História Circo da morte - Capítulo 6


Escrita por: ~

Exibições 87
Palavras 647
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Esse deve ser o capítulo mais chocante até agora... Mas calma, eles ainda estão só nos planos!
Esse capítulo está se baseando em uma teoria do HUEstation sobre Sister Location, que eu achei muito interessante.

Capítulo 6 - Quatro em um


 

-Qual é o plano dessa vez? - perguntou Funtime Foxy. 

-É simples. - disse Baby, dando um passo para frente. - Se vocês fizerem tudo como eu mandar, dará certo. Nós vamos sair daqui, tudo ficará bem. Ninguém mais precisará sofrer ou suportar esse dor.

-E o que é? - perguntou Funtime Freddy. 

Baby sorriu, puxando a chave da sala de desmonte do compartimento para balões e mostrando para eles.

-Estão vendo isto? 

-Sim. - disseram eles.

-Isso me custou duas vidas. - ela virou a chave entre os dedos. - Eu desperdicei a oportunidade de usá-los no plano. Enfim, agora já passou.

Funtime Freddy, Foxy e Ballora trocaram um olhar.

-A única coisa que quero de vocês é colaboração. Vocês irão fingir estarem contra ele, vão fingir que estão com raiva dele.

-Mas nós estamos. - disse Funtime Foxy.

-Pois é, mas agora vocês vão ter que deixar REALMENTE convincente. 

-Como? - perguntou Ballora.

-Eu vou ajudá-lo. Vou levá-lo até a sala de desmonte. Ele vai confiar sua vida em mim. Esse lugar é perigoso e ele é um novato. Ele não sabe direito como as coisas funcionam por aqui, então vai aceitar conselhos.

-Baby, isso é loucura. - disse Funtime Freddy.

-Ah, loucura? - ela riu, colocando os braços atrás do corpo. - Loucura é continuar aqui, trabalhando como uma escrava, tratada como um objeto de entretenimento que rende dinheiro. 

Funtime Freddy dá de ombros.

-Fomos programados para isso.

-Se você aceita isso, por que é que correu atrás dele na sala de força? O que ele representa pra você? Pra mim, ele é mais um funcionário que nos torturará. Ele deve ser eliminado.

-Mas somente matá-lo não nos libertará daqui. - disse Ballora.

Baby soltou uma risadinha.

-Aí é que está. - ela ergueu a chave. - Foi por isso que eu peguei isto. 

-Você não está dizendo que...

-Sim, é isso que estou dizendo. 

-Não, Baby, você sabe como aquilo dói em nós, você... - começou Ballora, mas Baby a interrompeu. 

-Eu disse que vocês teriam que colaborar. - falou a palhaça.

-Se não der certo estaremos condenados!!

-Me ouça! - Baby apontou para o teto - Vocês estão vendo lá em cima?? Lá em cima, acima desse lugar, tem vários outros animatronics, VÁRIOS! E eles brincam com as crianças, festejam alegremente, SEM PRECISAR LEVAR CHOQUES! Eu já fui feliz, vocês também já foram felizes, nós podemos ser de novo!!!

Eles suspiram, concordando.

-Amanhã, Ballora. Você será a primeira.

-E-Eu?? C-Como assim, eu... Não quer esperar um pouquinho?

-Chega de esperar! O desmontador só machuca no momento, e depois você nunca mais sofrerá!

-Ah... - ela abaixa a cabeça. - Está bem. 

-Funtime Freddy, logo após será você. - disse Baby. 

-Quando formos para lá... Seremos livres? - perguntou o urso.

-Sim, Freddy. Seremos.

-Sendo assim...

-E então é você, Funtime Foxy.

-Tudo bem. 

-Como as coisas vão ocorrer? - perguntou Ballora.

-Vou usar meu endoesqueleto como base, e vocês, logo após, entrarão nele. Poderemos usar carcaças de outros animatronics depois, mas esse é o único jeito de escaparmos daqui com vida. Já lá no alto, vamos tentar encontrar outro estabelecimento de pizzaria com animatronics e vamos tentar trabalhar lá. Veremos se os animatronics estão tão bem quanto nós. 

-Então quer dizer que... Todos viraremos um só? - perguntou Funtime Foxy, chocada.

-Sim. - Baby suspira.

-Mas deve haver outra maneira! - Ballora estava desesperada. - Não, Baby, deve haver outro jeito de sairmos daqui! 

-Eu também acho que essa maneira é uma das piores, mas não temos escolha. Lá fora eles não irão nos torturar, pois estaremos parecidos com eles. Se nós fôssemos parecidos com eles, eles nos tratariam bem, não nos machucariam. 

Baby deixou seus três colegas pensarem em silêncio por alguns minutos.

-Já que vamos ser um só... - começou Funtime Freddy. - Quem seremos?

Baby pensou um pouco.

-Ennard. 
 


Notas Finais


Chocante? Nunca haviam visto essa teoria? Bom, eu também fiquei bem chocado quando conheci ela... Espero que tenham gostado.
:)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...