História Cinderella and The Seven Knights - BTS - Capítulo 29


Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Cinderela Bts
Visualizações 226
Palavras 1.746
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Heterossexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Annyeong leitoras ❤

Como prometido, voltamos com um novo capitulo depois de muito tempo!!!

Nossa escritora se esforçou muito, e todas nós esperamos que gostem do cap e que continuem nos acompanhando pois não iremos abandona-las okay??

Enfim sem enrolacoes, vamos logo a leitura.


Ouçam: Beautiful Liar - Leo & Ravi

Capítulo 29 - Eu sou um Monstro


Fanfic / Fanfiction Cinderella and The Seven Knights - BTS - Capítulo 29 - Eu sou um Monstro

Mesmo que a dor seja matadora 

Eu irei me esconder por trás de uma máscara por você 

Eu me vejo no espelho e me pergunto 

"Isso vai mesmo lhe fazer feliz, se eu te deixar ir? "

(Beautiful Liar - Leo & Ravi)


_ Namjoon POV'S _

Eu estava desesperado, Sook era a irmã que nunca tive, era a pessoa que esteve sempre lá pra mim mesmo estando tão ausente pra ela e vê-la naquele estado me quebrou ao meio, eu não podia perder outra pessoa, eu não podia.

Nunca cheguei a contar mas uma das coisas que tornava mais especial nossa amizade era a forma como ela lembrava minha mãe em tudo que fazia, o jeito como ela abraçava o mundo inteiro mesmo esse sendo tão injusto, o amor que tinha com todos ao seu redor, a dedicação e mais ainda a esperança que ela transmitia só com um olhar.

Eu estava tão focado em meus pensamentos que não percebi todas as ligações perdidas em meu celular, foi quando caiu a ficha que sai de casa no meio do jantar sem avisar ninguém, nem mesmo meu pai que também estava jantando.

Continuei a ignorar todas as ligações, até que Taehyung se aproximou e sentou-se ao meu lado.

- Quer um pouco de café? - ofereceu num tom amigável.

- Obrigado, realmente estava precisando - respondi pegando o copo de sua mão.

- Era seu pai te ligando loucamente? - perguntou.

- Sim, eu sai de casa no meio do jantar sem avisar pra onde ia e provavelmente devo ter soltado a palavra Sook algumas vezes. Por isso o desespero tentando me encontrar!

- Mas e quando você voltar pra casa? Ele vai colocar você de castigo ou coisa pior não vai?

- Não me importo, de verdade.

- ACHO QUE DEVERIA COMEÇAR A SE IMPORTAR AGORA!

Reconhecia aquela voz e sabia muito bem de quem se tratava.

- Pai?! O que.. que você está fazendo aqui? - perguntei assustado e surpreso.

- Você sai de casa no meio do jantar, sem avisar aonde iria e ainda pronunciando o nome daquela garota, queria que eu fizesse o que? Não gosto de você convivendo com ela e você sabe muito bem disso! - retrucou num tom autoritário.

- Pai Sook sofreu um acidente, mesmo ela estando nesse estado você ainda fica com esse ódio bobo? Por que Pai?! Por que tanto ódio, o que é que ela fez pra você pra merecer todo esse desprezo?! - me levanto da poltrona e o encarando com um olhar firme.

- Você sabe o que a família dela fez, eles me devem dinheiro...- disse desviando o olhar do meu.

- NÃO ME VENHA COM ESSA DE DINHEIRO! - gritei - Você não precisa daquele dinheiro, nunca precisou e Sook era uma criança não tem culpa das dívidas dos pais!

- ELA TEM CULPA SIM, ELA É CULPADA POR TUDO! AGORA VAMOS EMBORA! - gritou, me puxando pelo braço para fora do hospital.

Quando chegamos na saída, eu me desvencilhei de sua mão e logo o indaguei.

- Eu sei porque você a odeia tanto! Como pode ser ignorante a esse ponto Pai?!

- NÃO OUSE FALAR COMIGO DESSE JEITO KIM NAMJOON, EU SOU SEU PAI, NÃO UM COLEGA DE ESCOLA!

- Ela lembra a Mamãe não é Pai? É por isso que evita ter contato, por isso não consegue olhar nos olhos dela, por isso queria que me afastasse? - meus olhos encheram de lágrimas ao falar isso.

- Co.. como pode falar um absurdo desse? - sua postura já não era a mesma.

Eu estava certo, era esse o motivo, assim que terminou de falar o tão temido Senhor Kim cedeu a todas suas emoções, lágrimas desceram por todo o seu rosto e eu realmente percebi o quanto ele sentia saudade da Mamãe.

Com pena do mesmo senti meu coração doer e não pude evitar em simplesmente o abraça- lo como já não fazia a muito tempo.

- Eu sei o quanto dói Pai, mas ter Sook por perto não é uma coisa ruim, ela ameniza essa dor, torna a presença da Mamãe muito mais real e me faz mais feliz. Eu quero que viva isso e perceba o quanto Sook além de minha melhor amiga faz sim parte da nossa família.

- Me desculpe filho, para mim era tortura ter que conviver com uma pessoa que me lembra tanto sua mãe, ela faz muita falta e eu não sei como lidar com isso - disse se desvencilhando dos meus braços e segurando meu rosto com suas duas mãos - Sua mãe teria orgulho do filho que você se tornou Namjoon, eu estou muito orgulhoso de você.

- Namjoon?! - Taehyung aparece na porta do hospital - O médico quer falar com a gente, você vem?

- Estou indo! - me referi a ele e então voltei a falar com meu Pai - Pai preciso ir agora, você entende né? Sook precisa de mim, assim que eu souber como ela está eu volto pra casa e conversamos melhor.

- Tudo bem, assim que tiver notícias me avise, espero que ela esteja bem - nos abraçamos outra vez depois ele saiu em direção ao carro.

- Eu avisarei pai - disse antes de dar as costas e seguir Taehyung em direção a sala de espera do hospital.


~ Sala de espera ~

Quando cheguei na sala de espera os meninos já estavam lá, Jungkook, Hoseok, Jimin e inclusive Jin, todos com olhar de preocupação, Sook era especial para todos eles e eu podia notar isso.

O médico já estava lá mas estava a minha espera para dar a notícia, eu não sabia o que viria pela frente porém queria muito que não fosse nada grave e que Sook estivesse muito bem.

Assim que me aproximei o médico começou a dizer.

- Sook está bem, sofreu apenas ferimentos leves e está tendo uma ótima recuperação, vocês podem vê-la agora, a única coisa que peço é que sejam cautelosos, não façam muito barulho e cuidado com perguntas sobre o acidente, ela não se lembra muito bem e forçar muito racíocinio pode prejudica-la, ela passou por um choque muito grande e seria bom que vocês evitassem coisas desse tipo. Estão pronto pra vê-la?

Nós sete saímos em direção ao quarto, muito animados inclusive, estávamos felizes com a notícia que Sook estava bem, exceto Yoongi que estava extremamente pensativo.

Entramos no quarto tentanto o possível pra não fazer barulho, mas foi inevitável segurar a emoção quando vimos Sook, ela estava deitada ligada a vários aparelhos, com a pele muito mais pálida do que o normal, seu rosto continha vários arranhões, mais nada que fosse deixar uma cicatriz muito grande, sua cabeça estava toda enfaixada, provavelmente porque esse tinha sido o machucado mais sério, mais Sook ainda era a minha Morango, mesmo pálida, mesmo com o cabelo todo bagunçadinho, mesmo vestindo aquele avental de hospital que não a deixava nada sexy, ela ainda era a minha Sook.

A garota logo despertou quando entramos e assim que abriu os olhos e viu que todos nós estavamos lá , o sorriso mais lindo se espalhou pelo seu rosto e eu conseguia sentir sua felicidade.

- E então Senhorita Star como você está? - o Taehyung perguntou com aquele sorriso quadrado, na qual Sook amava.

- E..Eu estou bem, ainda mais agora com todos vocês aqui - ela respondeu com uma voz fraca e ainda tentou fazer um aegyo, que acabou a deixando ainda mais fofa.

- Estamos muito felizes que você esteja bem Garota Flor! - Jimin sorriu mostrando seus eyesmile.

- Nos deu um grande susto, achei que ia perder minha parceira de dança! - Hoseok segurou em sua mão e riu de si mesmo ao dizer isso.

Sook estava muito contente e todos conseguiam notar isso, só que algo a estava incomodando, ela não parava de procurar algo ou alguém entre nós e eu sabia exatamente quem era.

- O..onde está o Yoongi? - Sook parecia se importar demais com a presença dele, mesmo sendo ele o causador de tudo isso.

- Ele esta bem a..aqui? - respondi com um tom de surpresa ao ver que Yoongi não estava mais junto de nós - Ele estava com a gente agora mesmo, onde será que ele foi?

- Yoongi hyung estava agora mesmo com a gente, ele entrou junto conosco no quarto - Jimin respondeu com uma feição de surpreso - Por que não vai procura-lo Namjoon, enquanto contamos a Sook como nosso maknae Jungkook conseguiu outra medalha de ouro?

- Tudo bem então, vou procurá-lo, fique bem Morango, eu já volto! - dei um beijo em sua testa e sai a procura de Yoongi.

De volta a sala de espera procurei pelo hospital inteiro e não o encontrei, perguntei as enfermeiras e ninguém sabia me dizer onde ele estava.

Não era possível que ele tenha ido embora, ainda mais depois de tudo que causou a Sook, aquele cara não prestava e não merecia ficar com ela, mas apesar de tudo Sook se importava tanto com o garoto que eu não tive outra escolha a não ser ligar pra o mesmo e ver onde havia se metido.


~ Ligação~

Chamando....

- Yoongi? Onde é que você está?! Sook acordou e está perguntando por você.

- Não importa onde estou agora! - respondeu seco como sempre.

- Claro que importa, isso está acontecendo por sua causa, você não pode fingir que isso não aconteceu e simplesmente ir embora! - eu não acreditava no que estava ouvindo.

- Exatamente Namjoon, a única coisa que eu faço pra Sook é causar-lhe o mal, dessa vez ela podia ter morrido por minha culpa, não posso mais continuar com isso!

- Como assim Yoongi? O que você vai fazer?!

- Eu vou sumir da vida da Sook Namjoon, e até que ela consiga me esquecer completamente, seria muito bom se você estivesse mais presente ao lado dela, entendeu?

- COMO ASSIM YOONGI? VOCÊ NÃO PODE FAZER ISSO! O QUE EU VOU FALAR PRA ELA?! AINDA MAIS AGORA?! - gritei ao telefone.

- Eu posso não ter causado o mal que envolve minha vida hoje Namjoon, mas estou sendo o MONSTRO na minha história com a Sook e eu não quero ser isso, não quero ser o Monstro na vida dela, então por favor cuide dela até que ela me esqueça e nunca a deixe sozinha.

- YOONGI VOCÊ NÃO P... - o garoto encerrou a chamada antes que eu pudesse terminar de falar.


E agora, o que vou falar pra Sook?



Notas Finais


Pessoal nos digam, o que vocês acharam??

Estamos com saudades dos comentários de vcs!!! #Love_Yourself
Apoiem os nossos Bolinhos🎂❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...