História Cidade nas sombras - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 1
Palavras 1.593
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção Científica, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 6 - Luna...


 Meu celular começa a tocar, era a Manu, atendi sem demora.

- Manu? - pergunto
- sim sou eu, está de noite, as luzes da cidade já começaram a piscar, preciso de ajuda, eu... esqueci minha mochila aqui na escola e acabei teancada na nossa sala de aula, por favor venham pra cá me ajudar, estou desprotegida- ela responde.
- já estamos indo.
Pegamos nossas coisas, saímos e fomos para a escola, fomos todos vestidos e preto para ficarmos camuflados na noite. Chegamos na porta de entrada da escola e fomos arrombar a porta mas já estava aberta, fomos direto para a nossa sala, Manuely estava lá como havia dito na ligação, porém a porta estava aberta, não entendi nada, porque ela não me ligou pra avisar que havia conseguido destrancar a porta? Algo não fazia sentido.
- Manu? Você conseguiu escapar, porque não me ligou?- pergunto e ela me olha confusa.
-Hã? Hunter, Amy, Robert, o que vocês estão fazendo aqui?- ela nos perguntou
- como assim o que nós estamos fazendo aqui? Você me ligou dizendo que estava presa aqui na escola- expliquei pra ela
- não liguei não, eu recebi uma ligação da Victoria dizendo que estava presa aqui na sala- ela terminou de falar e Victoria, Marco, Cristhine e Isabelle entraram correndo na sala.
- Hunter, você está bem, recebemos sua ligação e viemos o mais rápido possível- Isa falou
-Como assim? Que ligação? Eu nunca liguei pra vocês, o que tá acontecendo?- pergunto confuso pra eles e Amanda entra na sala
- Hã... O que vocês estam fazendo aqui? Eu...
- Não fala, deixa eu adivinhar, você recebeu uma ligação de alguém daqui dizendo que estava preso aqui na sala de aula?- Marco interrompe ela
- primeiro, não gosto que me interrompam, segundo, sim, eu recebi do Robert, como sabia? - ela responde.
- Aconteceu com todos nós, se nenhum de nós ligou pra ninguém, então... Quem ligou?
-FUI EU!- Uma voz feminina surgi, a pequena figura de capuz do meu sonho estava parada no canto escuro da sala.
- Luna...- falo sussurrando, com medo do que vem a seguir.

-Então... Você é a tal Luna?- disse Robert - revele se, mostre quem você é.

- a dona desse corpo se chama Luna- ela disse e levantou seus braços em direção à cabeça e tirou o capuz que cobria seu rosto,  fiquei espantado com o que vi e acho que meus amigos também, Luna era uma criança. Não sabia dizer sua idade mas parecia ter entre 10 e 11 anos, ela tinha cabelos castanhos, usava óculos cor de rosa, ela tirou a capa que usava, ela vestia uma blusa rosa com a palavra PAZ escrita, usava saia amarela com desenho de flores vermelhas que ia até seus joelhos, qualquer um pensaria que ela seria inofensiva, até eu pensaria assim se não soubesse que essa garotinha iria nos matar.
- Então é isso? É isso que o rei das sombras acha que vai nos matar, uma sombra dentro de uma criança humana?- disse Marco quase rindo e se aproximando de Luna.
- Marco o que você vai fazer? - perguntou Cristhine sussurrando.
- Não precisa se preocupar, pode haver uma sombra dentro dela mas o corpo não tem força suficiente pra nos machucar - respondeu Marco.
Ele estava certo, apesar de ter uma sombra nela, ela não teria força, o corpo não aguentaria, então por que Nebulus pediu pra ela vir aqui? Eu acho que ele deve ser mais inteligente do que isso, então me lembrei de algo que Nebulus havia dito no meu sonho '' COM SEU INCRÍVEL PODER E A MAGIA QUE ESSE CORPO TEM'', magia?
- Marco...- Isa começou a falar.
- o que foi? Porque estão me olhando assim?- ele perguntou, Marco estava flutuando, ele não tinha esse poder, ele olhou pra baixo e percebeu o que estava acontecendo- mas o que?!!
- Não preciso usar a força para machuca los, só dá magia que esse corpo Orboniano possui- disse Luna, ela faz um movimento com a mão e Marco é arremessado pela janela da sala. Ok... Agora tô em pânico.
- Marco!!- Grita Cristhine olhando pro lado de fora, Marco havia caído nos arbustos, que sorte.
- você é Orboniana? Quer dizer... A dona desse corpo é Orboniana?- perguntei.
- sim, peguei emprestado apenas, e cobrir com um pouco de glamour- ela responde.
- a dona do corpo é uma bruxa, agora eu lembro de onde eu reconhecia o nome- disse Amanda- ela é uma das bruxas mais novas que existem e também... a mais forte de todas.
- sim, ela resistiu, porém acabou sucumbindo ao medo e a escuridão, e agora eu vou usa-lá para matar todos vocês,  sem recentimentos, são minhas ordens - Luna fala e acende uma bola de fogo nas mãos.
- faz alguma coisa! - Manu falou pra Amanda.
- tá falando comigo? Ah... Desculpa mais bruxas não atacam outras bruxas, se fosse um mago tudo bem, eu acabava com ele na hora mas como não é...
- você só pode tá brincando comigo! - Grito- Então qualquer um faça alguma coisa.
- Não vou bater numa garotinha!- Isa  protestou.
- também não vou- disse Cristhine- vai acabar com minha reputação de rainha.
- Então... Só tem uma coisa a ser feita... Correr- digo e todos nós saímos correndo pelos corredores da escola. Luna havia trancado as saídas da escola, ela devia ter feito isso assim que todos apareceram, nos escondermos dentro dos armários mesmo sabendo que era o esconderijo mais óbvio numa escola porém teríamos um tempo até que ela procurasse em todos.

- Então, o que vamos fazer? - perguntou Cristhine dentro de um dos armários
- não é óbvio? Temos que mata lá.- respondeu Robert também dentro de um dos armários
- não me diga senhor óbvio- falou Manu num tom sarcástico
- sssssssssh....Será que dá pra vocês pararem de falar tão alto, ela vai nos escutar e vai nos encontrar- falei de dentro de outro armário.
- precisamos de um plano de estratégia- falou victoria em um outro armário.
- calem a boca, ela tá vindo aí- disse Amanda
A bruxa apareceu no final do corredor, todos nós percebemos e nos calamos.
- Onde vocês estão? Eu só quero brincar- Luna falou e logo em seguida deu uma risada de criança
Eu estava passando pelo corredor, por onde ela passava uma luz ligava e apagava, ela parou na minha frente como se já soubesse que eu estava ali, ela fez um movimento rápido com as mãos e todos os armários do corredor explodiram, todos nós fomos atirados deles e caímos no chão.
- dentro dos armários? Esperava mais de vocês- ela fala.
- acredite, eu também - falei e ela levanta os braços e faz outro movimento lançando um raio de luz verde e amarelo na nossa direção- vamos acabar logo com isso.
Mas antes que o raio verde e amarelo nos atingisse, Amanda conjura um campo de força que nos protege mas Luna continua atirando raio na gente, o campo não poderia nos proteger pra sempre então peguei meu celular e liguei para o único que ela não havia tido coragem pra liga, aaaaaaah caixa postal vai se ferrar! Mas mesmo assim continuei ligando e o campo já estava quase quebrando, Luna já estava com o sorriso da vitória, quando um lobo gigante veio correndo pelo corredor e deu de encontro com a bruxa lançando ela no final do corredor.
- isso foi por ter me jogado da janela!- o lobo falou, reconheci a voz, era de Marco, Cristhine foi até ele e o abraçou
- Boa Marco, só mais um segundo e estaríamos mortos- falou Isa
Luna levantou do chão, agora me deu medo, ela não estava mais com forma de garotinha humana, agora ela estava com a forma de uma bruxa Orboniana, seus cabelos ficaram parecendo relâmpagos saindo da cabeça dela, não tinha mais olhos, agora era apenas luz amarela saindo do local onde fica os olhos, suas roupas se transformaram em um vestido longo todo rasgado, parece que o Glamour dela havia acabado.
- vai se arrepender disso Animago!- ela fala e da um grito tão alto e fino que me deu dor de cabeça, as paredes do corredor começaram a quebrar e todos os armários vieram voando em nossa direção
- Boa Marco, agora sim ela tá com raiva- disse victoria com tom sarcástico.
-Amanda faz alguma coisa- gritei e todos nós fomos teleportados pra praia- é, isso serve.
Continuei a ligar do meu celular, até que enfim ele me atendeu, Richard, o caçador de monstros.
- Hunter! Pode falar, não tô fazendo nada demais, só jogando videogame- ele fala
- como estar a sua sede de caçar bruxas?- pergunto
- incrivelmente grande - ele respondeu- porque?
- vem pra praia, e traz o seu equipamento- respondi - Preciso de ajuda com uma bruxa.
- Vai me pagar quanto?- ele pergunta é fico logo irritado, esqueci que ele era mercenário- sabe como eu sou, sabe que exijo pagamento.
- te dou 50, vem logo pra cá- respondo
- 50? Só isso?- ele pergunta é depois bufa- tá, eu aceito, é a Amanda? Porque eu já tenho algo preparado para ela - ele fala
- não, não é ela, e vem logo pra cá! - respondi e terminei a ligação.
Vamos precisar de toda ajuda possível pra poder mata lá, não queria ter que matar a sombra e ter que matar a Orboniana que ela habita, mas as vezes não temos escolha.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...