História Clexa - Alvorecer Sombrio - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias The 100
Personagens Clarke Griffin, Lexa
Exibições 42
Palavras 721
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai
Avisos: Bissexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Me matar?


Ainda decidida a tentar mudar o pensar de Lexa, mesmo ainda não entendo o motivo, ela queria tentar, queria transformar aquele ser maligno.

‘’ Certo, Clarke! Mais uma vez, vamos lá! A convide a trate bem, mostre para ela a melhor coisa da vida, comer! – Clarke bate seus punhos como motivação, esse é um dos planos mais ridículos que teve até agora, porém ela estava decidida a roubar Lexa pela inocência de seus atos.

Clarke caminha até o quarto de hospedes, e bate na porta.

-Lexa? Está ai?

-Princesa? –Lexa abre a porta sem expressão no rosto. –Seus cabelos estão caídos em seu ombro, deixando a outra parte do pescoço a vista.

Sem notar, Clarke a olha de cima a baixo.

-Eu queria me desculpar por mais cedo, gostaria de se juntar a mim novamente? Em um piquenique amanhã? –Clarke pergunta sorridente.

-Por que não? Eu adoraria conhecer as pessoas do seu reino, afinal só fiquei aqui, andando pelos corredores.

-Ah sim... isso teremos de avaliar ainda, elas não estão acostumadas com visitas... mais eu posso dá um jeito nisso. –Clarke ficou sem jeito, Arthur tinha proibido ela de algumas coisas e essa era uma das primeiras.

-Oras, você é a comandante, o que pedir o povo tem que obedecer. –Lexa falou decidida. Ainda não suportava a ideia dessa garota tão despreparada governar um reino.

-A vida não é feita apenas em dar ordens, e sim conviver Lexa, eu não preciso dar ordens todos sabem seus devidos lugares, assim como eu sei o meu. –Clarke ficou apreensiva e negativou o que Lexa falou, não querendo ofender deu uma resposta simples e direta.

-Eu te vejo amanhã cedo! Certo? –Clarke disse quebrando o clima e tirando o olhar de curiosa de Lexa.

‘’ Princesinha mimada, gostaria de ver mais atitude de sua parte. Eu devia sair e sondar o reino, porém há guardas por todas as partes, esperarei uma hora mais propicia para isso, por agora irei descansar.

A noite estava adentrando cada vez mais, cada uma em seus quartos dormindo, o que não sabiam é que ambas tinha contado direto com o mundo espiritual.

‘’ Onde estou? – Clarke abre seus olhos e vê que se encontra debaixo de uma arvore, e uma figura a observa sentada. Estava encostada no tronco, com seu braço deitado no joelho confortavelmente, olhando fixamente para Clark.

-Lexa, o que faz aqui?

-Eu estou observando você, pensei que nunca ia acordar.

-Você me trouxe aqui? – Clarke estava sem entender nada, e não se lembrava de nada que fez naquela manhã.

-Para que perderia meu tempo?

-Como assim? É o piquenique? Céus eu dormi? Desculpe.

Clarke ainda não percebera mais estava sonhando, Lexa também não notou nada, ambas estavam deitadas porém conectadas.

Sem as duas perceber uma sombra estava rodeando o campo, e chegava cada vez mais perto. Clarke caiu de quatro e colocou sua mão no peito, algo estava errado, ela sentia um grande pesar.

-Lexa? O que é isso? –O olhar de Lexa continua fixo nela. E ao desviar e olhar seu redor ela vê as trevas.

-Levanta garota, parece que tem algo vindo para nós.

-Eu não consigo, eu não posso.

-Como não? –Clarke vira para as trevas e agora tomba de vez.

Lexa então percebe que aquilo não é um sonho e sim o mundo espiritual, as duas estavam conectadas, ela não sabia como, porém sabia que as trevas era alguém querendo interferir seus planos e ninguém faria isso. Aquele poder sombrio só podia ser ele...

‘’ Impossível, se Clark sente o pesar daquela sombra, significa que... –Lexa fica pasma ao saber que Clarke sentia sua aura assassina e mesmo assim ela tentou se aproximar, mesmo isso fazendo mal a ela. ‘’ Essa garota é mais idiota do que pensei. Se ela continuar aqui, vai morrer antes de acordar, e isso não é bom para meu plano, meu foco é dominar depois matá-la bem lentamente.

Lexa puxa Clarke pelo braço a levantando e a colocando contra seu corpo, seu rosto chega mais perto e se aproxima lentamente de seus ouvidos.

-Eu sei que isso vai doer... –Ela sussurra e de seus lábios sai um sorriso.

Lexa finca sua espada em Clarke, seus olhos se encontram, Clarke a segura para não cair no chão.

-Lexa... –Clarke tentar falar algo, e a escuridão toma seus olhos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...