História Childhood love - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~Mizocapipoca

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Originais
Exibições 14
Palavras 580
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Heeeello
Eu não consigo parar de escrever, meu Deus.
Então, essa estarei escrevendo com uma amiga, vamos postar um capítulo por semana, então espero que gostem.

~DepreShawn-123

Capítulo 1 - Prólogo


P.O.V.S Dhafine 

 Ainda lembro das nossas brincadeiras, das nossas risadas e de como nos metíamos em encrencas. Eu tinha apenas 6 anos quando ele se mudou para a casa vizinha que estava sendo alugada pelos Baxtes. 

 Os Baxtes era uma família estranha, nas noites de Páscoa eles soltavam vários coelhos no quintal deles e eu particularmente tenho fobia a coelhos, então qualquer que chegasse seria bem melhor que eles. 

Então esperei no meu balanço a nova família. Quando eles chegaram lá estava ele com seus olhos azuis e com seu cabelo liso castanho escuro e pouco mais alto que eu. Logo fiquei sabendo seu nome pois a sua mãe gritava a todo momento. 

_Henry meu filho, venha conhecer a nossa nova casa. - ela gritava alto.

 Logo os dias foram se passando e nos tornamos melhores amigos. 

 Flashback on 

 _Passa a bola Dha!!! - Henry gritava que nem um doido. 

_Já estou indo Henry - disse ja meio desanimada, pois estava cansada - Pega aí! - gritei mandando um chute forte. 

_NÃO - Henry gritou com uma voz de lamento. 

Lá estava ele, o menino mais forte da rua seu nome era Jones. Ele sempre trocava o R pelo L (nisso lembramos daquele personagem das histórias em quadrinhos lá do Brasil, Cebolinha), mas isso não diminuía seu poder de me amedrontar. 

_Quem chutou essa bola na minha cala? - perguntou com uma voz bizarra. 

 _F-fui eu - gaguejei. 

_Tinha que ser você né Dhafine - ele levantou a bola e a jogou com toda a força na minha direção. 

Fechei os olhos e coloquei a mão na pouco a frente do meu rosto, esperei a bola chegar, mas ela não chegou, e eu fiquei me perguntando para onde foi a a bola. Henry gritou e caiu na minha frente com uma marca vermelha no rosto. 

_Seu idiota - lanço um olhar furioso para Jones - O que você fez com o meu amigo? 

Peguei a bola e joguei na barriga de Jones que saiu correndo. Não sei de onde arranjei coragem para fazer aquilo e muito menos porque Jones havia saído correndo mesmo porque ele nunca ficaria com medo de mim. 

Logo percebi o que tinha acontecido meu pai estava atrás de mim com um taco de beisebol. 

_Dhafine o que aquele pervertido fez com o Henry - meu pai disse aflito. Ele adorava o Henry achava ele muito educado.

 _Vamos levá-lo para casa pai - disse um pouco culpada.              

******** 

 _Porque fez aquilo Henry? - perguntei colocando gelo no rosto dele. 

_Porque você é minha amiga e eu não iria deixar aquele garoto machucar você - disse carinhoso. 

Desde aquele dia comecei a olhar pra o Henry de uma forma diferente. 

Flashback off 

 _Vamos Dhafine - minha mãe me sacode me tirando do transe. 

_Eu não quero ir mãe, eu cresci nessa casa - disse com voz de choro. 

_Eu sei minha filha já faz treze anos que você mora aqui - disse com uma voz triste - Mas temos que ir. 

_Tudo bem - apenas disse. 

_Então termine de empacotar suas coisas pra irmos - disse e me deu um beijo na testa. 

Comecei a chorar alto, me sentei no chão, abracei minhas pernas e fechei os meus olhos. Senti uma mão acariciar os meus cabelos, abro os olhos e vejo Henry mais lindo do que nunca, ele tinha 14 anos agora e eu 13. 

 _Vou sentir sua falta tampinha - disse com um fio de voz. 

 […]


Notas Finais


Oooown
Estou chorando
O prólogo é apenas para conhecerem a história.
Até o próximo capítulo.
Bjs.

~DepreShawn-123


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...