História Close - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Monsta X
Tags Jikook, Taeyoonseok
Visualizações 25
Palavras 1.044
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oieee ursinhossss <3
Cara, nunca queiram morar no Rio Grande do Sul em pleno inverno. Serio!
Só falta cair neve, socorro.
E é morrendo de frio que venho trazer o segundo capítulo desta fanfic Amorzinho (por enquanto 😈).
Espero que gostem :)

Boa leitura, meu amor💖

Capítulo 2 - Noite em Família


CAPÍTULO 2

O pequeno Kim entrou saltitante na biblioteca de casa onde se encontrava seu pai, o sorriso em seu rosto era gigante por ter um amiguinho novo e também por já ser mais de 20:00h e ainda não ter ido pra cama.

- Kookie? Oque faz acordado até agora? - O mais velho disse pegando seu pequeno no colo e deixando um selar em sua bochecha.

- Eu e a mamãe acabamos de voltar da casa do JiMinnie Hyung. - Seu sorriso aumentou mais ainda ao falar do Ruivinho.

- Ah, sim. Mas não era para o mocinho já estar na cama?! - O loiro disse acariciando os cabelos negros de seu filhos, rindo logo em seguida.

- Ahhh, papai, deixa eu ficar acordado mais tempo? Pui favô? - juntou as mãozinhas e as entrelasou.

- Como negar um pedido desses?! - disse rindo da chantagem do filho, perguntando retoricamente, mas sendo respondido por ChaeWon, sua esposa que adentrava a sala.

- Simples, Jinnie Oppa. Diga não. - beijou a testa do filho e o pegou no colo. - Não adianta fazer chantagem, meu amor. Já passou da hora de estar na cama.

SeokJin riu da careta emburada do filho que estava com os bracinhos cruzados e franzindo a testa.

O loiro ainda tinha seus 27 anos, era alguém novo para já estar casado e ter um filho de 6 anos, além da empresa de modelos que era dono, mas este não se importava com isso, contanto que estivesse perto de sua familia e amigos nada importava. Enquanto tivesse sua linda e amada esposa consigo, cuidando de si e de seu filho, tudo estaria bem.

SeokJin foi acordado de seus pensamentos românticos para com sua esposa quando pequenas mãozinhas tocaram seus lábios.

- O JiMinnie Hyung também tem a boquinha inchadinha. - Sorriu lembrando do Ruivinho de novo.

- Parece que alguém gostou muito do JiMinnie Hyung. - A morena riu, logo deixando um beijo na cabeça do filho.

- Da próxima vez que vocês forem quero ir junto, quero conhecer o JiMin. - Agora foi a vez do loiro rir.

JungKook repentinamente se alegrou.

- Mamãe, quando vamos ver o JiMinnie Hyung de novo??? - perguntou praticamente gritando e pulando no colo da mãe.

Os mais velhos riram da afobação do filho, encantados com o pequeno ser entre eles.

- Calma, mocinho. Primeiro o senhor tem que tomar um banho quentinho e ir dormir, amanhã vemos isso. Está bem? - O loiro falou acalmando o moreninho, que mesmo contrariado acentiu afirmativamente, logo sorrindo e estendendo os bracinhos para si. O mais velho então e pegou no colo novamente, deitando sua cabecinha em seu ombro.

- Isso mesmo, vai com o papai, foi ele mesmo que te carregou por nove meses e quase morreu de dor no teu parto. - ChaeWon disse com falso tom de ofensa saindo da biblioteca indo em direção ao quarto de seu filho, para lhe preparar o banho. Já na escada a morena escutou a risada do marido, o que lhe fez sorrir grandiosamente.

◎▼◎

O moreno estava deitado confortavelmente em sua cama, todo enrolado entre os cobertores fofinhos e quentinhos, com somente a luz do abajur ligada enquanto sua mãe acariciava seus cabelos negros sentada ao seu lado, e seu pai cantarolava alguma canção calma para lhe fazer dormir, e estava quase conseguindo.

- Papai... - o pequeno sussurrou olhando em direção ao pai com os olhinhos quase fechando.

- Sim, meu amor? - parou de cantarolar para prestar atenção no filho.

- Quando eu crescer, eu posso ser o amor verdadeiro do JiMinnie Hyung? - perguntou inocentemente, afinal não poderia fazer algo sem a permissão de seu papai.

O loiro olhou em direção a esposa, esta que sorria meigamente, sem nunca para os afagos no cabelo de seu filho.

- Longa história, Jinnie Oppa. - disse risonha vendo o marido sorrir doce para o filho.

SeokJin se virou para o filho, também começando um carinho em seus cabelos negros.

- Se o JiMinnie Hyung e você se amarem de verdade, eu não vejo problemas nisso meu amor. - disse por fim deixando um selo na testa do moreninho.

- Obrigado, papai. - bocejou e foi fechando seus olhinhos, quando os mais velhos viram o pequeno já se encontrava no mundo dos sonhos.

Se levantaram da cama do filho com calma para não o acordar, logo saindo do quarto em silêncio. Já fora do quarto, os dois foram abraçados em direção de seu próprio.

- Meu amor, porque JungKook me perguntou aquilo? - o loiro não escondia sua curiosidade e preocupação.

- JiMin havia chorado depois de assistirem Frozen, ele disse que não tinha um amor verdadeiro para lhe salvar como no filme. Então Kookie disse que seria seu amor verdadeiro. - a morena sorriu se lembrando dos momentos citados. - Você tinha que ver, foi muito fofo.

ChaeWon realmente ficava feliz com o fato de seu filho ser tão fofo com o novo amiguinho, isso lhe dava muito orgulho de seu pequeno.

- JiMin é um menino... Então nosso filho é Gay? - SeokJin perguntou visivelmente confuso.

- Eles são só crianças, Jinnie Oppa. Mas...Se ele fosse? Tem algum problema nisso? - a morena estava temerosa quanto a resposta do marido.

O loiro parou de andar, assim fazendo a morena parar também.

- Claro que não, ChaeWon! - exclamou sério. - Não vejo problema nenhum em nosso filho gostar de homens. Só... Tenho medo de ele acabar sofrendo por essa escolha.

A morena sorriu, seu marido era o melhor do mundo, sempre o amaria.

- Fico Feliz com isso, mas é cedo de mais para tirarmos alguma conclusão. Ele tem apenas 6 anos, Oppa. - acariciou o rosto de seu amado enquanto este rodeava sua cintura com os braços longos. - Não vamos nos preocupar ainda, daqui alguns anos pensaremos nisso melhor.

O loiro sorriu puxando sua esposa contra seu corpo, logo lhe beijando com fervor. Sua boca massageava a alheia deliciosamente, sua lingua explorava cada canto já conhecido por si. A morena sugou seu lábio inferior, logo voltando ao beijo. Terminaram o ósculo com selinhos molhados, se afastando poucos centímetros.

- Eu te amo, Kim ChaeWon. - sussurrou rente a boca de sua esposa. Sorrindo ao ver a morena ofegar.

- Também te amo, Kim SeokJin. - sorriu beijando o marido novamente.

E assim, os dois saíram aos beijos em direção ao quarto, onde se amariam novamente.

E quem sabe JungKook não ganhe um irmãozinho?


Notas Finais


E aí?
Ta bom? Ruim?
Particularmente acho que esse capítulo tá muito pequeno, mas blz.
Tchauzinhoooo💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...