História Clínic extreme - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Vkook
Visualizações 9
Palavras 472
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Euforia de palavras


(Jeongkook pov)


- Para. Me. Solta. Você ta louco? só pode! - Olhei confuso - Eu não vou sair da casa do meu primo por que você acha ou deixa de achar... 

- Espera, o que está acontecendo aqui? - Perguntou Namjoon.

- Desculpa Namjoon mas precisamos sair daqui. - Respondeu Seokhoo.

- Eu não vou a nenhum lugar com você... 

- Jeon você precisa confiar em mim, ninguém está seguro aqui e principalmente você. - Passou as mãos no cabelo olhando para o nada.

-  E o que você tanto sabe? Por acaso sabe de mais alguma coisa que esqueceu de me contar Seokhoo? - pisquei meus olhos nervoso várias vezes.

O clima estava tenso , orrivel. Não gosto quando discuto com alguém, Seokhoo acha que pode me dar ordens. Minha cabeça está um turbilhão enquanto escuto os gritos dos dois brigando por algo que não faço questão de saber. Eu só quero sair desde inferno que é viver entre pessoas e a minha única oportunidade de conseguir fugir de todos será meu namorado vim me buscar.

No meio dessa confusão toda ele foi o único que ainda não quer me enlouquecer.

Talvez eu nem me importe se ele me levar de volta para aquele lugar que foi bem dizer a minha casa durante três anos. 

- Calem. A. Boca. Agora. - precisei me exaltar - isso ta de mais, já deu... isso  tudo deu pra mim. Eu não vou virar um brinquedo para vocês, eu estou bem aqui e vocês discutindo... "meu namorado isso... aquilo... tenho que voltar... tenho que ficar... Namjoon isso...Seokhoo aquilo..." Eu não to nem ai pra o que vocês decidiram. Eu não to nem ai se o que eu seguro na minha mão seja uma merda de uma lenda que eu não sei nem de onde veio parar... sabe... Eu to exausto de vocês. Eu to cansando de tudo, foda-se se Seokjin é dono... foda-se se eu não conheço suficiente meu namorado. Quer saber? As únicas pessoas que no momento eu não entendo, São vocês. Afinal, Seokhoo eu nunca acreditei em você! Poderia muito bem ter me libertado e aberto os portões daquele inferno para eu fugir mas preferiu me manter lá. O que você ta fazendo aqui? Como conseguiu sair de lá? Seja la quais foram as respostas, você esta mentindo. - Suspirei pesado por falta de ar e logo  preenchi os pulmões pra continuar com a minha euforia de palavras. - E primo, a... você pensa que me engana...

- Do que você ta falando Jeon? Não estamos te entendendo. - Perguntou aflito Namjoon.

Antes de continuar segurei firme meu celular e caminhei lentamente para trás sem mudar o foco. Me encostei na porta de entrada. Sim eu irei fugir dos dois eu já sei o bastante sobre a falsa mentira que andam contando para mim.


- A caligrafia deste papel, é sua Namjoon. 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...