História City of Angels - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Selena Gomez, Shawn Mendes
Tags Ally Brooks, Brigas, Camren, Cidade Dos Anjos, Demi Lovato, Drama, Norminah, Romance, Selena Gomez, Shawn Mendes, Taylor Swift, Vercy
Exibições 54
Palavras 1.146
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Luta, Mistério, Orange, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Chegay linda, loira e gostosa.. Mentira não sou loira só gostosa mesmo kk #Parei!
Esse cp tá mais ou menos, mas faz parte do andamento da fic pessoal, e perdoa o espanhol mais ou menos kk.
Bora ler então.

Capítulo 3 - Thin Line - parte 2



-Ally o que foi aquilo? -Perguntei confusa.
-Eu não sei o que foi Lauren -Ela negou com a cabeça e me olhou curiosa em seguida. -Como é sentir?
-Incrível e horrível ao mesmo tempo -Fiz uma careta engraçada e a baixinha riu.
-Como foi ela te ver? -Perguntou e eu senti meu rosto corar. -Meu Deus você está corando!
-Eu não sei o que isso significa -Dei de ombros. -Eu não sei o que tudo isso significa!
-As pessoas coram quando ficam envergonhadas -Coçou a cabeça e fez uma cara pensativa.
-Acho que sim -Dei de ombros. -Será que alguém mais sabe o que aconteceu?
-Acho que não -A baixinha caminhou até a beira do lago. -Não vi ninguém comentando algo do tipo.
-Aí que nojo -Fiz uma careta ao ver uma lesma.
-Sente nojo agora? -Ally riu baixinho e pegou a lesma na mão.
-Por favor né para de ser nojenta larga isso -Olhei sentindo um medo dela jogar aquela coisa nojenta em mim.
-Nojento por que? -Ela se aproximou devagar ainda rindo. -Eu não to sentindo nojo nenhum Jauregui.
-AÍ MEU DEUS SUA VACA -Gritei quando ela jogou aquele bicho nojento em minha direção e fiz praticamente um número de contorcionismo para me desviar.
-Nossa devia ver sua cara -Começou a rir feito uma retardada e eu a olhei brava.
-Não teve graça nojenta -Empurrei a baixinha.
-Teve sim -Ela me olhou ainda com cara de riso.
-Aff de todos os sentimentos que anjos são permitidos a ter -Fiz uma pausa dramática olhando para o céu. -Por que logo isso? -Apontei para a Ally que ria.
-Ue somos anjos temos que ser felizes -Deu de ombros rindo e eu continuei brava. -Tá com rai.. LAUREN JAUREGUI VOCÊ ME DEU UM CHOQUE? -Pergungou incrédula esfregando a região atingida pelo choque.
-Eu não -Levantei as sobrancelhas e olhei para minha mão. -Foi ela.. 
Ficamos um bom tempo discutindo e o que eu mais me sentia era estranha.. O fato de sentir mais que o normal era muito confuso, os sentimentos que eu já sentia estavam sendo sentidos com mais intensidade, e os novos estavam intensamente confusos.
-Não devia tá cuidado de alguém? -Perguntei a baixinha que olhava para mim como se tentasse descobrir algo. -Para de me olhar assim Ally parece uma maluca.
-Só queria entender -Bufou e parou de me olhar. -Sim eu tenho.
Ally simplesmente sumiu e eu fiquei encarando o local onde ela estava a pouco.

(....) 


-Odio cuando mi madre pone la culpa de todo sobre mí -Camila bufou e se jogou na cama. -Si se acaba el mundo -Fez uma pausa dramática e respirou fundo. -O mundo tá acabando por culpa da Camila -Imitou a voz de Sinuh e eu comecei a rir do jeito bravo da latina.
-Tenho que concordar -Me estiquei no sofá de um jeito totalmente torto. -Ela com certeza colocaria a culpa em você Camz.
-Só a Dinah me entende -Fez um biquinho fofo e eu sorri a observando.
Camila se levantou da cama fazendo alguns livros caírem e pegou a toalha pouco se importante com a bagunça que fez, e foi em direção ao banheiro.
Não demorou muito para a latinha voltar com os cabelos molhados, enrolada na toalha.
-Sólo en tu boca yo quiero acabar todos esos besos que te quiero dar -Cantarolou um pedaço da música de um cantor chamado Enrique Iglesias, e soltou a toalha deixando está descer pelo seu corpo o que me fez engolir seco e prestar atenção em cada detalhe.
-Ai meu Deus o que tá acontecendo comigo? -Tampei os olhos e rosto que por acaso estava mais vermelho que um tomate. -Não, não, não, não dor de cabeça agora não! -Tirei minha mão do rosto e olhei para o espelho vendo minha imagem começando a ser refletida por tal e a dor de cabeça aumentar. -Que merda..
Eu não não sabia ao exato o que eu estava sentindo mas provavelmente era desespero puro.
-Que barulho e esse? -Camila ia se virando por eu ter esbarrado em algo quando olhei para a janela e pulei do jeito mais burro possível - de ponta - isso mesmo.
-Puta que pariu -Falei baixo respirando fundo por estar sentindo dores pelo corpo todo.
-O que você tá fazendo aqui? -Ouvi a voz da melhor amiga da Camila e fechei os olhos tentando pensar em algo.
-Sentindo a textura da grama? -Aproveitei que estava estirada no grama e fiz aqueles movimentos para se fazer "anjinhos" na neve, na grama. -É ótima.
-Você tem problemas.. -Dinah me olhou franzindo o cenho. -Lavanta e vaza daqui.
-A casa e sua? -Levantei limpando a grama que grudou na minha roupa.
-E da minha melhor amiga -Deu de ombros.
-Então cala a boca -Levantei uma sobrancelha e a observei de cima a baixo. -Acha que é grande e pode mandar.
-Olha sua branquela não me provoca! -Se aproximou. -Aí caralho o que foi isso -Esfregou a mão na bunda e eu ri internamente.
-O que cagou na roupa? -Perguntei e ela me olhou irritada. 
-Tomei um choque sei lá -Franziu o cenho confusa.
-Quem tá aí? -Camila apareceu da janela e fixou os olhos em mim por um tempo me fazendo ficar sem jeito.
-E eu tenho que ir -Falei olhando de canto a polinésia que me olhava desconfiada.
-Espera o que tá fazendo aqui? -Camila perguntou se apoiando na janela para me olhar melhor.
-Ela veio sentir a textura da grama -A melhor amiga dela falou de braços cruzados me olhando com o canto dos olhos.
-Ãn? Como assim? -Camila a olhou confusa.
-Eu só vim dizer obrigado por te se preocupado comigo hoje mais cedo -Passei a mão nos cabelos e coloquei o peso do corpo na perna esquerda. -É desculpa por ter saído igual uma louca.
-T-tudo bem -Camz ficou vermelha desviando os olhos de mim e eu a olhei um pouco confusa.
-Tá agora pode ir -Dinah falou impaciente.
-Dinah! -A latina a olhou brava. -Quer entrar? Espera que eu estou descendo. 
-Fala pra ela que eu tive que ir -Pedi a grandona que me olhava com cara de tédio.
-Por que tem que ir? -Perguntou me encarando.
-Por.. -Senti a dor de cabeça voltar e fiz uma careta.
-Você tá bem? -DJ perguntou dessa vez preocupada.
-Eu to e só uma dor de cabeça -Respondi tentando parecer calma.
-Claro tem um corte enorme na sua testa -Tocou o corte e eu senti doer mais.
-Ai não toca retardada -Empurrei ela ficando mais aliviada pela dor não ser a causadora dessa sessão de acontecimentos estranhos.
-Aí vocês duas parem de se xingar -Camila apareceu da porta.
-Não queria tá na sua pele -Zac apareceu do meu lado e riu.
-Cala a boca -Resmunguei no mesmo momento que DJ ia falar.
-Que? Tá vendo Mila! -Dinah me olhou irritada. -Essa desconhecida que tá mexendo comigo.
 


Notas Finais


Talvez tenha cp amanhã, então comentem, deem favorito para ativar a notificações.
Podem deixar suas opiniões aí nos comentários pois são bem vindas.
Bjos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...