História Chingu - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais
Tags Bts, Colegial, Drama
Exibições 63
Palavras 1.008
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


AAAA n me odeiem :c Alguns sabem outros não, eu estou com bloqueio de criatividade... Me perdoem, não me deixem ♥

Capítulo 26 - Danger


Fanfic / Fanfiction Chingu - Capítulo 26 - Danger

As aulas demoraram um século para passar. Finalmente hora de ir para casa né?

-Ei! Espere-me! –ouço alguém correr atrás de mim.

-O que foi Jin? –digo rindo, seu estado ofegante e desajeitado é hilário.

-Vamos... Vamos ir à minha casa mais tarde? Todo mundo vai, vamos jogar.  –diz ofegante.

-Claro, porque não? –disse ainda rindo.

-Não ria de mim! –resmunga bagunçando meus cabelos.

-Aish, não faça isso! –dou um peteleco em sua testa.

-Ai. –diz com uma expressão de dor com a mão em cima do local em que bati nele.

-Machucou? –pergunto tentando tirar sua mão de cima para ver o estrago.

-Não. –sorri sinicamente.

-Cretino. –murmuro.

-Até logo. –ele diz afastando-se.

Vou em direção a minha casa e pego Joon na creche como de costume. Como sempre ele tagarela bastante, então apenas concordo.

Troco-me e convido Sun Hee para ir comigo, ela quase não sai de casa, às vezes é bom espairecer. Sua avó acaba por tomar conta de Joon, e o mesmo a adora.

-Esta aflita? –pergunto para Sun Hee.

-Um pouco. Não conheço ninguém lá... E se não gostarem de mim? –diz com a cabeça baixa.

-Não vai. –digo a ela subindo no ônibus.

No caminho ela me mostrou algumas de suas musicas favoritas, e contou um pouco de sua vida, o que gosta de fazer e etc.

-Chegamos.  –digo apontando para o prédio.

-É esse? –ela pergunta incrédula.

-Sim, por quê? –pergunto.

-É tão grande e bonito. –diz, seus olhos brilham.

-Não tem nada demais. –ri.

Passamos pelo porteiro e subimos de elevador. Ela fez algumas poses no espelho do elevador e tirou algumas fotos, pediu para tirar foto comigo e eu concordei.

-Essa vai ficar de papel de parede! –diz animada.

-Então ta. –respondo simples.

Andamos um pouco até acharmos sua porta. Bati na mesma, rapidamente alguém abre, Namjoon.

-Óh, ela trouxe uma amiga. –diz surpreso.

-É. Idai? –digo com a cara fechada.

-Aish, não seja tão dura comigo. –resmunga.

-Não seja tão dura com ele. –Sun Hee da um tapinha de leve no meu ombro, entrando na onda do Namjoon.

-Quem é Nam? –ouço alguém perguntar.

-Ah, ela veio. –Hoseok aparece atrás de Namjoon.

-Eu vim! Urul! –digo debochada.

-Lá vem. –ouço uma voz dizer dentro do apartamento.

Esforço-me pra ver quem disse, foi Yoongi, ele está no sofá revirando os olhos.

-Eai? Podemos entrar ou vamos ficar aqui? –pergunto.

-A educação em pessoa. –Hoseok comenta.

Ignoro.

Assim que entrei sentei-me no sofá (bem distante de Yoongi, fiz questão) e Sun Hee foi ajudar Jin na cozinha. Eu não sabia que ela gostava de cozinhar, eles parecem se dar bem...

-Cadê Taehyung? –pergunto, mas ninguém parece  prestar atenção.

-Hoseok, você viu Taehyung? –pergunto.

-Hã? –ele estava dando risada com Jin e Sun Hee, por isso não entendeu.

-Taehyung? Ele não vem? –pergunto irritada.

-Ele falou que ia passar para te pegar na sua casa, achei que ele estava com você. –ele responde sério.

-Ele não foi te buscar? –Namjoon pergunta preocupado.

-Não. –respondo.

Aonde esse moleque se meteu?! Aish, isso me deixa preocupada, Taehyung já é atrapalhado, imagina se ele se perde? Argh, mas ele já veio varias vezes na casa do Jin, seria meio difícil... Será que ele chegou à minha casa e eu não estava e ele passou num lugar antes de vir direto pra cá? Droga...

Saio imediatamente para fora do apartamento, sento no chão do corredor encostando minha cabeça e costas na parede. Disco o numero de Taehyung, liguei umas dez vezes, só dá caixa postal.

-E ai? Conseguiu? –Yoongi pergunta sentando-se ao meu lado no chão.

-Não... –digo decepcionada.

-Ele só deve ter esquecido o celular em casa, não sei por que essa preocupação. –diz indiferente se levantado.

-É... –sussurro.

-Preciso falar com você. –sinto alguém puxar minha mão.

-JIMIN?! –digo surpresa.

Ele puxa afastando-me do apartamento, mas sinto um puxão na minha outra mão. Yoongi.

-Solte-a. –Yoongi diz super sério, olhando profundamente nos olhos de Jimin.

-Não tenho tempo para isso, solte-a você. –ele retruca.

-Eu não estou pedindo. –ele diz olhando assustadoramente pra Jimin.

-Me solte Jimin. Eu não vou ir com você. –disse me desprendendo do mesmo e indo para o lado de Yoongi.

-Preciso falar com você, dois minutos, é importante. –Jimin diz.

-Você é surdo? –Yoongi pergunta a Jimin.

-Não estou falando com você. –Jimin diz impaciente.

-Já disse que não vou ir com você, vamos entrar Yoongi. –dou as costas a Jimin e vou em direção a porta do Jin.

Sinto novamente suas mãos me puxarem, viro-me irritada, Yoongi foi mais rápido e levantou Jimin pela gola de sua camisa, ele já estava pronto para acertar-lhe um soco na cara quando eu me coloquei na frente de Jimin.

-Pare. –digo colocando minha mão em cima da mão de Yoongi, que está fechada prestes a acertar Jimin a qualquer momento.

Ele olhou em meus olhos por alguns segundos, seu olhar transborda raiva. Ele joga Jimin para o lado, o mesmo cai no chão dando risadas patéticas.

-Feliz? –digo com ódio de Jimin, apenas pude ouvir o som da porta sendo batida drasticamente, Yoongi entrou no apartamento.

-É isso que o amor faz, ele machuca. –Jimin diz, na mesma hora parando de rir.

-Amor? Você chama isso de amor? Como pode ser tão cretino? –pergunto enojada.

Ele não responde nada, apenas me encarou por alguns segundos, logo em seguida desviando o olhar.

-Já era de se esperar. –sussurro e dou as costas, entrando no apartamento.

Assim que pisei Yoongi esbarrou em mim, com sua jaqueta em mãos, saindo pela porta. Eu o segui, ele nem sequer olhou para Jimin. Yoongi não esperou o elevador, ele apenas desceu rapidamente as escadas, eu o perdi aos poucos de vista.

-O que aconteceu? Porque ele saiu furioso daquele jeito? –Sun Hee pergunta com os olhos arregalados, assim como todos que estão lá.

-Aish, nada. Eu vou voltar para casa, fique, você sabe como voltar. –disse.

Sai vagando pelas ruas, sem destino. Não sei por que, mas estou com uma vontade tremenda de chorar, muita. 


Notas Finais


Espero que tenham gostado, vou postar o próximo capitulo logo (talvez amanhã ou dps), já tenho ele pronto. XOXO ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...