História Cinquenta Tons De Ávila - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza, João Guilherme Ávila, Larissa Manoela
Personagens João Guilherme Ávila, Larissa Manoela, Personagens Originais
Tags Ávila, C1r, Cinquenta Tons De Cinza, João Guilherme, Jolari, Larissa Manoela, Sadomasoquismo
Visualizações 110
Palavras 1.521
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Orange, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Representação da imagem abaixo: Larissa dirigindo, O BlackBarry da Larissa.

Boa Leitura!

Capítulo 35 - Capítulo 35


Fanfic / Fanfiction Cinquenta Tons De Ávila - Capítulo 35 - Capítulo 35

De: João Guilherme Ávila

Assunto: BlackBerry SOB EMPRÉSTIMO

Data: 27 de maio 2015

11:15

Para: Larissa Manoela

Eu preciso ser capaz de contatar você em todos os momentos, e uma vez que esta é sua forma mais honesta de comunicação, eu percebi que você precisava de um BlackBerry.

João Guilherme Ávila CEO, Ávila Participações e Empreendimentos Inc.


De: Larissa Manoela

Assunto: O consumismo Enlouquecido

Data: 27 de maio 2015

13:22

Para: João Guilherme Ávila

Eu penso que você precisa chamar o Dr. Flynn agora mesmo.

Suas tendências de perseguidor estão numa correria louca. Eu estou no trabalho. Vou enviar um e-mail para você quando eu chegar em casa. Obrigado por mais este dispositivo. Eu não estava errada quando disse que você era um total consumista. Por que você faz isto?

Lari


De: João Guilherme Ávila

Assunto: Sagacidade de uma jovem

Data: 27 de maio 2015

13:24

Para: Larissa Manoela

Direto no ponto, como sempre, Senhorita Manoela.

Dr. Flynn está de férias. E eu faço isto porque posso.

João Guilherme Ávila CEO, Ávila Participações e Empreendimentos Inc.


Eu coloquei a coisa em meu bolso de trás, já o odiando. Trocar e-mail com João é viciante, mas eu devo trabalhar. Ele vibra uma vez contra o meu traseiro… que hábil, eu ironicamente penso, mas convocando toda a minha força de vontade, eu o ignoro. As quatro, o Sr. e Sra. Clayton reúnem todos os outros empregados na loja, e durante um discurso embaraçoso de enrolar o cabelo, presenteia-me com um cheque de trezentos dólares. Naquele momento, vêm em minha mente os acontecimentos das três últimas semanas de exames, graduação, intensas fodidas com um bilionário, defloração, limites duros e suaves, salas de jogos sem consoles, passeios de helicóptero e o fato que eu me mudarei amanhã. Incrivelmente, eu me seguro. Meu subconsciente está com temor. Eu abraço os Claytons bem apertado. Eles foram gentis e generosos como empregadores, eu vou sentir falta deles. Giovanma está saindo de seu carro quando eu chego em casa.


— O que é isto? — Ela diz acusadoramente, apontando para o Audi. Eu não posso resistir.

— É um carro, — eu satirizo. Ela estreita os olhos, e por um breve momento, eu me pergunto se ela vai me pôr através de seus joelhos também. — Meu presente de formatura. — Eu tento agir com indiferença. Sim, eu recebo carros caros, dados para mim todos os dias. Ela fica de boca aberta.

— Generoso, o bastardo acima de tudo, não é? —Concordo com a cabeça.

— Eu tentei não aceitá-lo, mas francamente, não vale apena a briga. — Giovanna aperta os lábios.

— Não admira que você esteja tão sobrecarregada. Eu notei que ele ficou.

— Sim. — Eu sorrio melancolicamente.

— Vamos terminar de empacotar? — Concordo com a cabeça e sigo-a para dentro. Eu verifico o e-mail de João.


De: João Guilherme Ávila

Assunto: Domingo

Data: 27 de maio 2015

13:40

Para: Larissa Manoela

Devo vê-la à 1 da tarde de domingo?

O médico estará em Escala para vê-la às 1:30. Eu estou partindo para Seattle agora. Espero que sua mudança seja ok, eu estou ansioso por domingo.

João Guilherme Ávila CEO, Ávila Participações e Empreendimentos Inc.


Droga, ele poderia estar discutindo o tempo. Eu decido enviar um e-mail assim que nós terminarmos a embalagem, ele pode ser um minuto tão divertido, e então ele pode ser tão formal e sufocante. É difícil de continuar. Honestamente, é como um e-mail para um empregado. Eu desvio meu olhar desafiadoramente e me junto a Giovanna para embalar. Giovanna e eu estamos na cozinha quando ouvimos uma batida na porta. Taylor está na varanda, me olhando em seu terno impecável. Eu noto o rastro de ex-soldado em seu corte de cabelo curto, físico elegante, e seu olhar frio.


— Senhorita Manoela. — ele diz. — Eu vim por causa de seu carro.

— Oh sim, claro. Entre, eu vou pegar as chaves. — Seguramente isto está acima e além da chamada do dever. Eu pergunto-me novamente a descrição do trabalho de Taylor. Eu lhe entrego as chaves, e nós andamos em um silêncio desconfortável para mim, em direção ao meu Fusca azul claro. Abro a porta e removo a lanterna do porta-luvas. É isto aí. Não tem mais nada de pessoal em Wanda. Adeus, Wanda. Obrigada. Eu acaricio seu teto enquanto fecho a porta do passageiro. — Há quanto tempo você trabalha para o Sr. Ávila? — Eu pergunto.

— Quatro anos, Senhorita Manoela. — De repente, eu tenho um desejo irresistível de bombardeá-lo com perguntas. O que este homem deve saber sobre João, todos os seus segredos. Entretanto, ele provavelmente assinou um contrato de confidencialidade. Eu olho nervosamente para ele. Ele tem a mesma expressão taciturna de Gilberto, e amorno com ele. — Ele é um bom homem, Senhorita Manoela, — ele diz, e ele sorri ligeiramente. Com isto, ele me dá um aceno de cabeça, sobe em meu carro e vai embora.


Apartamento, Fusca, Claytons, é tudo mudança agora. Eu agito minha cabeça enquanto eu vago de volta para dentro. E a maior mudança de todas é João Guilherme Ávila. Taylor pensa que ele é um bom homem. Posso acreditar nele? Cirilo junta-se a nós com comida chinesa em caixas para viagem, às oito. Nós terminamos. Está tudo empacotado e pronto para mudar. Ele traz várias garrafas da cerveja, Giovanna e eu nos sentamos no sofá enquanto ele está de pernas cruzadas no chão, entre nós. Nós assistimos porcarias na TV, bebemos cerveja, e quando a noite avança, nós ternamente e em voz alta relembramos, enquanto a cerveja faz seu efeito. Foram quatro anos muito bons. O clima entre Cirilo e eu voltou ao normal, o beijo tentado foi esquecido. Bem, ele foi varrido para debaixo do tapete que minha deusa está deitada em cima, comendo uvas e tocando seus dedos, a espera, não muito pacientemente, do domingo. Ouvimos uma batida na porta e meu coração pula até a minha garganta. Giovanna vai até a porta e está quase pulando fora de seus pés por causa de Luckas. Ele a segura num abraço de Hollywood, e rapidamente o abraço se transforma num apaixonado beijo no estilo europeu. Honestamente… consigam um quarto. Cirilo e eu olhamos fixamente um para o outro. Estou estarrecida com a falta de modéstia.


— Vamos caminhar até o bar? — Eu peço a Cirilo que acena com a cabeça freneticamente. Nós estamos muito desconfortáveis com o desenrolar de sexo desenfreado diante de nós. Giovanna olha para mim, corada e com os olhos brilhantes. — Cirilo e eu estamos saindo para uma bebida rápida. — Afasto meus olhos dos dela. Ha! Eu ainda posso afastar a vista quando eu quero.

— Certo, — ela sorri.

—Oi Luckas, adeus Luckas. — Ele pisca um grande olho azul para mim, Cirilo e eu estamos fora da porta, dando uma risadinha, como adolescentes. Enquanto nós passeamos até o bar, eu ponho meu braço no de Cirilo. Deus, ele é tão descomplicado. — Eu realmente não apreciei isto antes.

— Você ainda virá para a abertura de minha amostra, não é?

— Claro, Cirilo, quando é?

— 9 de junho.

— Que dia é? — De repente eu entrei em pânico.

— É uma quinta-feira.

— Sim, eu devo vir… e você nos visitará em Seattle?

— Tente me parar. — Ele sorri.


É tarde quando eu volto do bar. Giovanna e Luckas não estão em nenhum lugar para serem vistos, mas menino, eles podem ser ouvidos. Puta merda. Espero que eu não seja tão barulhenta. Eu sei que João não é. Eu ruborizo com o pensamento e fujo para o meu quarto. Depois de um abraço não de todo desajeitado, mas breve, Cirilo se foi. Eu não sei quando o verei novamente, provavelmente, na sua apresentação fotográfica, e mais uma vez, estou encantada por ele finalmente ter uma exposição. Vou sentir faltar e de seu charme de menino. Eu não pude contar-lhe sobre o Fusca, eu sei que ele vai pirar quando descobrir, mas só posso lidar com um homem de cada vez pirando a minha volta. Uma vez no meu quarto, eu verifico o computador, e claro, tem um e-mail de João.


De: João Guilherme Ávila

Assunto: Onde você está?

Data: 27 de maio 2015

22:14

Para: Larissa Manoela

‘Eu estou no trabalho. Vou enviar e-mail para você quando eu chegar em casa.’

Você está ainda no trabalho ou você empacotou o seu telefone, BlackBerry e MacBook? Ligue-me, ou posso ser forçado a ligar para Luckas.

João Guilherme Ávila CEO, Ávila Participações e Empreendimentos Inc.


Droga… Cirilo… merda. Eu agarro meu telefone. Cinco chamadas perdidas e uma mensagem de voz. Como tentativa, eu escuto a mensagem. É João.


‘Eu acho que você precisa aprender a administrar minhas expectativas. Eu não sou um homem paciente. Se você disser que vai entrar em contato comigo quando você terminar de trabalhar, então você deve ter a decência de fazê-lo. Caso contrário, eu me preocupo, e não é uma emoção que eu estou familiarizado, e eu não tolero isto muito bem. Ligue-me.’


Merda dupla. Será que ele vai me dar uma pausa? Eu olho de cara feia para o telefone. Ele está me sufocando. Com um medo profundo enrolando em meu estômago, eu procuro o seu número e aperto para ligar. Meu coração está em minha boca enquanto eu espero por ele responder.


Notas Finais


Espero que tenha gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...