História Cisne Negro - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Ballet, Bottom!jk, Bts, Dance, Final Feliz, Fluffy, Jeongguk Te Amo, Kookv, Taekook, Top!taehyung, Vkook
Exibições 23
Palavras 2.005
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Fluffy, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


corre*

Quem está postando short-fic quando tem mais duas fanfics em andamento?

*corre*

Mas em minha defesa, eu estava assistindo cisne negro há um tempo e pensei ''olha, tenho um plot top aqui'', eu já fiz balé quando era mais nova, mas meu conhecimento sobre... é bem pouco. Por isso eu peço desculpas pelas gafes, but... Eu tento, estou estudando mais um pouco sobre. Não é uma fic muito longa, não passará de 6 capítulos mais curtinhos, é algo bem melosinho e fofo, eu ia fazer sem smut, mas a vida me fez safada. q

Me desculpem qualquer erro, eu estou atarefada demais.

Capítulo 1 - O Quebra Nozes


                                                                                             O Quebra Nozes

Taehyung esperava que Hoseok e Jimin não insistissem para mais uma rodada de ensaios, seu corpo já clamava por um descanso descente. O trio estava ensaiando há um bom tempo, e os dois amigos resolveram ficar depois de uma aula exaustiva de dança, simplesmente para praticarem mais. Um absurdo na opinião de Taehyung, mas o quê ele poderia fazer? Afinal, seus dois melhores amigos eram viciados em criar passos. Não que o Kim odiasse dançar, mas sua disposição e paixão pela mesma não era com a mesma intensidade dos dois.

 

Taehyung fora praticamente obrigado a fazer alguma atividade extracurricular, sua nota em Artes estava abaixo da média, então para não comprometer seu excelente histórico escolar ele decidiu entrar para algum clube que o ajudasse nas notas, claro que ele preferia o grupo de teatro, mas o mesmo estava lotado e as outras opções não eram tão atraentes. Também tinha seu melhor amigo; Jimin, que praticamente o obrigara a participar do clube de dança.

 

Então duas vezes na semana Taehyung tinha um compromisso, às três e meia da tarde ele ia até a academia de dança e praticava durante uma hora e meia. No início ficou confuso sobre qual estilo escolher, a primeira opção ele descartou logo de cara, oras, quem já se viu um homem dançar balé? Na concepção de Taehyung isso era ‘’gay demais da conta’’, não que ele fosse um ser humano que exalasse heterossexualidade, mas vestir um collantzinho apertado marcando-lhe às partes íntimas, usar uma sapatilha deveras estranha e meias calças coladas; era com certeza a última coisa que queria.

 

Resolveu que ficaria no ‘’Estilo livre’’, onde os alunos tinham liberdade de criar coreografias, era bem mais fácil que seguir um estilo só. Jimin e Hoseok participavam de mais dois estilos, Jimin na dança contemporânea e Hoseok no hip-hop, além de praticarem “Estilo livre’’. Taehyung vivia se perguntando de onde surgia tanta disposição, ele ficava exausto só com uma aula, quiçá duas no mesmo dia.

 

— Chega! Já deu, ok? — falou ofegante jogando-se no chão, não conseguia reproduzir mais nem um passo. Suas pernas pareciam gelatinas.

 

— Você é muito mole Tae, seu sedentário! — Jimin acusou, já desligando a música e sentando-se ao lado do Kim que lhe olhava ofendido pelas palavras.

 

— Jimin tem razão, você é muito sedentário. — Hoseok juntou-se aos amigos e lhes entregando uma garrafinha de água.

 

— Até tu, hyung? — resmungou fazendo um bico, o Jung apenas riu e afagou os cabelos loiros de seu dongsaeng. — É melhor irmos, eu tenho um trabalho para fazer.

 

— Qual? — o mais velho entre eles perguntou.

 

— Dormir! — Jimin revirou os olhos e Taehyung recebeu um empurrãozinho, seus hyungs apenas confirmaram que ele não passava de um adolescente sedentário. O que fato não era mentira, já que ele passava grande parte do tempo comendo, dormindo e estudando. Mas segundo ele, eram coisas normais que adolescentes faziam. Simples.

 

Hoseok era responsável por fechar o salão de ensaio quando o professor deixava eles ficarem até depois do encerramento das aulas. Depois de deixarem o salão arrumado como de costume, os três amigos rumaram para saída. O prédio da academia era enorme, afinal, tinha várias salas para estilos diferentes de dança.

 

Ambos conversavam e riam de alguma piada sem noção que Jimin contara, Taehyung estava tão absorto em sua crise de risos que não se deu conta que um rapaz estava correndo em sua direção, então não houve jeito. O baque foi certeiro, dois garotos de cara no chão e várias coisas espalhadas pelo mesmo, pois o outro carregava consigo uma caixa de papelão. O Kim demorou um tempo para se recompor e ter a noção do que havia acontecido.

 

— Oh, me d-desculpe. — disse o rapaz de cabelos castanhos e pequenas madeixas rosadinhas. Taehyung piscou algumas vezes para ver claramente, o baque havia sido forte e lhe tirou um bocado dos eixos.

 

— T-tudo bem. — ralhou baixinho, colocando a mão na cabeça sentindo um leve latejamento. Jimin e Hoseok ajudaram os dois rapazes a se levantarem, o outro desconhecido parecia ter ficado deveras constrangido com a situação.

 

— Você é novo por aqui? — perguntou o Park, pois o mesmo nunca havia o visto na academia, e olha que ele era um veterano. Seis anos inteiros praticando dança, então tinha uma grande noção de quem frequentava o local.

 

— Sim, eu sou um dos alunos transferido da ADB. — explicou o outro, ainda com o olhar baixo e tímido demais.

 

— Não brinca! Eu também era de lá, há muito tempo! — disse, animado por encontrar um nativo de sua terra.

 

— O que é ADB? — entrometeu-se Taehyung, ainda muito confuso.

 

— Academia de Dança de Busan, dã. — O Park explicou como se fosse óbvio, e Taehyung lhe deu um leve empurrão. — Park Jimin, Kim Taehyung e Jung Hoseok. — explicou, apontando para os amigos, apresentando-os, chamando atenção de seus olhinhos curiosos, que agora analisava cada um.

 

— Jeon Jeongguk. — o tom saíra baixo, quase como um sussurro.

 

Taehyung só então notara que por conta da queda ele havia deixado cair uma caixa de papelão, e todos os itens que estavam dentro dela haviam se espalhado pelo chão. Rapidamente se abaixou e começou a recolher os itens, Jeongguk se mexeu e o ajudou, quando estavam colocando o último item, ambas as mãos se tocaram, clichê? Talvez, mas fora o suficiente para que Taehyung o olhasse diretamente nos olhos e sentisse como se pudesse enxergar através daquelas orbes tão escuras, Jeongguk também fixou o olhar naquele par de olhos caramelo, mas não durou mais que dois segundos, pois o mesmo se levantou rapidamente, já se recompondo da breve troca de olhares. Céus, como ficara envergonhado.

 

Jimin era uma pessoa muito observadora, portanto não deixou essa passar barato, crispou os lábios pensando em algo.

 

— Tae, por quê não ajuda o Jeon a levar essas coisas até a sala dele? — Taehyung o olhou meio assustado, como se ele tivesse dito algo muito grave. — É isso, seja um bom garoto com o novato, ande! — Jimin os empurrou, e não teve tempo de recusar. Pois o mesmo já puxava Hoseok pelo pulso e andava na direção contrária. — Te esperamos na saída! — Gritou, antes de virar à direita no corredor e desaparecendo.

 

Os dois rapazes ficaram ali, sem ter o que falar. Taehyung achou adorável como o sangue de Jeongguk se concentrara em suas bochechas, dando assim um tom carmesim ao rapaz. Fofo.

 

— Eu te ajudo com isso. — falou já tirando a caixa da mão do menor, que não deu tempo de protestar. Jeongguk apenas encolheu os ombros e sussurrou um obrigado, tímido demais para dizer em voz alta.

 

Taehyung não entendia esse estranho bloqueio que adquiriu, geralmente era deveras comunicativo com as pessoas, tinha o costume de fazer amizades logo na primeira conversa. Contudo, agora não conseguia formular algum diálogo descente em sua mente, talvez fosse a personalidade retraída de Jeongguk, talvez fosse… Talvez não houvesse nenhuma explicação, ele apenas não conseguia. Ele seguia Jeongguk, sem coragem alguma para olhá-lo nos olhos, e o outro não estava diferente.

 

Jeongguk parou em frente a uma sala e Taehyung o acompanhou, ainda sem conseguir puxar algum tipo de assunto. O Kim apenas queria entregar a caixa e sair o mais rápido possível, mas também queria conversar com o novato, lhe perguntar coisas, saber um pouco mais sobre ele. Jeongguk pigarreou e levantou o olhar.

 

— É aqui, muito obrigado. — disse pegando a caixa dos braços de Taehyung.

 

— Espera, você faz aula de balé? — O castanho se surpreendeu ao reparar que estavam em frente a sala de balé. Suas sobrancelhas estavam arqueadas, quase em um tom de reprovação, o que não passou despercebido pelo mais novo.

 

— Sim, por quê?— questionou querendo saber o motivo de tanta surpresa. Taehyung pigarreou, tentando pensar não falar algo que deixasse o mais novo desconfortável, era mestre em dizer coisas impensadas.

 

— N-nada.

 

— Quer assistir um ensaio? — Perguntou de supetão, surpreendendo até a si mesmo pela coragem. Taehyung mordeu os lábios inferiores, pensando se aceitava ou não. É só um ensaio, por quê não?

 

— Adoraria.

 

Jeongguk assentiu e abriu a porta, revelando uma sala repleta de espelhos cercados de barras, o chão feito de madeira maciça. Não muito diferente da sala que Taehyung praticava. O Kim notou que a maioria era meninas, praticamente o triplo de rapazes.

 

— Pode se sentar ali, —apontou para um sofá creme que ficava do outro lado da sala, onde geralmente algumas mães ficavam para admirar seus filhos. — eu só vou entregar a caixa para o pessoal.

 

Então ele foi em direção aos outros rapazes e moças, e Taehyung fizera o que lhe fora pedido, sentou-se no sofá e ficou admirando o local, parecia tudo delicado, até apático demais. O som baixinho que saia da caixa de som era relaxante, uma perfeita sintonia de Beethoven ao qual Taehyung se quer sabia o nome. Seu olhar direcionou-se ao novato que parecia explicar o que estava dentro da caixa. Pouco depois ele virou-se na direção de Taehyung, o pegando no flagra o encarando de uma forma intensa, fora obrigado a desviar o olhar, que diabos.

 

 

— Você já assistiu a um ensaio de balé? — perguntou Jeongguk, sentando-se ao lado Kim em uma distância segura.

 

— Pelo que eu me lembre, só pela televisão. — ajeitou-se no sofá e encarou o mais novo.

 

— Ah, espero que goste. Adoraria assistir uma aula do “Estilo Livre”. — Confessou, mas antes que Taehyung respondesse que não gostaria que Jeongguk o visse dançar, uma mulher adentrou a sala já chamando os alunos. Jeongguk murmurou um “já vamos começa, aproveite” e correu em direção a mulher, e logo lhe explicando de quem se tratava Taehyung, a mesma lhe direcionou um olhar e acenou sorrindo, Taehyung apenas retribuiu.

 

Jeongguk retirou o conjunto de moletom que vestia, revelando às roupas justas que trajava por baixo. Taehyung não pode deixar de observar como o corpo do garoto era maravilhoso, pernas torneadas e abdome marcado naquele loetard. Era divino, um verdadeiro contraste com a face angelical e delicada que possuía.

 

— Jeongguk e Jisoo, na aula passada pedi para que ensaiassem uma parte de O Quebra-Nozes, fizeram o quê eu pedi? — Perguntou a professora, os dois alunos assentiram ficando de frente a mais velha. — Ótimo, quero ver. — disse, já se posicionando ao lado do restante dos alunos e mudando de faixa, colocando a música da certa para apresentação. A música começou a soar, e os dois alunos começaram a dançar.

 

Taehyung observava tudo com muita atenção em cada detalhe, cada passo, cada expressão. Claro, estava focando em Jeongguk. Só então percebeu que ali não tinha nada de afeminado, era um homem dançando, fazendo passos masculinos. Jeongguk parecia tão leve a cada passo, realizando com maestria, parecia um grão de areia ao vento. Leve, lindo e intenso. Taehyung ficava cada vez mais fascinado, a menina também merecia méritos, realizava os passos com perfeição. Era de fato um par perfeito.

 

O Kim estava novamente absorto em Jeongguk que não percebeu quando a apresentação se encerrou e castanho estava indo em sua direção com um sorriso tímido em seu rosto.

 

— Então, o que achou? — indagou ainda ofegante, Taehyung não conseguia expressar seus sentimentos perante aquilo, fora lindo demais. Ele encarou o mais novo, o mesmo estava vermelho devido o esforço de segundos atrás e seus cabelos castanhos com tons rosados estavam pregados em sua testa, lhe dando um ar meninil. Tão adorável que Taehyung sentia vontade de abraçá-lo, mas não o fez.

 

— Isso foi… fantástico, e-eu estou surpreso. — confessou, retirando de Jeongguk um sorriso largo, mas ainda tímido.

 

— Obrigado. — antes que Taehyung pudesse dizer mais alguma coisa para expressar-se o quanto havia amado cada detalhe da apresentação, sentiu seu celular vibrar em seu bolso. Era Jimin mandando uma mensagem dizendo que ele estava demorando.

 

— Eu tenho que ir.

 

— Tudo bem.

 

— Obrigado por ter me chamado, qualquer dia espero assisti-lo novamente. Vê-lo dançar é mágico. — soltou o que estava preso. — Até mais Jeon. — E simples assim Taehyung saiu dali, deixando um Jeongguk envergonhado pelas palavras e com uma enorme curiosidade em saber quem era Kim Taehyung.

 

E tal vez, só talvez, o Kim sentirá essa necessidade duas vezes mais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


é isso, o nome da fanfic ainda é um caso a se pensar, mas eu adoro esse nome D:

não é pesada nem nada do tipo, mas tem algumas partezinhas meio tristonhas. Mas tudo certo.

O quebra nozes que o Jeon e a Jisoo dançaram>>> https://www.youtube.com/watch?v=4uFadKorDgQ
até mais breve

ou nah


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...