História Cinderela (Camren Version) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Ally Brooke, Camila Cabello, Camren, Dinah Jane, Lauren Jauregui, Lucy Vives, Normani Kordei
Visualizações 49
Palavras 1.032
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Fantasia, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Vamos conhecer a Lauren hoje :)

Capítulo 2 - Princesa Lauren


Fanfic / Fanfiction Cinderela (Camren Version) - Capítulo 2 - Princesa Lauren

- Precisa de mais alguma coisa, senhorita Jauregui?

- Não obrigada - disse para Ally minha amiga e também empregada do castelo.

Ela assentiu se retirando

Massageio minha têmpora afim de me livrar daquela dor de cabeça horrível, bufo e volto a me aconchegar na cama, de repente ouço batidas na porta.

- Quem é?

- Sou eu querida, posso entrar? - ela abriu a porta devagar e se aproximou - Querida já devia estar pronta os Cullen vão chegar daqui a pouco

Bufei mais uma vez e coloquei o travesseiro na cara, meus pais cismam que eu preciso conhecer a escolhida, sim a escolhida, nunca me interessei por homens e por aqui isso não é novidade. Voltando ao assunto, ambos pensam que já está na hora do " felizes para sempre " cafona ao meu ver, eu estou muito bem sozinha.

- Querida, mais dez minutos...

- Quais são as chances deles desmarcarem isso?

- Nenhuma querida, já estão a caminho

Suspirei assentindo finalmente me levantando para fazer minhas higienes, tomei um banho rápido de banheira utilizando dos meus sais de banho, sai enrolada com uma toalha no corpo e outra na cabeça, apesar de possuir status de princesa, vestidos são completamente cafonas para mim, prefiro mesmo um bom blaser ou um terminho social, seco meus cabelos com o secador e passo uma maquiagem básica, afinal para quem estou me arrumando? Revirei os olhos pra mim mesmo indo ao closet e me deparando com pilhas e mais pilhas de roupas, qual devo usar?

- Esse aqui muito surrado, esse daqui hummm muito chamativo, ah esse aqui perfeito.

Sorri com a minha escolha

Um terninho preto com um cropped por dentro uma calça confortável e sapatos de salto. Me olhei a ultima vez no espelho, e sorri

Desci as escadas segurando no corrimão e já pude escutar a conversa pairando no andar debaixo

- Essa daqui é minha filha, Lauren

Sorri para todos cumprimentando gentilmente, embora fosse contra minha vontade conhecer as pessoas sendo empurradas pela minha família eu não podia deixar de ser gentil

- É uma honra conhecer você senhorita Jauregui - Scott como eu escutei ser pronunciado era o pai de Bella, ela era baixa de cabelos castanhos e longos, branca e de olhos castanhos.

- Olá Lauren, sou a Bella, ouvi muito sobre você

- Olá - sorri gentil - é um prazer

Nos sentamos a mesa enquanto papai e mamãe discutiam sobre assuntos do seu interesse não pude deixar de notar o olhar da menina a minha frente, ela me encarava de cima embaixo, mas não permiti que isso me afetasse

- Então Lauren, posso te chamar assim né? - assenti - Você sai muito daqui?

- Oh, costumo ir algumas vezes na feira, mas nada que seja por tempo demais, não posso andar muito pelas ruas você sabe.. - ela assentiu

- Huum, essa comida está divina

- Ally, é muito boa no que faz

Ally, como eu havia dito era uma de nossas empregadas, seu passado foi muito sofrido, sua família morreu assassinada, após seu pai se envolver em jogos de poker e não ter como pagar suas apostas, ela era ainda bem pequena, no dia da chacina ela estava dentro do armário, esperando que sua mãe batesse no quarto para brincar de esconde esconde, assim ela saiu bem, mas meus pais cuidaram dela como filha, e como atualmente ela é casada e queria um meio de sustentar sua família, pediu que meu pai deixasse ajudar nos serviços do castelo, fui contra, mas ela disse que sempre teve vontade.

- Querida, porque não dão uma volta para se conhecerem melhor sabe? - meu pai sugeriu

- É uma boa ideia, senhor Jauregui - disse Scott

- Vamos, Lauren - Bella saiu puxando a minha mão sem rumo, pois ela nada conhecia ali - Tem alguma varanda ou sacada?

- No andar de cima

- Nossa quantos andares tem aqui? Eu estou completamente perdida

Assim que chegamos a sacada me debrucei no muro e lá tínhamos uma ótima vista da cidade, das feiras que aconteciam sempre pela manhã

- Uou, lindo aqui - ela quebrou o silêncio

- É

Acontece que ela não tinha me interessado nem um pouco, embora ela fosse dona de uma beleza, eu não senti aquela atração. Batuquei meus dedos no muro afim de entreter o tédio que se fazia presente

- Sabe Lauren

- Huh?

- Você é muito linda - se aproximou

- Obrigada - me mantive séria

Ela elevou suas mãos ao meu queixo e eu virei o rosto

- Você não quer? - sussurrou

- Você está confundindo as coisas!

- Mas Lauren, fomos feitas uma pra outra

Ri sarcástica

- Você realmente está confundindo as coisas, eu em nenhum momento deixei claro interesse por você

Dito isso sai rumo ao meu quarto, cara o que eu tava fazendo? Eu não era obrigada estar ali, era?

Deitei na minha cama descontando a raiva no meu travesseiro

- Filha? - minha mãe bateu na porta - querida abra essa porta

Suspirei destravando a porta, teria que encarar a fera uma hora ou outra

- LAUREN MICHELLE

- Diga

- Porque deixou ela sozinha? Porque disse aquelas coisas pra ela? Qual é Lauren!

- Qual é? Isso digo eu, não sou obrigada conhecer alguém porque vocês querem, vocês não entendem que eu estou bem assim?

Ela se aproximou sentando na beirada da minha cama suspirando

- Nós só queremos o melhor pra você querida - ela passou a mão nos meus cabelos

- E o melhor pra mim é me empurrar pra quem eu nunca vi na minha vida? Mama!

- Ok, ok, desculpe

Assenti

- Querida eu quero que...

Batidas na porta

- LAUREN MICHELLE

Outro

- Querido já conversei com ela, não a necessidade de gritar, ok!

- Mas ela espantou a pretendente!

- Pretendente? PRETENDENTE - eu ri- Papa eu nunca a vi na minha vida, será que não posso ser dona das minhas escolhas?

- Certo - ele disse e eu estranhei, eu vou pensar em algo para que a escolha seja totalmente sua, eu prometo

Algo me diz que esse assunto renderia

E como renderia



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...