História Clichês_um gamer apaixonado - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Dakota, Debrah, Iris, Kentin, Kim, Leigh, Li, Lynn, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Violette
Exibições 74
Palavras 2.923
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Harem, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 12 - Merda armin!


Fanfic / Fanfiction Clichês_um gamer apaixonado - Capítulo 12 - Merda armin!

Lynn: rs, claro que pode.

Armin: então, podemos ir buscar essa lista logo?

Lynn: sim, podemos sim- nós demos as mãos e fomos ate a sala de ciências.

Nathaniel: vieram pegar a lista?

Lynn: sim.

Nathaniel: aqui está- quando Nathaniel ia me entregar à lista, Castiel estica o braço sobre meu ombro e a pega antes de mim.

Lynn: ei.

Castiel: foi mal, peguei primeiro- ela a ergueu e eu fiquei pulando para tentar pega-la.

Nathaniel: deixa pra la, tome- ele me entregou outra lista e em seguida entregou uma pro Armin.

“LISTA”

1º ROUPAS DE BANHO

2º ESCOVA DE DENTES

3º ROUPAS COMUM

4º 5 REAIS

5

º SAPATOS DE CORRIDA

Armin: nossa, bastante coisa.

Nathaniel: nem tanto, fiquei sabendo que eles vão dar a maioria das coisas que iremos usar.

Lynn: parece que será bem divertido.

Armin: acho que sim.- ele sorriu pra mim.

QUEBRA DE TEMPO_TERÇA FEIRA_DE MANHA

____PRIMEIRO DIA___

Droga, acordei atrasada, eu deveria ter acordado meia hora atrás, que raiva, tomara que o ônibus ainda esteja lá._peguei minhas coisas correndo e desci as escadas.

Lynn: tchau mãe, estou saindo.

Lucia: tchau filha.

Danilo: mamãe, onde a lynn vai?

Lucia: ela vai passar a semana fora querido.

Danilo: eu quero ir também.

Lynn: você é muito novo maninho, tchauzinho pra vocês.

Lucia: que dia você volta?

Lynn: acho que no domingo, pela tarde, não tenho certeza.

Lucia: tá bem, cuidado.

Lynn: sim, tchau- saí correndo batendo a porta forte- ops, ok, ela não gritou.

Lucia: LYNN QUE BATIDA FOI ESSA NA PORTA?!

Lynn: rsrs, desculpa- voltei a correr torcendo pra vizinhança toda não ter ouvido minha mãe gritando daquele jeito. Finalmente cheguei na escola, estava um pouco atrasada, mas o ônibus estava lá ainda.- Ufa, eu cheguei diretora.

Diretora: ótimo, só falta você e o...

Lysandre: cheguei!- ele disse meio sem folego, oque  me fez rir, ele estava suado e riu um pouco também.

Diretora: ótimo, o dinheiro por favor.

Lynn: aqui- eu pisei no primeiro degrau do ônibus quando ouvi Lysandre dizendo.

Lysandre: puxa, eu sabia que tinha esquecido alguma coisa.- desci do ônibus correndo, peguei mais cinco reais de precaução que eu havia trago e entreguei a diretora.

Lynn: vamos Lysandre- peguei na mão dele e corremos para dentro do ônibus, só tinha dois lugares vagos na frente, então ficamos lá.

Lysandre: obrigado!

Lynn: por nada, isso que os amigos fazem ne? Rs, você só não esquece a cabeça porque é grudada.

Lysandre: pois é! Há há!

Lynn: nossa, eu realmente cansei muito.

Lysandre: minha casa fica a seis ruas da escola, como acha que eu estou?

Lynn: cansado e...- eu peguei um lenço da minha mochila- e muito suado- limpei o suar que estava saindo do canto da sua orelha e ele sorriu corando.

Lysandre: obrigado de novo.

O ônibus começou a andar assim que a diretora entrou no ônibus junto do professor faraise.

Um tempo depois nós chegamos, Lysandre e eu fomos os primeiro a descer, quando estavam todos fora do ônibus eu comecei a olhar em volta. Nossa, como é lindo aqui. Senti uma mão tocando meu ombro e olhei para traz.

Armin: estava me procurando?

Lynn: Armin!- dei um abraço nele.

Armin: há há há! Achei que você não viria, comecei a ficar chateado.

Lynn: eu estou aqui!

Armin: isso é bom.

?????: ola, eu sou o instrutor de vocês.- chegou outro rapaz ao lado do menino que estava falando conosco. Eles eram até bonitinhos.

?????: como eu estava dizendo, sou o instrutor de vocês, e ele também!

?????: prazer, me chamo Deen.

?????: e eu sou o Cálio.

Ambre: que bonitos.

Li: nem fala.

Diretora: bom, eu e os outros professores vamos voltar, divirtam-se. Até semana que vem.- ela entrou em um carro junto de mais três professores e foram embora.

Cálio: bom, a diretora já deve ter separado os grupos eu imagino.- todos responderam que sim.- ótimo, e, quantos grupos ficaram?

Lynn: quatro.

Cálio: obrigada, então, temos exatamente quatro cabanas para cada grupo, duas beliches acho que serve não é?- todos confirmaram.

Deen: podem ir até suas cabanas, e não saiam de lá, já já vamos chamar-vos aqui.

Todos saímos até algumas cabanas que se encontrava mais a frente, elas eram quartos grande, na verdade, uma como apenas com dois criados mudos e duas beliches. Corri e coloquei minha mochila em cima de uma das cama, a de cima, logico.

Castiel colocou sua mochila na mesma cama que eu, só que na de baixo, Rosalya e Lysandre foram para a outra cama.

Castiel: parece que isso vai ser bem divertido.

Rosalya: não conte muito com isso, Armin vai tornar sua vida um inferno.

Castiel: enquanto eu tiver esse anjo- ele me puxou e me deu um abraço de lado- vou estar sempre no céu.- Rosalya e Lysandre caíram na gargalhada e eu também um tempo depois.- qual foi? É poético sabia?

Lynn: não há há há.

Lysandre: é ridículo há há há.- Castiel ficou serio mas depois se rendeu e começou a rir junto.

Mas Rosalya parou de rir de uma vez, ela estava mexendo no celular.

Rosa: ai não...

Lynn: oque foi rosa?

Rosa: Leigh, el, mandou uma mensagem.

Lynn: e, oque ele disse?

Rosa: eu...- ela começou a chorar saiu correndo, eu ia atrás dela, mas Lysandre me parou e disse que iria com ela. Eu assenti e eles saíram me deixando sozinha com o Castiel.

Lynn: oque será que aconteceu?

Castiel: e eu que vou saber?- ele me encarou. - desculpa.

Lynn: por que tá pedindo desculpa?- virei pro lado emburrada.

Castiel: ava, vai ficar assim?- olhei pra ele o fitando...

Lynn: hum...- voltei a virar pro lado, quando ele se aproxima e se senta do meu lado.

Castiel: há há há tá tudo bem com a rosa, ela é meio sentimental mesmo, mas, se quiser realmente saber, espere ela chegar.- eu confirmei e ele se levantou, foi até sua mochila e tirou de lá um joguinho de psp. Olhei pra ele espantada.

Lynn: oque é isso?

Castiel: até parece que você não sabe, eu comprei pra você, mas você estava tão irritada que eu não consegui te entregar.

Lynn: e com razão.

Castiel: claro- ele disse zombando de mim- com toooda razão do mundo.

Lynn: há há *irônica* sem graça.

Castiel: ei, e se a gente passeasse um pouco? O acampamento parece ser bem grande.

Lynn: claro, vamos esperar a rosa e o lys para irem conosco.

Castiel: acho que eles ainda vão demorar, vamos logo.

Lynn: bom, está bem, acho que podemos ir.- saímos da cabana, eu não via ninguém fora das suas cabanas.- está realmente nublado hoje!

Castiel: sim, está mesmo.

Lynn: acho que vai chover.

Castiel: epa, se esconde- nos abaixamos numa moita quando ouvimos barulhos.- *sussurrando* acho que são os instrutores.

Lynn: sim, devem ser- ficamos observando até passar duas pessoas, mas, não eram os instrutores.- oque?!- eu estava me levantando de vagarinho quando Castiel me abaixa de uma vez e faz sinal para eu fazer silencio.- porque ele está com ela?

Castiel: vamos apenas observar. . .- Castiel e eu ficamos na moita ouvindo Armin e Íris conversando e sorrindo juntos.

Lynn: eu, eu acho que ele não sabe que ela gosta dele.

Castiel: está bem mais que na cara, todos da escola já perceberam.

Lynn: Armin é cara de pau, ou sonso, ou até apenas um pouco lerdo na maioria das vezes.

Castiel: acho que pode ser isso também rsrs.

Lynn: a gente pode voltar?

Castiel: claro, podemos voltar se você quiser.

Lynn: eu não queria estragar o passeio, me desculpe.

Castiel: que nada, vamos- ele se levantou de vagar e estendeu a mãos. Voltamos pra barraca e Lysandre e Rosalya estavam lá.

Lynn: roslaya, oque foi? Oque aconteceu?

Rosalya: nada. E vocês?! Se divertiram?- ela fitou Castiel sorrindo.

Castiel: eu não sabia de nada.- ele levantou as mãos para cima se rendendo.

Lysandre: há há há.

Rosalya: parece que armamos para você.

Lynn: há há há *irônica* sem graça!

Rosalya: bom, eu tenho que ver como é o lugar. Você vem lys?

Lysandre: claro! Vou sim.- eles saíram juntos.

Castiel: lynn...- ele se aproximou de mim e se sentou ao meu lado na cama de cima.- olha, eu preciso te falar uma coisa, que... eu acho que você já deve saber.

Lynn: diga!

Castiel: olha, eu gosto de você, tipo, gosto muuito, mas... eu sei que você gosta do Armin, e... eu só quero te ver feliz. E não precisa ficar me dando aquelas patadas na frente de todo mundo não viu?!- ele cruzou os braços e fez biquinho.

Lynn: hahaha, que isso.

Castiel: bom, era isso, eu não quero perder a amizade com meu amigo, mas, se ele der bola, eu vou aproveitar- Castiel e eu rimos.

Cálio entrou na cabana de uma vez e disse.

Cálio: todo mundo pro centro para almoçar.

Castiel e eu assentimos e saímos juntos para o centro, onde se localizavam algumas mesas com bancos lindas, tudo novinho, era bem iluminado.

Lynn: nossa como aqui é lindo!

Castiel: sim, bastante.

Lynn: conseguiu estragar!

Castiel: ei, espera um pouco, eu não sou tão feio assim!

Lynn: não é você.- eu olhei diretamente para uma mesa onde se localizava o Armin, e ao lado dele a íris.

Castiel: se quiser podemos escolher outra mesa.

Lynn: não, eu quero ficar lá.

Castiel: há há há, você quem manda- caminhamos até a mas e Castiel e eu nos sentamos a frente deles.

Armin: oi! Demorei pra achar você, eu saí pra procurar você, mas não achei.

Lynn: rs, pois é.

Deen: bom, aqui estão seus almoços- ele entregou um prato com alguns legumes e comidas variadas.

Comemos tudo e depois voltamos as cabanas, começamos a ficar com sono, mas nosso sono foi interrompido por outro berro do calio, avisando que teríamos uma atividade.

Lynn: oque será agora?- nos dirigimos para uma quadra que tinha onde todos estavam reunidos.

Deen: bom, como temos quatro grupos, vamos juntar de dois em dois e faremos uma corrida.

Calio: posso?

Deen: a vontade.

Calio: bom, formem os grupos que estão normalmente- cada um foi para o lado onde seu grupo estava.- ótimo, junte este grupo com este e aquele com esse aqui.

Armin acabou no meu grupo, junto da íris, violete e a bia.

Armin: ola.

Violete: oi.

Lynn: ola.

Castiel: hum...

Calio: bom, vou dar as regras da corrida...- ele entregou um mapa.

Deen: separem quatro pessoas de cada grupo agora. Os que tem as melhores habilidades, porque isso será bem longo.

Castiel: então, quem vai?

Bia: eu só quero assistir.

Rosalya: eu também, o-dei-o correr, eu fico toda suada.

Lysandre: podem ir, vou ficar bem aqui.

Violette: eu acho melhor eu não participar.

Castiel: então?!

Lynn: parece que ficamos apenas nós.

Armin: legal- ele se prendeu n meu braço- vamos ganhar!

Calio: prontos?- todos concordaram- comecem- cada grupo foi para um canto da floresta que tinha no acampamento, meu grupo foi para o lado onde tinham pedras, lama, e umas lagoas rasas.

Armin: deveríamos ter pego o caminho que eu falei Castiel.

Castiel: ei! Não me culpe, não tive nada a ver com a escolha.

Armin: como assim?! Teve TU-DO a ver, você praticamente nos forçou a vir por essa lado.

Lynn: ei, este não é o caminho errado!

Armin: não tem caminho errado! Mas este é o pior.

Lynn: poxa Armin, colabora.

Castiel: se você quiser pode ir pelo outro lado.

Armin: eu não sei por onde é.

Castiel: isso já não é problema meu.

Lynn: ei, galera, parem de brigar, vão acabar ganhando a gente.

Armin: então quer dizer eu a culpa é minha?

Castiel: acho que é exatamente isso!

Lynn: íris, me ajude aqui!

Íris: não fale como se a culpa fosse minha!

Lynn: estou apenas pedindo ajuda, será que você não presta pra nada mesmo?

Íris: claro que presto.

Lynn: então vai! Acaba com a briga dos dois- apontei para os meninos, que ainda discutiam. Iris levantou a cabeça e se aproximou dos meninos_essa eu quero ver_ela chegou mais perto do Armin e o puxou para um beijo, Castiel parou de gritar na mesma hora, ficou mais perplexo que eu, ele me encarava e eu já estava com os olhos marejados, não aguentei ficar vendo aquilo nem por dois segundos, corri passando pelo meio dos dois os separando e depois continuei correndo pela floresta sem rumo.

Lynn: droga! Eu odeio você Armin!- ele não tinha empurrado ela nem nada. Mas, que merda, como sou inútil, acho que me perdi. Eu não parei de correr, alguma hora eu tenho que sair daqui. Acabei pisando entre duas pedras e caindo em uma lagoinha de pelo menos uns dez centímetros, acabei molhas algumas partes da minha roupa. Me levantei e percebi que tinha torcido meu tornozelo.- merda! Ai, isso dói.

Castiel: LYNN – ouvi ele gritar do outro lado das arvoras.

Lynn: ESTOU AQUI!- ele correu de onde eu estava lhe chamando.

Castiel: como isso aconteceu?- ele levou seu olhar diretamente para minhas roupas encharcadas e meu pé que se encontrava vermelho.- está doendo?

Lynn:um pouco.

 Castiel: vem- ele me pegou no colo e me levou de volta para a cabana.- fique aí- disse me colocando em cima da cama, pegou uma faixa e envolveu no meu tornozelo.- esta melhor?

Lynn: dolorido. Dói um pouco!

Castiel: vai ficar melhor, não se preocupe- apenas confirmei e ele saiu da cabana e depois voltou com um dos instrutores, o instrutor conversou comigo depois voltou a sair. Castiel se sentou ao meu lado na cama e começou a falar comigo.- entao, como se sente?

Lynn: dói muito Castiel!

Castiel: não estamos falando do seu pé, estamos?- neguei com a cabeça e ele ficou com o semblante trite.- não quero que fique triste ou, sei la, assim por causa dele, vamos curtir tá legal? É um acampamento, vamos nos divertir.

Lynn: cho que perdi o espirito de diversão- me deitei e virei pro lado...

UM TEMPO DEPOIS____

?????: ei, você está bem?

Lynn: Castiel, já disse que eu não quero falar com ninguém- me virei para ele.

Armin: só queria que soubesse que... eu não cedi a íris, eu, não a beijei.

Lynn: e daí?- me virei para o lado oposto da qual ele se encontrava..

Armin: lynn, não dê esses ataques de ciúme de uma hora pra outra...

Lynn: OLHA QUE FALA, UM MENINO QUE NÃO DEIXA O CASTIEL NEM FALAR COMIGO QUE JÁ FICA FRESCO! Armin, eu...- eu comecei a deixar as lagrimas saírem, quando ele se aproxima e me abraça.

Armin: me desculpe, sei como é pra você, eu... eu juro que falei com ela, deixei bem claro, u também fiquei surpreso, não quero que fique assim comigo.

Lynn: você é o único que não havia percebido Armin!

Armin: ei, não me julgue, você demorou pra perceber muitas coisas ainda!

Lynn: e a maioria das coisas que, você tem que perceber... ainda estão lha aguardando.

Armin: do que você está falando?

Lynn: nada, esquece- eu ia me levantar mas esqueci do meu pé e pisei e falso.

Armin: ei, oque é isso- ele me ajudou a me levantar e me colocou em cima da cama, segurou no meu pé com carinho- me diz, como machucou isso?

Lynn: eu caí.

Armin: como?

Lynn: não importa!

Armin: lynn, eu quero te ajudar, mas não dá se você não colabora!

Lynn: ei pisei entre duas pedras e caí no lago.

Armin: no lago?!

Lynn: sim.

Armin: mas, como caminhou até aqui?

Lynn: Castiel me trouxe.

Armin: ele te trouxe nos braços?!

Lynn: sim.

Iris entrou pela porta e se sentou ao lado do Armin.

Íris: ela está bem?

Lynn: estou ótima íris, será que pode nos dar licença?

Íris: desculpe, apenas queria ver como você estava... Você vem? Armin.

Armin: não íris, eu vou ficar aqui com...

Lynn: a namorada dele, e se não se importa eu não gosto que...

Armin: fiquem beijando o namorado dela sem mais nem menos!- ele ficou serio pra ela e eu comecei a rir baixinho. Iris saiu cabisbaixa e eu e Armin caímos na gargalhada.

Lynn: deu certo.

Armin: espero que ela não tente mais nada.

Lynn: fico feliz que você tenha dado um jeito nela.

Armin: formamos uma bela equipe não é?

Lynn: é claro- ele levantou a mão, eu bati na mesma- sempre...

Armin: bom, acho melhor eu ir, ou o calio pode ficar desconfiado.

Lynn: claro, nos vemos depois?

Armin: sim, até depois.

Lynn: até!

Acho que vou dar uma volta, meu pé está bem melhor. Saí e fiquei rodando o acampamento por um tempo, até encontrar o Castiel.

Castiel: que bom que seu pé melhorou.

Lynn: sim, estou muito melhor, obrigada por cuidar de mim.

Castiel: o deen está nos chamando.

Lynn: sim, estou indo- segui Castiel até o local do encontro.

Deen: bom, estão todos aqui? Vamos fazer uma breve caminhada, não é muito longa, estão de acordo?- todos confirmaram e fizemos a caminhada, que era bem curta, depois começou a chover e tivemos que voltar para as cabanas. Esperamos a chuva passar e fomos para a fogueira, estava tudo ótimo, comemos e contamos historias, mas começou a chover novamente. Voltamos todos correndo para as cabanas novamente, eu parei na frente da minha cabana e acabei me molhando um pouco, eu estava na chuva e comecei a reclamar.

Lynn: merda! Não dá pra fazer nada nessa chuva.

???????:até dá- ele me puxou para um beijo molhado, Armin beijava bem até mesmo embaixo da chuva. Separamos-nos e eu o encarei... Droga!

Lynn: Castiel?!

CONTINUA...


Notas Finais


- e.......... FUDEU
- castiel aproveitador do Caralho!
- acho que ela gostou hihihihi
obrigada por ler, até o proximo capitulos minhas princesas, beijo com sabor de queijo e, tchau!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...