História Clichês_um gamer apaixonado - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Dakota, Debrah, Iris, Kentin, Kim, Leigh, Li, Lynn, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Violette
Visualizações 263
Palavras 1.783
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Harem, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 14 - No fundo do poço


Fanfic / Fanfiction Clichês_um gamer apaixonado - Capítulo 14 - No fundo do poço

Lynn: onde você vai me levar?

Armin: rs, é só um passeio, vamos?

Lynn: tá bom.

Armin: ok, se arrume que eu vou te esperar aqui fora, não esqueça da roupa de banho!

Lynn: roupa de banho?- eu não estou entendendo nada, ele saiu da cabana e eu coloquei um biquíni por debaixo de uma roupa que eu tinha trazido.- depois saí e encontrei ele fora da minha cabana, Armin pegou meu braço e saiu correndo comigo.

Depois de correr bastante chegamos em um lago que parecia um pouco fundo.

Armin: chegamos.

Lynn: mas, vamos banhar?

Armin: sim- ele começou a tirar a roupa e ficar apenas com a bermuda.- vamos ou não?

Lynn: mas, parece fundo, e... eu não sei nadar.

Armin: vem- ele estendeu os braços.

Lynn: acho melhor eu ficar só molhando os pés.

Armin: pelo menos tira a roupa, pra eu não ser o único assim!

Lynn: tá mas, eu só vou tirar a blusa!

Armin: tá!- eu tirei a blusa e fiquei com o short, me sentei na beira do lago e Armin pulou de uma vez no lago jogando agua em mim.

Lynn: ai Armin, me molhou toda!

Armin: molhei foi?- ele foi nadando até mim...- vem, sobre nas minhas costas.

Lynn: eu não, essa agua deve tá fria.

Armin: anda logo- ele se aproximou e me pegou pela cintura me colocando na agua de uma vez.

Lynn: merda! Tá muito fria!

Armin: rs, eu sei- ele foi afundando devagarzinho me trazendo pra baixo.

Lynn: Armin, isso é fundo!

Armin: não é não- ele me colocou de pé no lago. – viu? É raso.

Lynn: verdade, eu fiquei preocupada a toa.

Armin: afunda!

Lynn: que?!

Armin: afunda agora.

Lynn: mas , pra que?!

Armin: so, afunda.

Lynn: ai, tá bom.- prendi a respiração e mergulhei no lago com os olhos fechados, logo senti algo tocando meus lábios, era gelado, pois estava dentro d’agua. Levantei depressa com o susto. Abri os olhos tirando a agua do meu rosto.- me assustou Armin- dei um tapinha no seu peito.

Armin: rs- ele segurou meu braço antes de bater nele, e depois me deu um selinho, que logo foi se transformando e um ótimo beijo quente e molhado.- você fica fofa corada.

Lynn: eu, não estou corada- virei o rosto.

Armin: ei- ele pegou no meu queixo e virou meu rosto pra ele novamente me dando um selinho rápido.- linda.

Eu sorri e começamos a fazer uma guerrinha de agua, até que uma certa pessoa pulou na agua em bola da canhao e me jogou para uma parte funda. Eu comecei a descer, tentava subir mas não conseguia.

Armin POV’S

Carai Iris, demente. Agora cadê a lynn??

Armin: Iris, sua retardada!

Íris: calma Armin!

Armin: se acontecer alguma coisa com ela eu culpo você- disse procurando lynn por todo lado- lynn!- comecei a chama-la, mas ela não respondia, fui procura-la embaixo d’agua, mas não encontrava nada dela, até que um certo alguém pulou na agua e ficou la em baixo por um tempo de pelo menos uns 10 segundos depois subiu de uma vez, mas estava de mãos vazias, mergulhou novamente de uma vez no mesmo lugar e depois de mais tempo ele subiu com ela nos braços.- lynn!- nadei até ele e ia pega-la no colo, mas ele desviou e continuou até chegar a margem. Colocou ela deitava no chão.

Ela não acordava de jeito nenhum, ele dava tapinhas de leve em seu rosto para corda-la mas nada. Pressionou seu peito com frequência, mas ela não despertava. Até que ele se abaixou de uma vez, tampou o nariz da mesma e fez-lhe respiração boca a boca. Ela continuava sem acordar, e ele repetia os movimentos.

Ate que ela tossiu e botou uma quantidade grande de agua pra fora. Se sentou um pouco zonza e depois foi se deitando de vagar e ficou olhando pra cima.

Armin: você se sente bem?- ela confirmou e continuou olhando pra cima, onde se encontrava uma arvore linda com folhas verdes.

Lynn: eu, quase morri...

Armin: mas você não morreu!- levantei-a de uma vez e dei-lhe um abraço apertado.

Lynn: quem pulou?

Armin: a íris... como se afogou?

Lynn: eu, não se nadar muito bem e... quando ela pulou, me jogou pra parte funda, e me pé bateu com força em uma pedra, e eu acho que machucou- olhei rapidamente para seu pé que se encontrava inchado e vermelho.

Armin: você machucou feio! Vem, vou te levar pra cabana- eu ia me aproximando quando ele a pega no colo primeiro e diz.

Castiel: já fez o bastante Armin!- e a leva para longe.

Armin: merda!- me sentei embaixo da arvore e fiquei olhando o lago que agora se encontrava sem ninguém... Ela deve estar muito cansada aconteceu muita coisa hoje, preciso ir falar com ela.

Me levantei e fui caminhando até sua cabana. Quando entrei, Castiel estava sentado ao pé da sua cama e ela estava deitava coberta com um pano grosso.

Armin: ela está bem?- me aproximei.

Castiel: com febre- Castiel segurava um termômetro.

Armin: deixa eu ver- ele me passou o termômetro, que marcava 38 graus.

Castiel: ela está queimando de febre.

Armin: deve ser por causa do acidente...

Castiel: é! Por causa do acidente, por causa da agua fria em um dia de vinte e dois graus, só pode querer matar a menina mesmo!

Armin: mas não estava tão frio quando fomos banhar.

Castiel: estava sim, ela até reclamou da agua fria.

Armin: sei disso mas, como sabe que ela disse isso? Estava nos espionando?

Castiel: não! Eu já estava la a bastante tempo se quer saber! Vocês que não me viram.

Armin: então, quer dizer que viu íris pulando na agua? E também viu que lynn estava se afogando de inicio? Por que não a ajudou desde o começo?!

Castiel: queria ver se você dava conta do recado, mas parece que me enganei, tive que correr até la, para salva-la, ou ela teria se afogado. Se quer saber, desde de manha, eu estou gripado, com febre e zonzo, mas eu pulei naquela agua gelada por que VOCÊ não ajudou ela! Sacrifiquei minha saúde se quer saber!

Armin: ninguém mandou você pular naquela agua!

Castiel: queria que ela tivesse morrido é isso?

Armin: não! Claro que não!

Rosalya entrou pela aporta e viu um pedaço da discussão.

Rosalya: vocês estão bem?

Armin: sim!

Castiel: quem não está bem é a lynn...

Rosalya correu até a cama onde lynn ainda estava deitada.

Rosalya: você tá bem amiga?

Castiel: ela está dormindo rosa.

Rosa: bom, então vou chamar Deen para vê-la- confirmei com a cabeça e ela saiu.

Armin: eu também já vou, mas eu vou voltar para ver como ela está.

Castiel: não precisa se dar o trabalho, eu estou aqui. Vou cuidar dela então pode ir embora.- abaixei minha cabeça, oque fez Castiel ficar meio confuso. Realmente, ele está cuidando dela melhor que eu...melhor eu sair, amanha venho ver se ela ficou melhor... Saí pela porta enquanto Lysandre entrava, fui para minha cabana e la eu fiquei pelo resto do dia.

LYNN POV’S

Eu ouvi os meninos brigando, praticamente ouvi a briga toda.

Quando Armin saiu eu me mexi na cama, oque fez Castiel prestar atenção e virar-se rapidamente.

Castiel: você, se sente melhor?

Lynn: acho que sim... Meu pé dói...- me mexi um pouco com a dor do pé. Castiel se aproximou e olhou meu pé com Lysandre ao seu lado.

Lysandre: está feio...

Castiel: bastante. Lysandre, você trouxe as “ataduras” que eu lhe pedi?

Lysandre: sim, estão aqui- Lysandre trouxe e Castiel as envolveu no meu pé. Na verdade, com um pouco de dificuldade por que eu ficava dando gemidos de dor, e ele tentava me acalmar.

Castiel: prontinho- ele se sentou ao meu lado e ficou me olhando fixamente.- olha, podemos fazer um piquenique depois do acampamento, oque acha?

Lynn: com todo mundo?

Castiel: claro, se você preferir.

Lysandre: parece divertido- Lysandre se sentou ao lado do Castiel- está melhor?

Lynn: sim, muito. Castiel. Obrigada por cuidar de mim- ele sorriu um pouco corado.

Castiel: rs, olha, é melhor você descansar, vai se sentir melhor amanha- ele se aproximou e me deu um beijo na testa, depois se afastou sorrindo.

Lynn: mas, você...

Castiel: prometo que não vou sair do quarto.

Lynn: certo- sorri e me virei para o lado para assim dormir um pouco mais.

CASTIEL POV’S

Quando tive certeza de que lynn dormia me aproximei e me sentei em frente a sua cama, encarando seus olhos fechados e sua testa meio suada. Sem perceber comecei a me aproximar da mesma até ser surpreendido por Lysandre.

Lysandre: não é educado beijar uma pessoa enquanto ela dorme.

Castiel: eu, não ia beija-la.

Lysandre: rs, claro que não
*irônico*

Castiel: eu vou sair. Pode cuidar dela pra mim?

Lysandre: anda bem preocupado com ela Castiel.

Castiel: coisa da sua cabeça, não enche.

Lysandre: rsrs. Tá bom, pode ir, eu fico com ela.

Confirmei com a cabeça e saí andando até o meio da floresta, que era meio aberta, achei um lugar onde havia uma grama bem verdinha e curta, me deitei nela e fiquei olhando o céu... Uma... Estrela cadente.

LYSANDRE POV’S

Eu estava deitado na minha cama quando acordo com uma voz doce perguntando.

Lynn: cadê o Castiel?

Lysandre: ele saiu rapidinho.

Lynn: hm... E, o Armin?

Lysandre: deve estar na cabana dele, quer que eu o chame?

Lynn: sim, por favor.

Lysandre: vou aproveitar e trazer uma sopa pra ver se você melhora.- ela confirmou fazendo sinal com a cabeça e eu saí sorrindo.

LYNN POV’S

Eu estava sentada na cama esperando quando Armin entra pela porta depois de Lysandre sair por pelo menos uns dez minutos.

Lynn: Armin!- logo me animei ao vê-lo.

Armin: lynn- ele se aproximou correndo e se sentou no pé da minha cama.- se sente melhor?

Lynn: muito! O... Castiel cuidou de mim...

Armin: ele, cuidou?- ele olhou a roupa que eu estava vestindo até chegar aos meus pés. - droga, não sabia que tinha sido tão serio assim!- ele pegou meu pé e olhou.

Lynn: cuidado Armin, anda dói.

Armin: rs, calma, não vou te machucar.

Lysandre: voltei com a sopa- ele chegou com uma vasilha e uma colher pequena dentro. - a proposito Armin, Deen pediu para que voltasse para sua cabana.

Armin: poxa, serio?- ele confirmou. - bom, então estou indo- Armin se aproximou e me deu um beijo na testa.- vejo vocês amanha- ele saiu e Lysandre se aproximou, ficou a minha frente e se curvou apoiando suas mãos em seus joelhos.

Lysandre: posse lhe perguntar uma coisa?

Lynn: pode, eu, acho.

Lysandre: qual sua relação com o Armin?

CONTINUA...


Notas Finais


uhuuuuuu, depois de uma semana, mas, essa semana vou postar cap todos os dias. Bom, fazer esses capitulos é um pouco complicado entao vou postar uma semana sim e outra nao.
Desculpe se nao avisei, mas bom, espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...