História Chica x female reader - Capítulo 44


Escrita por: ~

Postado
Categorias Five Nights at Freddy's
Personagens Balloon Boy, Bonnie the Bunny, Chica the Chicken, Foxy the Pirate, Freddy Fazbear, Fritz Smith, Golden Freddy, Mangle, Marionette, Nightmare, Nightmare Balloon Boy, Nightmare Bonnie, Nightmare Chica, Nightmare Foxy, Nightmare Freddy, Nightmare Mangle, Plushtrap, Shadow Bonnie, Shadow Freddy, Springtrap, Toy Bonnie, Toy Chica, Toy Freddy
Visualizações 57
Palavras 217
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Famí­lia, FemmeSlash, Ficção, Hentai, Lemon, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Cross-dresser, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Self Inserction, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 44 - Aberrações


~Springbonnie's pov~

Acordei por volta das nove da manhã, sentindo cheiro de comida que já se espalhava pela casa, me levantei, troquei de roupa e fui tomar café.

Na cozinha encontrei Nightmare Chica que falou animada:

-Bom dia! Spring, aqui está seu café e aqui a comida daquelas coisas.

-Bom dia. Obrigada pelo café, está lindo e com um cheiro maravilhoso...Eu já levo isso para aquelas aberrações.

Em meu prato haviam panquecas com bastante melado, do jeito que eu gostava, acompanhadas por suco de laranja. Comi com calma, não tinha pressa em levar comida para aquelas criaturas nojentas que estavam trancafiadas há anos.

Terminei de comer e falei:

-Nightmare Chica, sua comida é muito boa.

-Obrigada, Spring.

Sorri para a cozinheira, peguei a enorme bandeja com restos de comida e fui em direção ao quarto e procurei a chave em meu bolso, destranquei a porta e entrei.

Lá dentro tudo estava escuro e eu conseguia apenas ouvir aqueles murmúrios agonizantes e sentir o cheiro de óleo de máquina misturado com sangue e carne em decomposição. Deixei a bandeja no chão e saí daquele lugar, antes que me sentisse mal.

Antes de me afastar da porta ouvi a mastigação barulhenta e os gemidos, que parecia uma tentativa de falar misturada com a dor de suas partes ainda orgânicas.   



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...