História Chocolate com morango - Capítulo 3


Escrita por: ~

Visualizações 11
Palavras 1.665
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Festa, Fluffy, Hentai, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Como eu prometi de dedinho aqui está o cap e eu não vou conseguir postar o cap 3 de "Algumas histórias dos casais do santuário", mas amanhã eu posto sem falta. Então fiquem com o cap e espero que gostem.

Capítulo 3 - A aposta do cara que perdeu para o lindo moreno


Fanfic / Fanfiction Chocolate com morango - Capítulo 3 - A aposta do cara que perdeu para o lindo moreno

Pov Lohan

   Graças a minha professora de matemática eu tive que ficar até mais tarde na escola, o que me faz remarcar o meu passeio com o Shuno hoje. Como a minha professora é uma chata eu tive que fazer um tanto de problemas para poder ir pra casa.

   E quando eu cheguei em casa fui direto para o banheiro tomar banho. De banho tomado me joguei na cama, liguei a TV e fui assistir uma serie qualquer que acabei dormindo.

   No dia seguinte eu estava na minha cama mechando no celular antes de ir para a escola. O tempo foi passando e meu celular acabou despertando sinalizando que já estava na hora de me arrumar para a escola.

   Depois de me vestir o uniforme, colocar minhas argolas na orelha, colocar uma “coleira” no pescoço, escovar os dentes e pentear o cabelo, escolhi uma roupa para sair com o Shuno depois da aula composta por uma causa preta rasgada no joelho, uma blusa meia malha de manga comprida listrada de vermelho e preto, uma blusa de moletom também preta e um all star preto vermelho (que eu uso para ir para a escola), coloquei as roupas na mochila junto com meu material e saí de casa.

   Esqueci de falar que eu moro sozinho. Meus pais são divorciados, minha mãe mora no Canadá com o marido e minha irmã mais nova de 5 anos, já o meu pai mora aqui mesmo na Espanha, eu só não moro com ele porque eu odeio a bruxa da noiva dele, mas isso não vem ao caso.

   Assim que cheguei na escola fui recebido pelo Erick que conversava com o Daniel perto do portão de entrada da escola. Cumprimentei os dois e ficamos ali parados conversando animadamente.

   Pouco tempo depois bateu o sinal e eu fui para minha sala que fica a três salas de distancia da do Shuno. Assim que entrei para a minha sala, coloquei minha mochila na minha carteira e fui m direção à porta.

   Fiquei parado na porta da minha sala vendo o movimento quando avistei o Shuno entrar para a dele e teve uma coisa que fez meu sangue ferver de raiva. Um cara do terceiro ano, titular no time de futebol começou a mandar cantadas para o Shuno se é que pode se chamar de cantadas.

   Ele dizia coisas como: Eu não sou cavalo, mas senta e cavalga e apontando pro pinto ou até mesmo falando que ele ia entrar e sair do Shuno com brutalidade e fazê-lo sangrar a noite toda e depois pedir por mais.

   Vi aqueles olhos de íris vermelhas (e lindo, diga-se de passagem) do Shuno se encherem de lagrimas, meu coração doeu ao vê-lo daquela forma e a única coisa que passa a minha cabeça agora é: só eu posso fazê-lo chorar dessa forma.

   O Shuno entrou correndo para a sua sala e eu fiz o mesmo depois de ouvir aquele cara falar:

   -Eu vou comer aquela bixinha e fazê-la implorar por mais, vocês verão. –Falou ele se vangloriando.

   -Você não vai conseguir Caio. Sempre teve o rumor dele ser gay, mas nunca ficou com ninguém da escola, você vai perder essa aposta meu amigo. –Um dos colegar falou rindo vitorioso. “O Shuno nunca ficou com ninguém da escola né? Eu sou de onde? Da faculdade? E se ele nunca ficou com ninguém da escola então por que os beijos dele tem sabor de morango com uma pitada de quero mais?” pensei comigo.

   -Não vou perder a aposta. Nunca tomei um fora na minha vida, porque vou começar tomando logo de um gay desesperado pra ser fodido e eu vou comê-lo com violência.

   “Mais não vai mesmo meu amigo, no Shuno você não trisca um dedo em um único fio de cabelo dele e se você fizer isso, terá que se ver comigo e com um certo dragão chamado Stefany.” Pensei comigo novamente.

   Depois de três longos horários de aulas chatas deu a hora do intervalo. Eu saí da minha sala e me escorei perto da porta da mesma e fiquei olhando para a porta da sala do Shuno. Que falando nele nem saiu dela, provavelmente comedo, mas depois de um tempo aquele cara voltou.

   Ele entrou na sala do Shuno e da minha eu ouvia ele falar, já que a voz dele era alta e irritante, então eu escutei ele falar com o Shuno:

   -Ei branquela! Vem aqui, vamos conversar, não te farei mal. –Ele saiu da sala puxando o Shuno pelo pulso.

   Eu já estava indo para cima daquele cara com os punhos fechados para dar um soco nele só que uma mão segurou em meu ombro e passou por mim como um raio.

   A Stefany socou a cara daquele cara o fazendo cair no chão, bem feito. Olhei para o Shuno e lagrimas grossas e silenciosas escorriam por seu lindo e delicado rosto, já a Stefany, que não estava com muita ira, seus olhos negros agora fumegavam de raiva.

   -Cê ta doido cara? –Falou Stefany batendo dois dedos em sua fonte, na cabeça. –Tratar o Shuno dessa forma! Ele não é tuas puta não.

   -E quem é você para me tratar assim? –Falou o cara se levantando do chão.

   -A irmã mais velha do menino que você está tratando feito puto. –Falou ela firme. Apesar dela ser irmã de consideração, ela cuida do Shuno com todo amor e carinho.

   -A irmã da bixinha que vou comer, que interessante! –Falou o cara com um sorriso maldoso.

   Por que tu acha que logo você que vai pra cama com o Shuno? –Perguntou a ruiva indignada. –Tanto cara melhor e mais bonito que você nesse mundo e logo você vai pra cama com ele? Chove homem pro Shuno, ele não precisa ficar com você, tem logo um moreno, alto, bonito e de olhos azuis correndo atrás dele e logo você vai ser o escolhido? A para né!

   -É ISSO QUE VREMOS ENTÃO RUIVINHA. EU VOU FAZER SEU IRMÃO GRITAR E AINDA VOU GRAVAR PRA TODA A ESCOLA PODER VER. –Gritou o cara. –É ISSO MESMO GALERA,EU VOU FUDER AQUELA BIXINHA ALI... –Apontou para o Shuno. –E VOU GRAVAR PRA VOCÊS VÊ. –Falou para a multidão que via a briga.

   O Shuno tremia e abraçava o próprio corpo comedo, varias pessoas pararam para ver a briga e ele estava assustado. A Stefany chutou o saco do cara que se contorceu de dor, a Stefany é alta e nada fraca já que ela malha, mas não para ficar musculosa, só para manter o corpo e ela também faz luta então ela não tem dó de bater.

   Passei pelo meio daquela multidão até chegar no Shuno, assim que cheguei perto o suficiente eu  puxei para longe dali. Corremos para o terraço e quando chegamos lá ele me olhou com os olhos arregalados cheios de lagrimas e tremendo de medo.

   -Lo-Lohan? –Perguntou ele meio atordoado.

   -Pode ficar calmo, eu não vou te fazer nada. –Me sentei no chão do local.

   -Por que você me ajudou. –Perguntou ele meio se aproximando de mim.

   -Porque você parecia que ia colapsar a qualquer minuto. –Falei fechando os olhos e levantando o nariz pro céu.

   -Obrigado. –Senti ele se sentando ao meu lado. –Lohan posso te fazer um pedido?

   -Pode. –Abri meus olhos e o encarei e ele tinha o rosto escondido no meio dos joelhos.

   -Podemos adiantar nosso encontro. –O Shuno perguntou meio envergonhado. Confesso que amei a palavra encontro sair de dentro da boca dele.

   -Claro, mas você tem certeza? –Perguntei meio receoso.

   -Um-hum. –Respondeu ele balançando a cabeça.

   -Ok. –Me levantei. –Vamos trocar de roupa e sair da escola. –Comecei a caminhar para fora do terraço.

   Eu fui com ele até sua sala, ele pegou sua roupa e depois foi comigo até a minha pegar as minhas roupas. Fomos para o banheiro onde tinha apenas duas cabines, eu entrei em uma e o Shuno na outra.

   Troquei de roupa, saí da cabine e ajeitei os cabelos que se arrepiaram um pouco por causa do vento do terraço. Vi que o Shuno demorava um pouco, então resolvi bater na porta da cabine.

   -Shuno, você está pronto? –Perguntei já querendo sair do banheiro.

   -Não, mas pode ir na frente, eu te encontro no portão. –Falou ele meio afobado.

   -Ok. –Respondi saindo do banheiro e indo para o portão da escola.

   De repente eu comecei a ouvir gritos e parecia ser do Shuno, fui entrando para a escola e vi aquele cara de mais cedo em cima do Shuno tentando tirar suas roupas.

   -LOHAAAANN... –O Shuno me gritou desesperado.

   -Você ainda tem coragem de chamar o nome de outro cara em minha prensa? –falou o carinha com ódio.

   -Larga ele... –Dei um murro no cara e puxei o Shuno para meu peito. –Calma pequeno. –Coloquei uma das minhas mãos em sua cintura e a outra em seus cabelos.

   -E quem é você. –Perguntou o cara se levantando e me direcionando um olhar matador.

   -O moreno, alto, bonito e de olhos azuis e ... Namorado do Shuno. –Falei o olhando com um olhar pior que o da Stefany.

   -O encrenqueiro ha... –Ele tentou ri. –Prova.

  -Eu não tenho que provar nada a você. Vamos Shuno. –Comecei a caminha para fora de escola novamente só que com uma das mãos na cintura do Shuno.

   -Obrigado Lohan. –Agradeceu o Shuno baixinho para que o eu ouvi-se.

   -Não fiz de graça, você vai ter que me pagar. –Lhe direcionei um sorriso malandro.

   -Obrigado Lohan. –Ele me deu um beijo na bochecha me surpreendendo.

   -Isso não paga. –O puxei pela cintura e lhe roubei um beijo que prontamente foi correspondido pelo Shuno. –Vamos? –Saí o puxando deixando para trás um tanto de alunos de boca aberta.

   Nosso passeio foi ótimo, trocamos carinhos e beijos durante o dia, nos divertimos bastante e eu acabei conhecendo um pouco mais sobre aquele rapaz tão frágil que é o Shuno e ele conheceu um pouco de mim e até coisas que eu não contava para ninguém.


Notas Finais


O que acharam?
Pois é né gente, tudo que é bom dura pouco, mas amanhã sai um cap de "Algumas histórias dos casais do santuário" e mais um de "A água que escorre e o fogo que queima" como um pedido de desculpa por eu ter demorando tanto com o cap 19 e como recompensa também.
Até a próxima, beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...