História Clã Lunar - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Warrior Cats (Gatos Guerreiros)
Visualizações 4
Palavras 3.133
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Violência
Avisos: Mutilação, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu finalmente tenho meu notebook de volta, então pode ter um ou dois erros, espero que gostem
Boa leitura 😘

Capítulo 12 - Gato Negro


Estrela tempestuosa esteve muito ocupado organizando pratulhas de caça, ele nomeou Pé de Neve para ser representante, por sua experiência.

ele nem teve tempo para visitar sua amada, acabou pedindo ao irmão para avisar a ela da situação.

*

agora Correnteza havia acabado de chegar ao rio, sentou e esperou por Foha de Carvalho. depois de um tempo ele sentiu o cheiro dela.

ela sai detrás dos arbustos, mancando um pouco.

--- olá Correnteza, onde está Tempestade? --- ela perguntou sentando desconfortavelmente por cauda da dor.

--- nosso líder morreu, então meu irmão tornou-se o novo líder. agora seu nome é Estrela Tempestuosa --- informou-a, ela surpreendeu-se.

--- Entendo...queria visita-lo --- murmurrou.

--- posso leva-la se quiser,ele agora é o líder e não vai reclamar de você no nosso território --- ronronou.

--- sério?? --- ela estava animada.

--- claro, e também você e seu clã nos salvaram. É o minimo que podemos fazer --- a olhou gentilmente --- você consegue atravessar o rio? --- perguntou olhando para a

perna dela.

--- sim, a ferida já cicatrizou e so incomoda um pouco --- deu uma rapida lambida na perna e levantou-se.

--- certo, vamos --- assim eles atravessaram o rio e foram ao caminho do acampamento.

quando chegaram, todos os gatos os olhram e começaram a murmurrar, Folha de Carvalho ficou desconfortavel com a atenção. mas logo ela alegrou-se ao ver perto do tronco oco, Estrela Tempestuosa.

ele terminou de falar com alguns dos guerreiros e sentou-se, um pequeno gato marrom aproximou-se dele e eles começaram a conversar. mas Estrela Tempestuosa cheirou o ar e olhou para Folha de Carvalho, logo abrindo um sorriso feliz.

--- Folha de Carvalho! --- ronronou e encostou seu focinho no dela --- é bom ver que você está bem, sua perna melhorou?

--- sim, só incomoda um pouco --- ronronou colocando sua cabeça no ombro dele.

--- venha --- a guiou com a cauda para onde estava o pequeno gato marrom --- esse é o meu amigo, Pelo de Avelã --- o apresentou.

--- então você é a jovem Folha de Carvalho? prazer em conhece-la --- ronronou, alegre, como sempre.

--- prazer --- ela sentou ao lado de Estrela Tempestuosa, enroscando sua cauda na dele.

eles conversaram por um bom tempo, até perceberem que anoiteceu.

--- ah! eu já deveria ter voltado --- ela abaixou as orelhas.

--- vamos, eu te levo --- ronronou Estrela Tempestuosa.

--- mas você não deveria ficar no acampamento? --- perguntou preocupada.

--- não se preocupe, vai ser rápido e eu quero ter certeza que vai estar segura --- miou.

assim eles caminharam até o acampamento do Clã Lunar, conversando e aproveitando o tempo sozinhos. mas eles não perceberam uma terceira figura andando sorrateiramente pelas sombras, com os olhos âmbares brilhando no escuro.

*

quando chegaram despediram-se, Folha de Carvalho adentrou ao acampamento feliz. Mas logo o seu irmão veio em sua direção preocupado e com raiva.

--- você demorou muito! quer me matar de preocupação?? --- miou e escostou sua cabeça no pescoço da irmã.

--- desculpe, eu acabei não percebendo o tempo passando. Isso não vai acontecer novamente --- sussurrou.

--- é melhor mesmo --- Cauda de Nuvem miou sério mas aliviado.

--- tá bom, você está parecendo uma mãe superprotetora --- ronronou divertida.

ele a olhou com uma certa raiva, mas acabou ronronando ao perceber que era verdade.

*

Estrela Tempestuosa no caminho de volta sentiu uma presença mas quando olhou para onde ele sentiu ela havia desaparecido. ele olhou atentamente os lados, depois suspirou.

"não deve ser nada" pensou e sentiu a fria brisa do final da estação das folhas caídas passar por seus pelos.

~ Estação de renovo ~

finalmete as flores começaram a desabrochar e os pássaros voltarem para a floresta, tudo estava tão bonito. A ferida de Folha de carvalho já havia curado completamente, formando uma pequena cicatriz.

Agora ela estava em baixo do grande carvalho, aproveitando a vista. suspirou com a brisa que balançou seus pelos. Ela estava muito feliz, estava ansiosa para contar uma certa coisa para Estrela Tempestuosa.

*

Estrela Tempestuosa agora estava descançando na toca, ele finalmete teve tempo para relaxar.

Agora com as estação de renovo algumas rainhas tiveram seus filhotes. Pata de Lama estava no final de sua aprendizagem, pronto para torna-se um guerreiro. Pé de Neve estava orgulhoso de seu aprendiz, mesmo sendo ferido gravemente não desistiu da vida de guerreiro.

*

mas o que eles não sabiam era que um perigo aproximava-se de seus territorios, olhos vigiam cada movimento dos dois clãs.

~ Fora da floresta ~

Um gato negro estava deitado sobre uma pedra na região das montanhas, ele estava lambendo sua pata tranquilamente. Vários gatos estavam ao seu redor.

--- Não acha que devemos agir? --- perguntou um enorme gato alaranjado listrado de castanho para o gato negro que abriu seus olhos, eram vermelhos como rubis.

--- precisa mesmo? estou com preguiça --- perguntou fingindo estar irritado, o outro olhou para ele sério e ele suspirou --- certo, certo...vamos agora --- avisou e todos os outros gatos aproximaram-se --- vamos nos dividir em três grupos, o meu grupo vai interagir, o grupo de Coração de tigre vai ficar na espreita e o ultimo grupo vai ficar vigiando se ninguem se aproxima --- informou-os e desceu da rocha --- vamos lá.

ele comecou a correr em direção á floresta e todos os outro o seguiram, separando-se como ele indicou.

*

ele aproximou-se do acampamento, estavam só dois gatos com ele, não demorou muito para dois gatos aparecerem à entrada.

--- quem são vocês e o que querem? --- perguntou Cauda de Nuvem levantando sua cauda.

--- só queremos conversar, poderiamos entrar? --- perguntou o gato negro abaixando à cauda e as orelhas.

--- certo, esperem um pouco --- avisou, Manto da Noite.

--- certo --- miou e sentou-se.

Manto da noite entrou e Cauda de Nuvem ficou vigiando-os, o jovem gato negro estava sentado olhando em volta, parecendo curioso.

Manto da Noite voltou e disse-lhes para entrar. todos os gatos do clã estavam reunidos.

--- olá, como posso ajuda-los? --- perguntou Estrela Dourada, desconfiada.

--- sabe...eu queria fazer uma proposta para você --- miou o gato Negro, fazendo a gata dourada estreitar os olhos --- que tal você e seu clã entrarem para o nosso? --- perguntou ele fechando um pouco os olhos e sorrindo.

--- oque? clãs não se unem, é contra o código dos guerreiros! --- ela avisou ja um pouco irritada.

--- certo, certo... então...que tal assim? ou você e seu clã entram para o nosso ou nós matamos todos e destruiremos o seu clã, oque acha? --- perguntou sorrindo assustadoramente.

--- oque?? saim daqui agora ou vamos expulsar vocês a força --- ela avisou ja mostrando levenmete as garras e os dentes.

--- já entendi sua resposta --- ele levantou rapidamente a cauda e vários gatos pularam para dentro do acampamento e cercaram todos --- mudou de ideia? --- perguntou sorrindo fracamente.

--- não! nunca vou quebrar o codigo dos guerreiros! --- rosnou.

o gato negro suspirou e aproximou-se do grupo, olhou para todos e seus olhos pararam em Pata Espiritual, ele estreitou os olhos e olhou para Coração de tigre. Ele apontou sua cauda na direcão da aprendiz e o guerreiro assentiu.

Coração de Tigre aproximou-se com a cauda levantada e olhou para a pequena gata --- você vem com agente --- ele a encarou.

Cauda de Fumaça e Manto da noite entraram na frente dele mostrando os dentes, Coracão de Tigre balançou sua cauda para cima e para baixo. eles ouvem um miado assustado e veem que era Folha de Carvalho, um outro guerreiro estava com as garras a mostra a um pelo de ditancia de seu pescoço.

os olhos de Cauda de Fumaça fecharam com força e ele recolheu as garras, olhando para baixo, manto da Noite fez o mesmo.

--- Vou da-lhes meia lua para descidirem-se --- avisou o gato negro, Coração de Tigre estava ao seu lado com Pata Espiritual apavorada sendo rodeada por sua cauda. o gato de olhos vermelhos saiu do acampamento, Coração de Tigre pegou a aprendiz na boca e acompanhou o líder (Pata Espiritual é um pouco menor que os gatos normais e coraçao de Tigre e duas vezes maior que um gato normal)

folha de Carvalho foi solta e ela suspirou de alivio, Cauda de Fumaça foi na direção dela e colocou sua cabeça no ombro da irmã.

--- me desculpe, eu fui fraco, eles levaram Pata Espiritual e você quase morreu por minha culpa --- ele sussurrou.

--- não é sua culpa, eles eram muitos --- ronronou e lambeu a bochecha do irmão --- oque faremos agora? --- perguntou à Estrela Dourada que estava palarizada.

--- eu não sei...--- miou --- acho que é o nosso fim.

--- e se pedirmos ajuda ao Clã da Névoa? eles nos devem um favor não? --- perguntou.

--- nem com eles eu acho que será suficiente --- sussurrou.

--- temos de tentar, vamos gente, vamos todos juntos. não podemos dar o Luxo de sermos atacados de novo --- avisou e todos se juntaram a ela --- vamos Estrela Dourada, é mais seguro se os clãs juntarem forças --- miou.

--- certo...--- ela suspirou e seguiu Folha de Carvalho --- ela tem espirito de uma líder, melhor do que eu --- pensou e balançou a cabeça olhando para frente.

*

quando eles chegaram, Folha de Carvalho correu para Estrela Tempestuosa que assustou-se .

--- oque aconteceu? --- perguntou alertado.

--- meu clã poderia ficar aqui por enquanto? te explico tudo na toca --- perguntou.

--- claro --- Estrela Dourada foi com eles à toca --- agora me digam, oque aconteceu? --- perguntou baixo.

--- nosso clã foi atacado por um outro clã, o qual é desconhecido. Eles queriam que nos juntacemos a eles --- miou Estrela Dourada.

--- eles levaram minha amiga e disseram que iam dar meia lua para tomarmos a descisão. Estou com medo, não sei oque pode acontecer à ela --- ela estava tremendo.

--- pelo clã das estrelas! todos estão bem? --- perguntou preocupado se sentando ao lado de Folha de Carvalho, que encostou sua cabeça em seu peito.

--- sim, nenhum está ferido --- miou Estrela Dourada.

--- é mais seguro se nos juntarmos, vou avisar meu clã --- Estrela Tempestuosa deu uma lambida na testa de Folha de Carvalho e saio da toca, subindo em cima do tronco oco --- que todos os gatos com idade suficiente para caçar sua própria comida compareção --- assim todos vieram e sentaram-se em frente ao líder --- o Clã Lunar está com problemas então vamos abrigar eles aqui --- avisou e todos olharam para o grupo --- e mais uma coisa, quero que todos os gatos andem em grupos de três ou mais, também reforcem a vigia do acampamento. espero que entendam --- Pé de Neve o olhou procurando respostas.

Estrela Tempestuosa encerrou a reunião e chamou Pé de Neve, na toca eles contaram oque aconteceu. Pé de Neve aceitou, mas disse que o Clã Lunar deveria ajudar eles com a caça e etc.

*

Floco de Neve foi em direção à toca do curandeiro, era um grande tronco de árvore caido com musgo em volta. ela adentrou e o viu cuidar de um gato que estava um pouco arranhado.

--- posso ajudar? --- perguntou Floco de Neve.

--- sim, pegue o Alho selvagem --- ela foi até a pilha de ervas e pegou o alho, levando até ele.

O gato que estava sendo tratado amaldiçouo um pouco.

--- maldita Raposa --- ele mrmurrou.

--- não deveria ter tentado expulsar ela sozinho --- Fuligem o repreendeu --- agora descanse, você corre risco de pegar uma infecção, mas o alho vai ajudar --- avisou e sentou-se, depois olhou para a gata branca --- você não era a aprendiz de Rabo de Musgo? --- perguntou surpreendendo-se um pouco.

--- sim, mas infeizmente eu sou a única sobrevivente --- abaixou as orelhas.

--- entendo...esses duas-pernas... --- suspirou --- você ja coompletou seu ensinamento?

--- sim, estou treinando uma aprendiz --- olhou para o lado triste.

--- certo, Estrela Tempestuosa já me contou. mas deviamos conversar em um lugar mais particular --- a olhou.

--- sim... --- ela olhou para a pilha de ervas --- você deveria arrumar isso --- apontou com a cauda para a desarrumada pilha de ervas.

--- agora que tem alguém para me ajudar eu posso --- ronronaram divertidos.

*

Pelo de Cinzas foi à toca dos anciões, era uma rocha que era enfiada na terra, pelos lados havia liquen e embaixo da rocha, dentro da curtina de liquen estavam os anciões. eram dois, os dois deitados um ao lado do outro, um estava dormindo.

--- bem-vinda --- sussurrou o que estava acordado.

Pelo de Cinzas balançou a cauda e deitou-se em um canto, estava tarde e ela precisa dormir.

o outro gato se aconchegou ao lado do outro e dormiu.

*

Estrela Tempestuosa deixou Estrela Dourada ficar na toca dele, junto com Folha de Carvalho é claro.

E lá estavam os dois deitados um ao lado do outro dormindo, Estrela Dourada observou os dois, depois colocou a cabeça em cima das patas e foi dormir.

*

Pele de Aveia, Manto da Noite e Cauda de Nuvem foram para a toca dos guerreiros. onde estavam oito gatos, um dormindo, quatro conversando, dois trocando lambidas e o último estava perto da porta olhando as estrelas.

--- olá, então vocês três são os nossos novos companheiros? --- perguntou um gato atartarugado --- me chamo Rabo morto --- ronronou balcançando sua cauda deformada.

--- a cauda dele foi esmagada por um monstro dos duas-pernas --- miou um gato manchado em diferentes tons de marrom --- me chamo folha caída, prazer em conhece-los --- ronronou.

--- me chamo Manto da Noite, esse é o Cauda de Nuvem e essa é a Pele de Aveia --- Manto da Noite apresentou-os --- também é um prazer conhece-los.

--- vão dormir! --- rosnou o gato que estava dormindo --- já é tarde e não quero ver ninguém cansado de manhã, isso também é para vocês --- avisou-os.

Cauda de Nuvem franziu o cenho mas foi deitar-se, bem longe dos outros. Pele de Aveia foi deitar-se perto de outras duas gatas. Manto da Noite foi para o grupo que estava conversando.

Depois de um tempo todos estavam dormindo.

*

seis gatos estavam protejendo o acampamento á noite, vigiando cada movimento de folhas. eles foram avisados se um gato aproximar-se eles tinham de atacar.

~

Pata Espiritual foi carregada até a região montanhosa, Coração de Tigre a Soltou perto da rocha onde estava o gato Negro.

--- Entre --- ordenou o de olhos rubis, saltou da rocha e apontou sua cauda para uma entrada entre as pedras.

Pata Espiritual entrou meio hesitante, mas ela sabia que seria morta se não o fizesse. O gato Negro entrou logo em seguida, olhou para ela e apontou para uma cama de musgo que estava alí. Ela sentou-se sobre a cama de musgo e abaixou o olhar

--- vamos, não precisa ter medo. E é melhor dormir, ajuda no seu crescimento --- brincou ele.

--- E-Eu já sou adulta --- avisou gaguejando.

--- certo, qual o seu nome gatinha? --- perguntou sentando ao lado dela.

--- Pata Espiritual --- sussurrou desconfortavel pela aproximação repentina dele.

--- viu só? ainda é uma aprendiz --- ronronou divertido --- meu nome é.... --- ele olhou para os lados --- qual é mesmo meu nome? --- perguntou estreitando os olhos tentando lembrar, Pata Espiritual o olhou incrédula --- acho que é.... Estrela Escura talvez? --- olhou para baixo pensativo --- é acho que é esse mesmo --- miou feliz.

--- v-você é um líder? --- perguntou.

--- sim, o nome do meu clã é Clã da Escuridão --- ronronou.

"Ele é estranho, sua aura mudou completamente. Antes era dominante e apapavorante, mas agora é... gentil?...." pensou Pata Espiritual.

--- qual é o nome do seu clã? --- perguntou ele deitando-se --- e deite-se, fique confortável --- ronronou ele ficando de barriga para cima e esticando as patas.

--- C-Clã Lunar --- ela respondeu assustada com o comportamento dele.

--- interessante... --- murmurrou ele deitando de barriga para baixo de novo, ela deitou-se um pouco afastada dele --- você é uma aprendiz de curandeira? certo? --- nem pareceu uma pergunta.

--- como você sabe? --- perguntou.

--- você tem cheiro de Ervas, principalmente de Hortelã --- ele ronronou cheirando o ar.

--- é que eu gosto desse cheiro... --- sussurrou.

--- vamos, vamos dormir. eu quero conhecer a floresta amanhã, então vou dormir logo para ir no nascer do sol --- ele ronronou e esticou as pata colocando as garras para fora... elas eram enormes, depois olhou para Pata Epiritual. ele olhou para o lado e aproximou-se dela, depois colocou sua cabeça em cima das patas e dormiu. Pata Espiritual deitou a cabeça nas patas e fechou seus olhos.

🕕

Pata Espiritual se mexeu um pouco com uma voz lhe chamando.

--- vamos, acorde gatinha --- Estrela Escura a chamou, ela abriu lentamente os olhos e o viu a encarando a um pelo de distância --- finalmete acordou, sua preguiçosa --- ele ronronou e ela assustou-se por ele estar tão perto --- vamos, vamos passear pela floresta --- ele ronronou fechando os olhos e se preparando para sair, ela suspirou e o seguiu. quando sairam Estrela Escura subiu para a rocha --- eu vou sair, não me acompanhem --- avisou e todos os gatos assentiram.

ele desceu e foi para Pata Espiritual, chamando-a com a cauda. Ela o seguiu até à floresta.

--- ah! e se você tentar fugir eu te mato e tambem destruo seu clã --- ele a olhou sorrindo feliz, mas sua voz era séria. o que fez Pata Espiritual se encolher um pouco.

Eles caminharam por um tempo em silêncio e chegaram ao campo dos coelhos.

--- ohhhh!! que legal, tem tantas flores e a brisa daqui é boa --- ronronou e fechou os olhos sentindo à brisa, o Estômago de Pata Espiritual roncou e ele a olhou. Ela olhou para o lado envergonhada --- espere aqui, gatinha --- ele ronronou e foi para o meio do campo, logo abaixando-se e ficando contra o vento. tinha um grande coelho comendo à grama, ele aproximou-se e pulou. perseguindo o coelho e pegando-o com suas afiadas garras. Pegou-o na boca e levou para Pata Espiritual --- aqui está --- ele ronronou pondo o grande coelho em frente a ela.

--- obrigada... --- sussurrou e começou a comer, Estrela Escura agachou-se e começou também a comer o coelho.

*

--- estou cheio --- ronronou ele, suspirou e olhou Pata Espiritual limpando-se. depois começou a limpar-se ele mesmo.

*

--- vamos voltar, só queria dar esse passeio --- ele a avisou e começou a andar.

eles estavam na floresta quando Estrela Escura olhou para o lado farejando o ar --- espere aqui --- avisou e pulou mata adentro.

--- ah não, será que é um gato? ele vai mata-lo --- preocupação tomou conta de sí, mas parou quando ele voltou com algumas ervas na boca.

--- aqui, um presentinho para você --- ronronou e colocou-as no chão, eram Hortelãs.

ela suspirou, pegou as ervas na boca e sussurrou um obrigado.

*

Eles chegaram ao "acampamento" do Clã da Escuridão e entraram na toca.

🕟

Pata Espiritual mastigou as Hortelãs. depois suspirou, agora com o hálito agradavel. ela estava na toca sozinha, pois Estrela Escura saiu, então um gato estava vigiando a entrada."Ele é gentil mas sabe ser assustador quando quer"pensou e deitou-se na cama de musgo, decidiu cochilar, logo ela dormiu.

CONTINUA...


Notas Finais


Sim, eu me inspirei no Flagelo/Scourge
Até o próximo Cap. 😙

Ah! Já ia me esquecendo, eu pretendo fazer outra ic contando à histórias dos gatos mortos do último Cap. Eu queria que vocês descidissem se eu faço ou não. Falem nos comentários :V


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...