de roupão, peguei um pijama meu que estava por aqui, me troquei e deitei também, mas bem na ponta pra não acordar os dois. Eu logo peguei no sono, mas logo tive que acordar porque o despertador tocou e o Mike já me acordou me enchendo de beijos.

- Mas desse jeito não dá pra acordar de mau humor por ter dormido pouco. Que gostoso meu amor. Vem aqui! - Peguei ele no colo e retribui os beijos

- Bom dia dona Laura. - Disse a Tay levantando

- Bom dia amor. Você está brava comigo?

- Não. Chegou tarde né? Disse parada na porta do banheiro 

- Me perdoa. Me empolguei apostando com o Danny e esqueci do horário.

- Hum. Vou tomar meu banho pra não me atrasar. Pede pra Vivian ir arrumando o Mike também.

- Ok!

Eu desci com o meu filho no colo, fui até a cozinha onde a Vivian estava, pedi pra ela ir arrumar o Mike, coloquei ele no chão, peguei um morango da mesa do café e subi de volta para o quarto da Tay comendo. Eu encostei a porta, tirei minha roupa e abri o box e entrei pra tomar banho com ela.

- O que é isso?

- Economizando água e tempo!

- Pode parar de gracinha e toma seu banho. O Mike pode aparecer a qualquer momento.

- Eu tranquei a porta do banheiro e enquanto ele não aparece e nós estamos no horário, vou aproveitar!

- Laura...

Eu Interrompi ela com um beijo e ela acabou se rendendo e deixou rolar. Eu coloquei uma perna dela apoiada no box e enquanto a beijava comecei a tocá-la. Quando eu desci para o pescoço dela e comecei a beijá-lo, o Mike bateu na porta e eu tive que parar e ela se recompôs e disse que já estávamos saindo pra ele esperar na sala e ele foi. Eu e ela terminamos o nosso banho, nos trocamos e descemos e quando fomos para a garagem eu criei coragem e pedi pra Tay deixar eu dirigindo o carro dela.

- Amor, não entra no carro!

- O que foi? - Disse ela parada na porta

- Eu quero dirigir. Eu quero tentar. Com você do meu lado eu acho que vai ser mais fácil.

- Será?

- Sim!

- Então vai meu amor, o carro é seu. Eu e seu filho estamos aqui e nada vai te acontecer.

- Obrigada meu amor, vamos!

Eu entrei no carro confiante, liguei ele, coloquei o cinto e quando a Tay colocou a mão na minha perna eu criei coragem e fui. Por diversas vezes eu pensei em parar, mas cada vez que eu olhava para o meu filho e pra Tay eu criava coragem pra não desistir. Sem dúvida a minha força vem deles!

(Taylor POV)

Eu até fui dormir chateada porque a Lau chegou bem tarde, mas logo fiquei de boa, principalmente por ver que apesar de todos esses nossos desentendimentos frequentes eu aparentemente ainda continuo sendo o porto seguro da minha mulher. Ela dirigiu normalmente, deixou nosso filho na escola e em seguida fomos para o set e quando chegamos, ela estacionou e antes de sairmos eu dei um beijo nela e a parabenizei.

- Parabéns meu amor. Fiquei feliz que você conseguiu e fiquei mais feliz ainda de saber que eu continuo sendo seu porto seguro apesar de tudo.

- Você sempre será meu porto seguro. Eu sempre vou me sentir mais forte estando com você!

- Lau, vamos fazer uma viagem?

- Viagem?

- Sim amor. Eu acho que é isso que está faltando pra gente. Uma viagem, só eu e você!

- Como meu amor? E as gravações?

- Final de semana amor. Só eu e você!

- E o Mike?

- Vai ficar com uma das vovós dele e ele vai amar.

- Então fechado, você me convenceu. Eu topo fazer essa viagem.

- Eba! - Me deu um selinho

- E pra onde você quer ir?

- Não sei amor. Paris, Itália, Portugal, não sei. Vou decidir ainda hoje!

- Combinado maluca!

- A maluca que ainda é louca, pirada por você!

- Que delícia ouvir isso!

Ela me puxou, me deu um beijo e em seguida nós saímos do carro e fomos gravar. Nós fomos cada uma para um lado, mas logo nos encontramos e gravamos juntas durante a manhã inteira. Nós fizemos aquela clássica pausa para o almoço e a Lau decidiu almoçar fora já que teríamos um almoço tranquilo sem pressa pra voltar. Eu e ela decidimos ir até um restaurante diferente e ela claro foi dirigindo e quando chegamos, sentamos e nos acomodamos numa mesa e enquanto comíamos, conversávamos sobre a viagem que eu propus que fizéssemos.

- Amor eu estava gravando, mas a minha cabeça estava longe pensando na nossa viagem, eu quero ir pra Itália.

- Mas que ansiedade é essa? – Disse rindo

- Sei lá. Vontade de voltar com esse espirito aventureiro que a gente sempre teve.

- Isso é muito bom. Então é isso? É pra Itália que você quer ir?

- Isso. O que acha?

- Eu acho ótimo. Já estive na Itália, lá é lindo.

- Quero muito conhecer!

- Parla Italiano?

- Oi?

- Estou brincando. Perguntei se você fala italiano, mas eu só arrisco, não sei quase nada. Tenho certeza que você vai amar amor. Vou pedir pra Jodi ver nossas passagens e hospedagem ainda hoje.

- Eba. Não vejo a hora!

- Você tem que decidir onde o Mike vai ficar, pois temos que levá-lo um dia antes!

- Vamos deixar ele com a sua mãe em Jersey ou se ela quisesse vir pra cá ia ser sensacional.

- Pode ser que ela venha sim. Vou falar com ela assim que possível.

- Ok!

Eu e a Lau continuamos conversando e quando terminamos de comer voltamos para o set com ela dirigindo. Ao chegar no set ela foi direto gravar e eu ainda enrolei um pouquinho no camarim e enquanto enrolava o John me ligou.

Ligação on.

- Oi meu amorzinho!

- Oi minha loirinha. Tudo bem?

- Tudo sim e você?

- Bem também. Vamos falar de trabalho?

- Vamos. O que me conta?

- Tem uma proposta de umas fotinhos pra uma revista.

- Você acha que é uma proposta boa?

-Sim. Super tranquilo, nada diferente do que você está acostumada a fazer!

- Então eu confio em você. Pode dizer que eu aceito!

- Ai que linda. Quando eu posso te levar o contrato?

- Hoje à noite talvez meu amor, se eu não estiver muito cansada eu te ligo e peço pra você ir em casa.

- Fechado. E de resto, tudo certinho mesmo minha loirinha?

- Sim, tudo certinho. Seu amigo te contou o que ele aprontou?

- Já estou sabendo sim!

- Mas a repercussão depois disso você com certeza não está sabendo.

- Não mesmo. Me conta. Não vai me dizer que você foi abrir o bocão pra mulher.

- Eu até pensei em não contar, mas como eu estou querendo um relacionamento baseado na verdade eu contei pra ela e é logico que ela detestou, fiquei se mordendo de raiva.

- Deve ter sentido na pele tudo o que você sentiu. Te garanto!

- Talvez, mas enfim, ficamos um pouquinho esquisitas, mas ela acreditou em mim e no final deu tudo certo e estamos bem.

- Não por muito tempo né “miga”? Convenhamos vocês duas são completamente imprevisíveis.

- Eu sei, mas isso tudo há de mudar e como prova disso vamos viajar esse final de semana pra Itália.

- Hum. Entendi. Bom, vocês que são brancas que se entendam né?

- Exatamente. Deixa eu ir, porque eu preciso voltar a gravar.

- Ok minha loirinha. Um beijo!

- Outro!

Ligação off.

Meu amigo com essa fase ciumenta e rancorosa é uma figura. Espero que passe logo, pois ele e a Lau sempre se deram muito bem.

(Laura POV)

O dia passou voando hoje e quando eu me dei conta já era noite e eu estava finalizando a minha última cena do dia. Quando eu terminei, eu fui me trocar, esperei a Taylor e assim que ela veio, nós fomos embora e descemos na casa dela. O Nosso filho já estava dormindo, então enquanto ela foi tomar o banho dela eu aproveitei pra ligar pra minha amiga pra ela ver pra mim e pra Tay passagem e hospedagem.

Ligação on.

- Oi Lau!

- Oi meu amor. Tudo bem?

- Sim e você?

- Bem também. Preciso de um favorzão.

- Até dois. Diga!

- Eu e a Tay decidimos viajar esse final de semana. Eu preciso que você veja pra gente passagem pra Itália e hospedagem.

- Uau. Itália. Só o casal? Tipo lua de mel?

- Isso mesmo. A Tay deu a ideia e eu curti. Você vê isso pra gente?

- Claro que eu vejo. Com maior prazer. Tenho certeza que vai fazer super bem pra vocês.

- Também acho amiga!

- Vai sim. Vou ver aqui e se já conseguir alguma coisa eu te falo.

- Combinado. Vou tomar um banho que eu estou exausta. Beijo!

- Vai lá. Outro!

Ligação off.

Assim que eu terminei de falar com ela eu subi, tomei um banho, saí, me troquei e me deitei direto com a Tay que também estava exausta.

- Ainda bem que o Mike já estava dormindo, eu estou morta de cansaço, se ele acordar e pedir mamadeira, eu juro que eu acordo a Vivian.

- Nem fala, eu também estou, mas eu acho que ele não acorda mais não. Mudando de assunto, eu estava falando com a minha amiga e ela vai ver pra gente as passagens e a hospedagem.

- Ai que bom amor, já estou sonhando com essa viagem.

- Eu também viu? Você conseguiu me deixar empolgada!

- Que bom. Vai ser ótimo pra gente, vou amar ter você exclusivamente pra mim!

- Eu também. Te amo minha vidinha!

- Eu também meu bebê. Vamos dormir?

- Vamos!

Eu dei um selinho nela, a abracei por trás e nós logo pegamos no sono. Espero que essa semana passe logo, já estou ansiosa pra essa viagem de “lua-de-mel”.


Notas Finais


💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...