História Clarity - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Castiel, Dakota, Debrah, Lynn, Lysandre, Melody, Nathaniel, Priya, Rosalya
Visualizações 70
Palavras 1.362
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá!! Olhá só quem resolveu criar outra fic hahahah

Bom, essa aqui é um pouco diferente. Ela tem como personagem principal a Melody do jogo AD. Não sei explicar como surgiu essa ideia, massssss vamo q vamo! ahaahha

Gostaria de agradecer a minha amorzinha @startgwirlz pela capa MARAVILHOSA! E também por me ajudar muito para essa fic iniciar, LOVE U LINDA ❤

Irei usar algumas cenas dos episódios do jogo ao decorrer dos capítulos.

Espero MUITO que gostem! Boa leitura ❤

Capítulo 1 - Prólogo.


Fanfic / Fanfiction Clarity - Capítulo 1 - Prólogo.

Ouço o despertador tocar e imediatamente pulo da cama.

Vou até o banheiro, faço minha higiene e tomo um banho, voltando para o quarto e escolhendo alguma roupa. Coloco camisa azul clara de manga e por cima um sweater vermelho; uma calça preta e um tênis. Me olho no espelho e bufo. Prendo alguns fios de cabelo em duas presilhas azuis na lateral da cabeça.

Nunca me importei com roupas e maquiagem. Na verdade, quanto mais confortável a roupa, melhor.

Pego meus livros em cima da escrivaninha e minha mochila na cadeira, colocando-a no ombro.

Desço e encontro meus pais já sentados na mesa.

Meu pai está lendo o jornal e dá algumas goladas na xícara de café em cima da mesa. Minha mãe, está passando manteiga no pão e contando como foi o dia anterior de trabalho.

Me sento e pego um pouco de suco.

- Bom dia, querida. – meu pai diz, mantendo os olhos no jornal. – Sabe que pode acordar mais tarde, não é? Não entendo o motivo de se levantar tão cedo..

- Ora, Richard! – minha mãe o repreende – Assim ela pode fazer as coisas com calma.

- Exatamente, pai. – digo sorrindo – Prefiro esperar do que fazer tudo às pressas.

- E é por isso que a minha filhinha vai conseguir uma ótima bolsa de estudos em direito. – mamãe sorri orgulhosa.

- Margaret, logo cedo já está falando disso outra vez? – meu pai dobra o jornal e o coloca em cima da mesa. – Hoje é o primeiro dia de aula dela, dá um desconto.

- O que eu disse de errado? – ela está fazendo drama.

- Não vamos discutir isso de novo. – meu pai se levanta – Filha, se quiser carona, vamos.

- Sim, papai. – me levanto também e pego minhas coisas, dou um beijo na bochecha da minha mãe e vou até a porta, onde meu pai está parado me esperando enquanto mexe no celular.

Entramos no carro e ele dá partida.

Passamos um bom tempo em silêncio, até que meu pai decide se pronunciar.

- Você não precisa se tornar uma advogada só porque sua mãe quer. – ele mantém os olhos na rua mas torce o nariz.

- Eu não estou fazendo isso por ela.. – sorrio 

- Melody, nós dois sabemos que você sempre faz os caprichos da sua mãe. – suspira – Quero que faça aquilo que você gosta, sem Margaret influenciar na sua escolha. – já estamos em frente a Sweet Amoris e o carro para lentamente.

- Papai, fique tranquilo. – dou um beijo em sua bochecha. – É isso o que eu quero. – sorrio e saio do carro.

Parte de mim esperava que algo mudaria no colégio, mas ao olhar ao redor, vejo que continua tudo igual. Até mesmo depois das férias.

Olho para a grande árvore no pátio e lá está o grupinho. Lysandre, o menino dos cabelos brancos, segurando seu bloco de notas; Castiel, o ruivo falsificado, com seu cigarro em mãos e a carranca estampada em seu rosto, e a garota do longo cabelo platinado agarrada no pescoço do garoto de cabelos brancos – se não estiver errada, seu nome é Rosalya, e ela é cunhada de Lysandre.

- Sweater bonitinho. – ouço a voz grossa e rouca vindo do ruivo que está escorado na árvore com os braços cruzados. Ele ri em deboche e eu apenas aperto mais os livros contra meu peito, desviando o olhar.

Alunos deitados na grama ou sentados nos bancos. Isso não importa. Sweet Amoris sempre será assim, os alunos sempre serão assim.

Entro na escola e vou em direção ao grêmio estudantil, onde passo a maior parte do tempo como atividade extracurricular.

Assim que abro a porta, encontro o loiro que atormenta meus pensamentos. Ele parece em outro mundo quando está aqui, sempre focado em seu trabalho.

- Hm.. Bom dia, Nathaniel. – vou em direção ao enorme armário de ferro e pego algumas pastas com documentos dos alunos.

- Ah, bom dia, Melody! – sorri sem mostrar os dentes. Ele me olha por breves segundos depois volta sua atenção aos papéis.

Esse é nosso último ano aqui, e eu preciso fazer alguma coisa para me aproximar dele.

- Como foi suas férias? – que tipo de pergunta é essa? Eu só posso estar ficando maluca. Sinto minhas bochechas queimarem.

Ele coloca a mão no queixo, olhando para o documento em mãos.

- Essa garota.. – ele procura algo dentro das outras pastas. – Ela esqueceu da foto.

E mais uma vez, fui ignorada por ele. Parabéns, Melody.

- Precisa de ajuda? – pergunto, me aproximando dele.

- Claro. – responde – Eu não estou achando a foto para a matrícula.

Me sento ao seu lado e tento ignorar o fato do meu coração bater tão forte que talvez ele consiga ouvir.

Depois de algum tempo tentando achar a foto, Nathaniel suspira.

- Com certeza ela esqueceu. – digo – Nós teríamos achado e o grêmio não é bagunçado a ponto de perdermos.

- Tem razão. – passa a mão na nuca. – Vou procura-la e informar.

A porta do grêmio é aberta e nós olhamos juntos em sua direção.

Uma garota de cabelo preto e olhos verdes está parada, sorrindo.

Nathaniel cambaleia ao tentar se levantar e sinto meu coração se apertar pelo jeito que ele a encara, com os olhos âmbar vidrados.

- Bom dia. – ela diz – Desculpe invadir, eu só queria.. – olha para os lados, ainda sorrindo – Gostaria de saber se está tudo certo com a minha matrícula.

Percebo que ela encara Nathaniel de volta, com a mesma intensidade no olhar.

Engulo seco.

- Na verdade, estávamos indo atrás de você agora mesmo. – resolvo dizer alguma coisa.

Nathaniel pisca algumas vezes e parece voltar para a Terra.

- Isso mesmo.. Está faltando.. – ele olha para a folha em sua mão e depois para a garota. Está claramente perdido.

- Está faltando uma foto. – completo um pouco sem graça pela situação. Me sinto uma intrusa e isso faz meus olhos arderem.

- Sério? – ela diz cabisbaixa. – Eu tinha certeza de que estava tudo certo..

- Não se preocupe. – Nathaniel diz, preocupado. – Você pode tirar uma na loja aqui perto e depois me entregar. – sorri

- Isso é ótimo. – um sorriso é estampado em seu rosto, fazendo as bochechas de Nathaniel se corarem levemente. – Muito obrigada, é...

Nathaniel arregala os olhos.

- Oh meu Deus! Que mal educado, eu não me apresentei antes. – ele se aproxima da garota estende a mão. – Nathaniel Williams, muito prazer.

- Lynn Parker. – ela aperta a mão dele de volta e isso faz meu pulso aumentar.

Nathaniel está encarando-a com um sorriso bobo, mas ela me olha por cima do ombro dele.

- E você... – sorri. Não posso negar que a garota é simpática.

- Melody Blancher. – sorrio sem ânimo algum.

- Muito obrigada por me ajudarem. – Lynn sorri e olha para Nathaniel uma última vez, dando as costas e saindo da sala.

Ficamos em silêncio enquanto o loiro encarava a porta com um sorriso nos lábios.

Limpo a garganta e parece despertar Nathaniel.

- Bem.. A aula já vai começar.. – ele está perdido, mexendo nos papéis em cima da mesa – Mas eu preciso que você peça a um aluno para assinar isso. – me entrega uma folha.

- Mas as aulas começaram hoje e ele já precisa assinar uma folha de faltas? – rio

- É do ano passado, ainda não foi assinada e eu preciso disso para arquiva-la.

Eu olho para o papel e leio o nome do tal aluno.

- Ah, não, não, não, não. – repito balançando a cabeça negativamente e estendo a folha de volta para Nathaniel.

Nathaniel ri baixinho.

- É, eu sei. – suspira. – Mas é melhor você ir. Sabe o que acontece quando ficamos próximos um do outro.

- Por favor, não me obrigue a isso.. – resmungo.

Nathaniel cruza os braços e solta mais uma risada baixa.

- Prometo que será rápido. – sorri e volta a ficar de frente para a sua mesa.

Respiro fundo e caminho até porta, abro e saio do grêmio.

Olho mais uma vez para a folha, torcendo para que o nome tenha mudado por mágica, mas minha prece não foi realizada.

Então é isso, terei que conversar com Castiel Kane.

Fecho os olhos e procuro toda a calma possível. 


Notas Finais


roupinha da Melody (mas troca o salto por tênis) - http://s3cdn-lookbooknu.netdna-ssl.com/files/looks/large/2013/06/17/3109680_%D0%92%D0%B8%D0%BA%D0%B0_%D1%81_%D0%BF%D1%80%D0%BE%D0%B7%D1%80._%D1%81%D1%82%D0%B0%D0%BA%D0%B0%D0%BD%D0%BE%D0%BC.jpg?1371478353

É isso... estou louca para saber o que vocês acharam e se gostaram da ideia :( haahah

beijinhosss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...