História Chocolate com Caramelo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens V
Exibições 17
Palavras 1.311
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Minha primeira fanfic tentando ser um pouco mais séria, espero que gostem ♥

Capítulo 1 - Não aceite café de estranhos


- Ta, ta. TA BOM CARAMBA. Eu juro que arranjo alguém pra você Nina. -As pessoas já me encaravam feio naquela cafeteria. Talvez pelo fato de uma estranha não asiática entrar praticamente gritando outro idioma no telefone. Mas quem liga né? -Nina, eu sei que você está com saudades, mas só fazem três semanas de que eu vim, não pode estar tão mal assim... Amiga, vou desligar, depois te ligo. Beijo.

- Dia estressante? - A balconista do café perguntou para mim enquanto me entregava o cardápio. 

- Estava conversando com uma amiga do meu país, só que ela acaba irritando de tão chata que é. 

- Entendi - A balconista disse rindo - Sei como é. Enfim, o que vai querer?

- Ainda vou escolher. Muito obrigada!

Ela saiu do balcão em que eu havia me sentado para atender uma outra mesa qualquer. Desenrolei o cachecol laranja de meu pescoço, ficando apenas com meu sobretudo vinho, calças pretas e uma touca com meus cabelos soltos. Já é inverno aqui em Seoul, e o inverno daqui é um dos mais rigorosos do que já vi, estou congelando. Preciso comprar mais roupas de frio, achei que aqui fosse calor quando vim para cá. 

Peguei o cardápio em minhas mãos, mas minha atenção foi totalmente desviada quando consegui ver claramente no espelho que ficava a minha frente, uma mesa com uns sete garotos, dois deles olhavam para mim enquanto o de cabelos castanhos cochichava para o de cabelos negros. Fingi que não percebi e voltei a tomar meu café, não estava afim de discutir com mais pessoas que falam de mim somente pela minha aparência diferente. Peguei um livro sobre romance qualquer que havia comprado mais cedo em uma loja e comecei a lê-lo, só que acabei sendo interrompida pela balconista servindo à minha frente um Café com caramelo e com desenho de uma nota musical em cima.

- Com licença! Acho que você errou, eu não pedi isso.

- Ah - Ela disse com um sorriso no rosto - Aquele homem ali pediu para entregar.

Ela apontou para uma mesa, e quando me virei para ver quem era, era exatamente o homem que estava falando de mim uns minutos atrás. Sorri em resposta para agradecer, seria uma falta de educação se eu não tomasse, não é mesmo? Virei novamente para frente e voltei a ler enquanto tomava meu café. 

Minha atenção é novamente desfocada quando ouço o som da cadeira à minha frente ser arrastada, quando olho para cima, vejo o homem do café sentado sorrindo.

- Oi! - Ele disse sorrindo para mim, mas parecia meio nervoso.

- Olá - Sorri em resposta. 

- Como está o café? 

- Está muito bom. Aliás, muito obrigada! 

- Você não é daqui né? 

- Mas mais uma pessoa está me perguntando isso somente pelo fato de eu não ter olhos puxados igual a todos? - Me fiz de ofendida, mas logo me entreguei dando uma risada.

- Bem, pelo fato de você ter entrado aqui gritando algum idioma que eu não consegui identificar, isso meio que te entrega. Também pelo fato das suas pronúncias não serem tão boas ainda e pelo sotaque. - Ele disse em um tom sarcástico enquanto sorria - Então, de onde você é? - Ele parecia realmente curioso.

- Por que você não chuta?

- Vamos pensar... Você é uma garota extremamente bonita - Ótimo, já corei. Mas do mesmo jeito não consegui segurar a risada - É educada e segura de si... É americana?

- Quase isso!

- Quase? Ahh, não acredito que errei! - Ele fez bico. - Da onde você é? 

- Brasil!

- Brasil? Oh, já estive lá! Eu sabia que as brasileiras eram bonitas, mas nem tanto assim.

- Er.... hum... obrigada? - Corei mais ainda, mas continuei rindo.

- Taehyung! - Ele estendeu a mão para mim.

- (S/N)! - Apertei sua mão - Prazer em conhece-lo Taehyung.

- O prazer é todo meu!

- Er... Taehyung... Por que seus amigos estão olhando para cá? - Os amigos dele pareciam meio... surpresos?

- Ah, não liga pra eles. É que eles duvidaram que eu realmente viria aqui falar com você. 

- Sério? Por que?

- Porque eu não sou muito bom em conversar com.... - ele deu uma breve pausa - Garotas bonitas. - Vi suas bochechas corando de leve e soltei um sorriso.

- Olha, você é realmente um fofo. Mas... se me pagou um café e ficou fazendo todos esses elogios só para ganhar um beijo ou para me levar pra cama, não vai rolar.

- Não... Eu... Não era isso... eu... - Ele pareceu realmente envergonhado

- Calma, também não precisa ficar assim. - Soltei uma risada.

- Como eu disse, fico meio nervoso em situações assim. - Ele pareceu se aliviar um pouco e até riu junto comigo. - Enfim, por que está aqui em Seoul?

Primeiramente expliquei para ele toda a história de eu ter ganho uma bolsa para a faculdade de artes aqui em Seoul, por isso me mudei do Brasil para cá tão rapidamente. Depois ele foi fazendo mais e mais perguntas e a conversa foi se desenvolvendo. Em alguns minutos ele nem parecia mais o cara constrangido que era quando se sentou aqui. Ele perguntou sobre mim, eu perguntei sobre ele, e assim foi, até chegar um momento em que os amigos dele decidiram ir embora, passando por nós e dando um breve 'adeus'.

Agora são 7:40 pm, eu havia chego aqui no café as 5:20 pm. Como o tempo passou desde que começamos a conversar! Já está tarde e tudo escuro lá fora, eu não quero ir embora, mas infelizmente tenho que ir.

- Taehyung... - Fui interrompida

- Me chama de Tae - Ele pediu sorrindo. Assenti com a cabeça e voltei a falar.

- Tae. Eu não queria, mas tenho que ir embora. Foi realmente bom conhecer você! 

- Mas já? Estava tão boa a conversa! - Ele fez bico, parecia desapontado.

- Eu realmente queria ficar, mas está tarde e daqui a pouco começa a nevar. Eu realmente tenho que ir.

- Quer que eu te leve?

- Não precisa. Eu moro perto, posso ir a pé. - Por favor se ofereça para ir junto comigo.

- Você não pode ir sozinha a essa hora da noite, eu vou com você! 

- Ta bom então... - ISSO! Peguei meu cachecol e passei ao redor do pescoço. Arrumei a touca em minha cabeça e ele vestiu seus casacos. Saimos do calor do café e fomos caminhando pelas geladas ruas de Seoul.

- Uau, estou sentindo minha bca congelar! Olha isso. - Estiquei minha cabeça para frente, erguendo minha cabeça, querendo dizer que era para ele tocar em meu lábio. 

- NOSSA! O meu também está gelado.

- É estranha essa sensação. 

- Simmmm.

Fomos o resto do caminho inteiro conversando sobre comidas e animais, é legal conversar sobre qualquer coisa com ele. Andamos por mais quatro quadras, até finalmente chegarmos em meu apartamento.

- Bem... é aqui!

- Aqui é legal, parece que é bom de morar - ele disse olhando ao redor de toda a quadra.

- Sim, é bem calmo e tranquilo.

- Aquele velhinho ali atrás não parece tranquilo!

An? Velhinho? Me virei para trás para entender o que estava acontecendo, mas não tinha nada, então me virei de novo para Taehyung.

- Mas não tem n... - Não consegui raciocinar mais, só consegui sentir seus lábios frios e calmos apertando contra os meus. O gelo que os lábios dele estavam me incomodavam um pouco, mas nada que tornasse o beijo pior. Na verdade, melhorava ainda mais o beijo. Seu beijo tinha gosto de café com caramelo. 

Acabamos ficando com falta de ar e afastamos nossos lábios, mas eles ainda estavam roçando enquanto nossas testas cobertas pela touca quentinha estavam coladas. Era possível ver a fumacinha do ar gelado se formando ao nosso redor devido a nossa respiração quente.

- Me desculpe, eu precisava fazer isso.... Estava esperando desde o momento que te vi entrando naquela cafeteria rindo e xingando ao mesmo tempo.







Notas Finais


Continuo??

Obrigada por lerem♥♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...