História Cinza Escuro - Capítulo 109


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Drama, Poemas, Poesias, Reflexões
Visualizações 11
Palavras 151
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Poesias, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Eu espero que gostem! Boa leitura!

Capítulo 109 - A Última Hora


Em alguma hora

Até os peixes dormem

Os loucos ficam sãos 

As cigarras silenciam

Os arbustos estagnam

O fogo se apaga

Os mares se acalmam

A calma se agita

Os odiosos amam

Os rígidos cedem

Os céticos clamam

Os crentes desacreditam

O Sol se põe

Os lutadores se esgotam

A corda se rompe

O teto desmorona

As paredes se racham

O árido dá frutos

As lágrimas secam

As fortalezas enfraquecem

Os de boa memória se esquecem

Os pacíficos golpeiam

Os amorosos odeiam

A Lua se esconde

A música fica muda

A dor nas costas passa

Os pulsos perdem o sangue

As alianças se rompem

A guerra se esvai

As janelas são abertas

As leigas ficam espertas

A fome no mundo acaba

Para o discursor falso faltam palavras

Alguma hora o mundo todo se cala,

É nesse momento, angustiante e livre da fúria mundana 

Que os batimentos cessam e o coração para.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...