História Chocolate (Imagine Jimin - BTS) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin
Visualizações 447
Palavras 748
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Enquanto eu não tenho nenhuma resposta de emprego, continuo escrevendo short fics que não contém Hentai, porque estou travada para escrever hentai, simplesmente não estou conseguindo. :c

Então vamos lá para algumas explicações;
- S/N aqui será tailandesa
- Ahra é uma criança especial, então deem muito amor a ela. ♥
- Está fanfic tive inspiração do meu filme favorito, que se chama Chocolate, é um filme Tailandês e de 2008, recomendo.
- Pretendo fazer bem poucos capítulos.
- e podem opiniar, eu deixo rsss
- já fiz o trailer dessa fanfic e deixarei o link nas notas finais.
desculpem os erros e boa leitura. ♥

Capítulo 1 - A Carta.


Éramos uma gangue, você era o chefe, tinha seus homens e eu para te ajudar nos negócios, mas eu era como uma senhora, eles obedeciam a mim também. Somos diferentes não é mesmo? Você um homem coreano e eu uma mulher tailandesa, costumes diferentes, idiomas diferentes, mas eu sabia o seu idioma fluentemente e foi mesmo em seu pais de origem que nos conhecemos, mas foi na Tailândia que você quis ficar, bem perto de mim. Então, começamos a cuidar de nossos negócios e quando você ia cobrar os homens que te devia, eu ia junto, apenas observava tragando meu cigarro, eu não tinha pena deles quando seus homens os machucavam sem piedade.

 

Uma gangue rival passou a nos perseguir, o chefe desta queria a todo custo nos afastar, e conseguiu, não é mesmo Park Jimin?

Eu sei, eu sei... foi culpa minha, eu mandei você ir para o Japão e disse que nunca mais iriamos nos ver, mas aquele cara nos ameaçou Jimin, e eu queria viver, e aposto que você também.

 

Você se foi e eu fiquei na Tailândia, você até pediu para que eu fosse com você, mas recusei, estava com medo de tudo der errado.

 

Quando eu estava grávida apenas nos comunicávamos por cartas, e as suas sempre chegavam no restaurante que eu era atendente, e teve um dia que nós nos reencontramos em meu trabalho, eu senti muita a sua falta, e você não sabe o quanto.

 

Nossa menina nasceu e você já tinha ido embora de novo, eu estava feliz por ter uma vida tranquila, mas a minha vida era totalmente dedicada a Ahra, ela não era uma criança como as outras, era uma criança especial e precisava de cuidados muitos especiais.

 

Você me ajudava mesmo de longe cuidar de nossa filha, era complicado você voltar para a Tailândia depois que o Malai passou a me perseguir, ele até tentou ferir a nossa pequena, mas eu não deixei.

 

Perdemos o contato e então continuei acompanhando o crescimento de Ahra, as vezes ela não me entendia, ela adorava passear todos os dias, mas tinha vezes que eu não podia leva-la para passear, e Ahra gritava e chorava, era difícil controlar ela.

 

Jonny era o menino que eu meio que adotei, ele me ajudava cuidar de Ahra quando eu trabalhava ainda no restaurante, em casa ela comia seus chocolates e assistia filmes de artes marciais que ela tanto gostava. Acho que foi nesses filmes que ela viu o interesse pela a luta e passou a praticar, mas eu não esperava que ela lutaria para me salvar de um câncer.

 

Sim, eu ainda tenho a doença, mas eu me sinto melhor, não precisa se preocupar. Como eu disse, Ahra lutava contra os caras que nos deviam anos atrás, Jonny os cobrava, mas eles não entregavam o dinheiro tão fácil a eles, e então nossa menina mostrava seu dom nas artes marciais para os homens. A intenção era boa, mas era muito perigoso, Jimin. Ela se machucava, não gravemente, mas ainda assim eu me preocupo.

Foi assim que tive o início de meu tratamento, com o dinheiro daqueles malditos homens e com a nossa filha em perigo lutando nas ruas.

 

E quando Malai pegou o Jonny de isca, tive que ir até o restaurante dele para salvar meu menino, mas foi uma confusão danada, lembra Jimin? Os travestis de Malai atiraram contra Jonny e também contra mim, mas nenhum dos tiros acertaram, me senti muito viva mesmo estando muito doente naquele dia. Nossa Ahra lutou novamente, no meio daquela confusão você chegou, pegando uma espada e começando lutar contra os homens de Malai, mas você se feriu gravemente tentando me tirar das garras daquele homem, e nossa menina estava ali ao seu lado, fraquinha de tão machucada que estava. Malai me arrastou para o telhado do prédio, e então Ahra uniu forças e começou a lutar novamente, ela era uma garota muito inteligente, e continua sendo, mas não quero que ela lute nunca mais, só quando for extremamente preciso, quero que a nossa menina tenha uma infância saudável e nada de violência. Você pode dar a ela uma vida tranquila e saudável? Sei que estou morrendo, em breve não estarei mais com vocês, então nesta carta, apenas peço para que proteja nossa menina com todas as suas forças, ela cresceu sem você e precisa sentir ser amada por você. Faça isso Jimin, faça isso para a nossa filha, e só então descansarei em paz.

 

Sua S/N.

 


Notas Finais


TRAILER; https://www.youtube.com/watch?v=EWc8BvIuFhw

até o próximo cap. <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...