História Circo da morte - Capítulo 5


Escrita por: ~

Exibições 77
Palavras 691
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - A sala de força


 

___Ballora Gallery___

Ballora estava no palco, como uma animatronic comportada, só esperando o momento em que o guarda entraria em sua galeria. Queria ouvir os passos dele... 

Ouviu um ruído vindo da tubulação. 

"Deve ser ele" - pensou. Ela começou a se aproximar. Ele nem havia notado sua presença... Espera. O barulho de seus passos acabou. Será que ele percebeu a presença dela e parou? 

Ballora voltou para o palco, procurando pelo guarda noturno/mecânico. Não o encontrava em lugar algum, ele havia simplesmente sumido. 

Ele deve ter escutado a música dela. Por mais que Ballora tentasse, não conseguia desativá-la. Isso era muitíssimo irritante. 

O barulho dos passos dele recomeçaram. Ballora tentou se aproximar novamente, mas ele parou. Ah! Que saco! Raios de música barulhenta!

Ela voltou para o palco, esperando o barulho de seus passos recomeçar. Iria mais rápido dessa vez. 

Porém, quando o guarda voltou a andar ele começou a correr, e chegou à sala de força antes de Ballora conseguir pegá-lo. 

___Sala de Força/Energia___

Funtime Freddy estava escorado na parede da sala de força, preparado para a possível chegada do guarda. Quando a porta se abriu, tentou avançar contra o homem, mas alguém falou:

-Acalme-se, tudo está bem! 

Ele parou. Como assim está tudo bem? Quem disse isso? Era a voz de uma criança... Mas não havia nenhuma criança lá! 

Funtime Freddy voltou para o fundo da sala, procurando pela criança. Alguma coisa o fez querer encontrar essa criança, mas ele não sabia por que. Depois de verificar que não havia nenhuma criança lá, ele voltou para atacar o guarda noturno/mecânico. 

-Hahaha!, eu garanto que isso só foi um ratinho! 

A criança de novo! Onde ela está? 

Funtime Freddy voltou a procurar a criança, mas não encontrou nada. 

-Acalme-se... Volte a dormir! 

Onde estava essa criança? Ele não conseguia resistir, ele TINHA que procurar onde ela estava. Mas ele já havia procurado... Não tinha nada lá!

-Agora eu te pego, homem! - gritou Funtime Freddy, correndo na direção do guarda noturno. 

-Foi só um ratinho! Tudo está bem! - disse a voz da criança. 

-Onde você está?

-Se acalme... Volte a dormir! 

-ONDE VOCÊ ESTÁ?

-Volte a dormir! 

-100% carregado, muito bem! - disse o guia do guarda noturno. - A energia foi restaurada com sucesso! Volte pela Ballora Gallery e tenha uma boa-noite! 

___Ballora Gallery___

A porta da sala de energia voltou a se abrir. A bailarina tinha voltado para o palco, onde ficou esperando ouvir o som do guarda/mecânico. 

-Tem alguém aí? - perguntou Ballora.

O silêncio perdurou. Depois de alguns segundos de silêncio absoluto, os passos do guarda noturno voltaram a ser audíveis. 

-Quem está aí? - perguntou Ballora, novamente tendo o silêncio como resposta. 

O guarda começou a correr. Ballora saiu do palco para tentar alcançá-lo, mas era tarde demais. Ele já havia entrado na tubulação. 

___Funtime Auditorium___

Funtime Foxy ouviu quando o guia do guarda noturno anunciou uma falha elétrica. Ela estava certa de que ele teria que passar pela Ballora Gallery para restaurar a energia. Torcia para que Ballora conseguisse pegá-lo e o impedisse de ir até a sala de força, porém se encolheu quando o barulho do elevador se fechando e subindo foi escutado. É, não foi naquela noite. 

Funtime Foxy ouviu Funtime Freddy conversando com Ballora, então resolveu ir até lá pelas tubulações.

___Ballora Gallery___

-Desculpe Freddy... Eu não consegui.

-Nem eu. 

-O que aconteceu? - Funtime Foxy entrou na galeria pelas tubulações.

-Você não ouviu? - perguntou Ballora, olhando na direção de Foxy. - O mecânico tentou ir até a sala de energia... Quer dizer, ele conseguiu. 

-E você está se culpando por isso? 

-Desculpem! Eu não o ouvi! Ele ME ouviu! 

-Não é culpa sua! - protestou Foxy.

Eles ficaram discutindo por minutos, até ouvirem um ruído alto vindo da tubulação.

-Não percam seu tempo. - disse Baby, indo até eles. - Não adianta vocês brigarem pelo o que já passou. Agora, fiquem em silêncio e me ouçam, pois eu tenho um jeito de sair daqui com a ajuda desse nosso querido amigo guarda noturno. Não é loucura dessa vez, e, se vocês me ajudarem e colaborarem, dará certo! 
 


Notas Finais


Eu sei que devia ter postado ontem... Enfim desculpem :P


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...