História Clareia a minha vida, amor, no olhar. - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Orange Is the New Black
Tags Kavanaugh, Orange Is The New Black, Vause
Visualizações 104
Palavras 870
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Gente, capítulo curtinho, mas agora acho que engrena... O plano era realmente não rolar nada tão rapidamente, porque eu curto esse lance de sedução, de se descobrir gostando e tal.
Espero que vcs curtam e tenham paciência. Vai rolar! Claro que vai! Mas pode demorar um pouquinho mais...ou não! kkkkk
Beijos!

Capítulo 18 - Não adianta correr


POV ALEX

Cheguei em casa correndo, tinha passado no mercado pra comprar algumas coisas pra minha casa. No meio do caminho recebo a ligação da Megan e corri pra poder organizar tudo pra receber Elliot.

Lavei e armazenei tudo no lugar e decidi tomar um banho rápido, pra estar limpa e pronta pra quando ele chegasse. Quando tava saindo do banho, a campainha toca.

Corri enrolada na toalha e abri a porta. Lá estavam ele, Megan e Meredith com a cara de poucos amigos dela.

 -AL!

Elliot corre e pula no meu colo e eu tenho equilibrar ele e segurar a toalha em volta do corpo.

  - Oi príncipe Lelliot! Como vai vc?

 - Eu tô bem!

- Soube que vc andou brigando na escola por minha causa?

 Ele fica vermelhinho e diz:

 - Ele te chamou de tremenda gostosa. Ele não deveria ter feito isso.

Acho fofo demais a carinha dele, mas digo:

 - Elliot, obrigada por me defender, amanhã nós vamos resolver isso na escola. Tudo bem?

 - vc vai me levar pra escola amanhã?

Ele diz, com os olhos brilhando e eu digo:

 - Se sua mãe deixar, vc dorme aqui comigo e ama nhã a gente vai pra escola.

 - MOOOOOOOMY! Eu posso dormir aqui?????

 - vc trouxe toas as suas coisas? Ela pergunta e ele diz:

 - Sim! Meu uniforme, o tênis, tudo!

- E a sua mochila, e a lancheira????

Ela pergunta e ele bate a mão na testinha e diz!

 - Ai, esqueci! Mas mãe! Eu queria ficar!!!

 - Você dorme aqui, amanhã a gente vai pra escola e encontra com a sua mãe lá, ela leva suas coisas.  Pode ser?

Eu digo, olhando pra ela que responde:

 - Por mim, tudo bem.

 - Yeeeeeeees!!!! Al! A gente vai jogar twister! Eu trouxe meu twister!!

- Hahahaha vamos jogar, jantar. Jogar de novo e dormir!

 - Obaaaaaa! Esse é o melhor dia da minha vida!!!!!

Ele diz e sai correndo pra pegar o jogo dentro da mochila.

Segue um instante de incômodo geral. Meredith com sua cara de nojo, Megan me devorando com os olhos e eu tentando esconder meu corpo naquela toalha que parecia diminuir a casa segundo.

 

POV MEGAN

 

Meu dia não podia acabar pior do que estava. Acabei na porta dela, encarando aquele monumento estupidamente sexy enrolado numa toalha. Me permiti olhar as pernas grossas, bem torneadas e branquinhas, onde aquela maldita e obscena tatuagem gritava aos meus olhos.

Depois que Elliot foi pro quarto, Alex ficou profundamente incomodada porque não tinha mais nada pra protege-la do meu olhar devorador. E eu estava devorando mesmo! Não conseguia parar!

 - Eu vou só me vestir, entrem, fiquem à vontade!

 - Não, não precisa...A gente já vai indo. Se precisar, me ligue. Nós não vamos demorar.

 - Tudo bem, não precisa esquentar, amanhã nos encontramos na escola.

 - Certo, obrigada, Alex. De verdade.

 - Tudo bem, divirtam-se!

 - Com certeza!!!

Meredith diz animada e saímos em direção à portaria.

 - Você nem consegue esconder o quanto tá babando por ela, Megan! O que vc viu nela?

 - Talvez ela não fique se oferecendo pra mim o tempo todo, cria uma certa expectativa.

Ela fica muda e eu nem me desculpo pela grosseria.

Resolvemos ir pra um pub ali perto mesmo, queria estar mais perto caso Elliot não quisesse ficar lá. Na verdade, queria mesmo era estar lá com eles, jogando twister, bebendo um vinho e me divertindo depois de um dia péssimo.

A conversa começou a fluir com Mer. A gente até tinha uma sintonia bacana, mas eu preferia que fosse só ficadas esporádicas. Não queria me envolver com ninguém. Não agora que eu e Elliot estávamos começando a romper as barreiras do nosso afastamento estranho.

Mas se eu não queria me envolver, porque eu pensava tanto nela e na vontade de estar perto dela o tempo todo?

Eu precisava tirar essa cisma da minha cabeça. Precisava tirar essa mulher da minha cabeça!

Ficamos mais um tempo conversando e eu decidi ir embora, Meredith não ficou nada satisfeita, quando a deixei na porta do prédio onde morava, ela me dá um beijo, eu retribuo, mas não como era sempre.

 -  você realmente tá apaixonada por essa mulher?

 - Mer, eu acho que isso não é uma conversa que a gente precisa ter. E mal conheço Alex, ela é minha secretária.

- Mas nós bem sabemos que isso não é impedimento pra vc. Só acho estranho porque sempre rolou de ficar com mais de uma.

- Meredith, eu não vou discutir isso com vc, sempre deixei muito claro que nosso contato era só físico. E espero que vc mantenha isso.

Ela sorri, e se despede.

Sigo em direção a minha casa, sem nenhuma concentração no que eu tava fazendo. Em menos de 10 minutos estava parada na porta do prédio de Alex. Olhei no relógio do celular: 23:47. Precisava vê-la. A imagem dela de toalha não saiu da minha cabeça nem um minuto. Eu só queria provar um pouco mais daquela droga que era Alex Vause!

Decido sair do carro e toco o interfone.

Uns 5 minutos depois, uma voz grossa e sonolenta diz:

 - Oi...

- Alex, sou eu, me deixa entrar? 


Notas Finais


Pra quem não conhece, o título da fic é inspirada numa música do Camelo. "Pois é" é uma música que recomendo não ouvi-la na bad, mas fiquem tranquilas! Só gosto da frase! Apenas!
https://www.youtube.com/watch?v=Cv7QHJSTjPI


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...