História Cinquenta tons de cinza - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza
Tags 50 Tons De Cinza
Exibições 49
Palavras 439
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Boah Leitura!!!😘💙

Capítulo 10 - Capítulo 10


- Quero saber sobre você. Acho que é muito justo. - Seus olhos estão acesos de curiosidade.  Merda. Aonde quer chegar com isso? Ele põe os cotovelos nos braços da cadeira e ergue os dedos na frente da boca. Sua boca causa muita... distração. Engulo em seco. 

- Não há muito o que saber - digo. 

- Quais são seus planos para depois que se formar?  

Dou de ombros, desconcertada com o interesse dele. Vir para Seattle com Kate, encontrar um trabalho. Não pensei muito além das provas finais. 

- Não fiz planos, Sr. Grey. Só preciso passar nas provas finais. - Para as quais eu devia estar estudando agora, em vez de ficar sentada em sua sala palaciana, pomposa, asséptica, sentido-me desconfortável com seu olhar penetrante.

 - Temos um excelente programa de estágio aqui - diz ele calmamente.  Ergo as sobrancelhas, supresa. Será que ele está me oferecendo um emprego? 

- Ah. Vou me lembrar disso - murmuro, completamente confusa. - Apesar de não ter certeza se me encaixaria aqui. - Ah, não. Estou pensando alto de novo. 

- Por que diz isso? - Ele inclina a cabeça, intrigado, um esboço de sorriso brincando em seus lábios.

 - É óbvio, não é? - Sou desastrada, malvestida, e não sou loura. 

- Não para mim - murmura ele.  Seu olhar é intenso, agora desprovido de humor, e músculos desconhecidos dentro da minha barriga de repente se contraem. Desvio a vista de seu olhar examinador e encaro cegamente meu dedos entrelaçados. O que está havendo? Tenho que ir. Agora. Inclino-me para frente a fim de pegar o gravador. 

- Gostaria que eu a levasse para conhecer a empresa? - pergunta ele.

 - Tenho certeza de que o senhor é ocupado demais, Sr. Grey, e tenho uma longa viagem pela frente. 

- Vai voltar dirigindo para Vancouver? - Ele parece surpreso, até ansioso. 

- Seu tom de voz é severo, autoritário. Por que deveria de preocupar? - Conseguiu tudo que precisa? - acrescenta. 

- Sim, senhor - respondo, gardando o gravador na mochila.   Seus olhos se estreitam especulativamente.

 - Obrigado pela entrevista, Sr. Grey. - O prazer foi todo meu - diz ele, educado como sempre.  Quando me levanto, ele fica de pé e estede a mão. 

- Até a próxima, Srta. Steele. - E a frase soa como um desafio, ou uma ameaça, não sei bem o quê.   Franzo a testa. Quando nos veríamos de novo? Aperto a mão dele mais uma vez, impressionada com o fato de aquela corrente estranha entre nós continuar presente. Devem ser meus nervos. 

- Sr. Grey. - Faço um cumprimento de cabeça para ele. 


Notas Finais


Goxxxtaram????💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...