História Chingu - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais
Tags Bts, Colegial, Drama
Exibições 86
Palavras 678
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura!

Capítulo 14 - Favours


Fanfic / Fanfiction Chingu - Capítulo 14 - Favours

-Mas qual o seu nome mesmo? –perguntei a ela.

-Sun Hee.

Acho que na escola inteira tinha umas duzentas Sun Hee’s.

-Muito comum né? –diz sem graça.

-Digamos que sim... –dou risada e ela também.

-Meu pai era apaixonado por esse nome, já que o mesmo era coreano. Mas minha mãe não, por isso não tenho traços.

-Hm, entendi. Mas porque “era”? Ele não gosta mais desse nome? –pergunto distraída andando.

-Eles não estão mais entre a gente. –uma lagrima escorre pelo rosto dela e a mesma limpa rapidamente.

-A-Ah, hm... Desculpa. –digo sem graça.

-Tudo bem, isso já faz muito tempo. Mas parece que quando toco no assunto, meu coração se parte. –da uma fungada.

-Meu pai também morreu. Mas, vamos deixar esse assunto de lado ok? Não é hora para ficar triste e muito menos chorar. –tento animá-la.

-Você tem razão. –dá um sorriso forçado.

-Esta aqui é a creche do Joon, irei entrar para pega-lo. Espera aqui... –entrei.

Assim que Joon viu a garota e percebeu que ela iria conosco até em casa, ele dava pulinhos de felicidade.

-Unnie, ela é mais velha que você? –pergunta puxando minha blusa.

-Não. O que te faz pensar isso Joon? –respondo.

-É que ela é mais alta que você.

-Hm. –lanço um olhar maligno a ele.

-Me chamo Sun Hee. –ela estende a mão.

-Me chamo Min Joon. –ele aperta a mão dela.

O caminho inteiro ele foi fazendo perguntas para ela, coisas do tipo: “Vocês são melhores amigas?” “Quantos anos você tem?” “Porque seu rosto é diferente?” “Você vai morar com a gente?” e etc. Cada pergunta ela respondia com um sorriso no rosto, e ele também sorria. Era assustador a conexão desses dois, eu hein.

Paramos em sua casa, já que a casa dela vinha primeiro e depois a minha. Ela insistiu para nós entrarmos, que sua avó ficaria muito feliz em saber que ela arranjou uma amiga. Disse que era importante, e Joon estava insistindo também para entrarmos, então, acabei por ceder.  

Sua casa era muito bonita, em tons claros, decorada com alguns quadros exóticos e retratos de família por toda parte.

-Vovó? –Sun Hee chamava.

-Estou na cozinha querida, já estou indo. -uma voz doce e tremula.

Uma senhora apareceu, cabelos grisalhos, com um avental rosa. Ela era fofinha, admito.

-Óh, vejo que fez amizades! Muito obrigada por tomar conta de minha netinha, ela é uma cabeça oca. –diz colocando a mesa.

-Vovó! –Sun Hee diz irritada e sua avó ri.

Logo depois a velhinha coloca uma forma de bolo em cima da mesa e chocolate quente.

-Hm, vamos Joon. Obrigada Sun Hee, mas já vamos. –digo me despedindo.

-Ah, não. Vocês vão mesmo fazer essa desfeita? Eu preparei com tanto amor esse bolo... –diz a velha fazendo drama.

-Ela ira ficar chateada. –Sun Hee sussurra para mim.

Assim que percebo Joon já estava sentado na mesa comendo bolo e tomando chocolate. É impressionante como esse menino me contraria. E aquela vovó paparicando ele...

Sentei-me e peguei um copo de chocolate quente para não fazer desfeita. Sun Hee fez o mesmo,  Joon estava com a boca toda suja de bolo de chocolate, parecia que não comia há anos.

-Hee, leve o garotinho para brincar um pouco no seu quarto.

-Vamos Joon? –ela pergunta. Joon assentiu e eles sobem as escadas.

Ela estava fazendo isso para ficar sozinha comigo?

-Olha, eu queria te pedir uma coisa. Cuide da minha pequena Hee, ela pode ser alta, ter uma aparência de mulher, e até mesmo um belo corpo, mas é inocente. Ela foi à única pessoa que me restou, ela é minha força, é por ela que eu levanto todos os dias. Odiaria que algum mal acontecesse a ela, já que não tenho 24 hrs do dia pra vigiá-la. Mas vc tem, na escola apenas, em casa eu cuido. –ela me olhava no fundo dos olhos, como seria capaz de negar?

-Ta... –digo timidamente.

-A senhorita poderia me ajudar a tirar a mesa? –sorri, e seus olhos ficam bem pequeninos, me lembra os olhinhos de Jimin...

-C-Claro. 


Notas Finais


Esse cap ficou fofo ;u; XOXO ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...