História Cloud3 - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bromance Jihope, Menção Namjin, Namhope, Namseok, Namyoonseok, Sobi, Sugahope, Sugamon, Sugamonster, Taekook, Vkook, Yoonseok
Visualizações 2.689
Palavras 1.207
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Transsexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


não criem expectativas por favor
E TAMBÉM N TEM LEMON SUAS SAFADAS

Capítulo 32 - EXTRA Yoongi estava em casa



CLOUD3
Yoongi estava em casa,
Hoseok estava tranquilo e
Namjoon estava dançando

 

— Não era bem isso que eu tinha em mente — Jungkook disse.

— Pois era exatamente nisso que eu estava pensando — Hoseok respondeu com um sorriso um pouquinho estranho.

Yoongi se limitou a sorrir. Seus pais estavam de férias e sendo assim, a casa estava livre para o uso que o filho quisesse dar. Na cabeça dele, claro. Não que os Min mais velhos fossem pensar na casa; estavam ocupadíssimos fazendo nada na Grécia.

— Eles estão dançando? — Jimin perguntou enquanto franzia o cenho. — É nessas horas que eu agradeço por ser cego.

Hoseok riu tão alto enquanto Jungkook apenas arregalava os olhos porque porra, o humor negro de Park Jimin ainda o assustava um pouquinho. Conheciam-se há pouco tempo, oras.

Yoongi o apreciava muito, por outro lado.

— Eu estou repensando as escolhas da minha vida agora — o Jeon continuou enquanto cruzava as pernas calmamente. Sua voz era um pouco mais grave que a de Jimin apenas, mas bem suave. — Talvez Taehyung não seja realmente a pessoa certa pra mim.

— Costumo pensar isso deles também — Yoongi concordou com um aceno de cabeça. — Às vezes eu paro e me pergunto: preciso mesmo de dois namorados?

Foi a vez de Jimin de gargalhar enquanto Hoseok apenas empurrava seu hyung com mais força do que o mais velho achava saudável, por fim se rendendo e rindo também. O dia estava quente, então estavam à beira da piscina numa espécie de festa. Taehyung e Namjoon pareciam muito empenhados enquanto dançavam os sucessos de Madonna (ninguém tinha muita certeza de quem havia feito a playlist) que saíam das caixinhas potentes de som, o ruivo ainda molhado por ter acabado de sair da piscina e Namjoon com um copo de vitamina na mão direita.

— Se você não o quer, eu fico com o Hobi, hyung — Jimin brincou enquanto tateava a grama do jardim até achar a coxa do melhor amigo, usando aquilo de referencial para pegá-lo pelo braço e trazê-lo para perto, sorrindo com sua risada escandalosa. — Ao menos assim não fico de vela.

— Opa, opa, opa, pirralho, também não é assim. Aliás, você já não tem aquela garota? A japonesa?

— Jimin tem uma namorada? — Jungkook perguntou de repente, estranhando um pouco aquilo porque já fazia algum tempo desde a última vez que vira um de seus amigos com uma garota.

O que dizia muito sobre o círculo social dele.

— Ah, não era bem um namoro... Ela terminou comigo porque achou que não conseguiria lidar com o peso de um namorado que não podia dizer se o vestido dela era bonito ou sei lá.

— Quem perde é ela — Namjoon disse, andando até o grupinho enquanto ainda rebolava os quadris para lá e para cá, deixando seu copo de vitamina na mesinha baixa de madeira. — Um homão desses, gente.

O Jung concordou silenciosamente e Yoongi ficou entre sentir ciúmes e confortar seu dongsaeng. Por fim, Jungkook fez o papel de consolo, alisando as costas do dançarino e dizendo algo como Você vai achar alguém que veja como você é incrível.

— Alguém tem que ver mesmo, né, porque se depender de mim...

​— Jimin do céu!

— Pode desdenhar do seu namorado e exaltar outro, Kookie — Taehyung fingiu mágoa enquanto se sentava à frente do outro. Suas pernas e seu calção ficaram sujos de terra e grama, mas ele não pareceu se incomodar – e continuou assim até abraçar o Jeon, molhando-o inteiro. — Eu vou embora com nosso cachorro e você nunca mais me verá.

Jimin pareceu admirado. — Hobi, achei alguém mais dramático que você.

Enquanto eles riam e Taehyung reclamava que ninguém o respeitava mesmo sendo o hyung – Eu entendo isso, Yoongi o consolou –, o Min sorria por ver todos reunidos daquele jeito. Naquele dia ensolarado, com Namjoon e Taehyung arrastando Jungkook para a piscina (ainda estava tocando Madonna! Ele gostava de Like A Virgin), deu-se conta do quão sortudo era por tê-los consigo. Agora que os dois haviam conseguido convencê-lo, o Jeon os amaldiçoava pela água fria, mesmo vestido naquela regata. Não gostava muito de suas cicatrizes e ainda era inseguro demais para ficar sem a blusa, então Yoongi fez uma nota mental de que iria presenciar o dia em que ele se sentisse seguro o suficiente para isso.

— Não quer nadar, Jiminnie? — Hoseok perguntou. Os dois estavam conversando sobre frivolidades, mas Yoongi não estava dando atenção a nada até ali – nada a não ser o fato de que o namorado parecia muito mais tranquilo do que o normal.

— Eu quero ir ao banheiro e não ficar de vela, isso sim — ele respondeu enquanto já se levantava. O Jung cutucou os gominhos de seu abdômen rindo e o Park o xingou por sentir cócegas, enfim achando sua bengala e andando até a casa.

Ambos observaram, só por segurança, Jimin andando até seu objetivo, até que ele sumisse dentro da construção. Yoongi se aproximou do namorado que já pegava o protetor solar e lhe beijou o rosto.

— Tudo bem? Você parece meio quieto.

— Estou feliz... Um feliz tranquilo — deu de ombros enquanto derramava o produto branco sobre a palma da mão. Puxou o braço do mais velho e começou a passá-lo ali. — Ontem Namjoon teve um daqueles momentos sozinho e eu só fiquei um pouco preocupado. Hoje ele parece tão feliz e todos estão aqui e... Ah, acho até que se aquele louco do milho do supermercado estivesse aqui também, eu conseguiria fazer amizade. E por que está me olhando assim?

— Só te apreciando — respondeu com um sorriso bobo e um dar de ombros, fazendo o namorado rir para então começar a passar protetor em seu peito. — É sério, eu poderia observar você e Namjoon por horas e vocês continuariam lindos.

— Romântico hoje, hyung?

— Só pra você não fugir com Jimin.

— Oh, então não me assustarei.

— Se eu esquecesse vocês dois e os visse logo depois, com certeza me apaixonaria à primeira vista.

Hoseok riu, suas mãos cheias de protetor subindo pelo pescoço de seu hyung. — Não, Gi, não o faria. Mesmo quando aproximei nós três, eu ainda não os amava de verdade, entende? Não era como hoje.

— E como você nos ama hoje?

— Verdadeiramente. Porque amor leva tempo; amor requer trabalho.

O mais velho sorriu e beijou seu dongsaeng com calma, sentindo seu corpo já quente pela temperatura ficando ainda mais. E ambos só se separaram quando Namjoon os interrompeu jogando água da piscina nos namorados e colocando a mão na cintura (mesmo que ninguém mais pudesse ver).

— Uau! — e com a mão livre, colocou-a sobre o peito. — Estou atrapalhando o casalzinho?

Hoseok riu novamente e se levantou, fazendo graça enquanto imitava uma voz de bebê e recebia vaias de Taehyung e Jungkook, jogando-se na piscina apenas para reclamar também da água muito fria. E Yoongi permaneceu sentado na grama observando suas duas estrelas, internamente concordando com o Jung sobre o que ele havia dito. Amor requeria tempo, requeria trabalho, e eles estavam dispostos a isso. 

 


Notas Finais


OI AMORES DA MINHA VIDAAAA
PORRAAAAAAAAAAAAAAAAA
+5200 FAVORITOS!!!!!!11 AGORA EU SÓ ANDO OLHANDO PRO CHÃO PROCURANDO PELO CU QUE NÃO CONSEGUIU SE SEGURAR NA MINHA BUNDA
cofcof
antes de tudo: eu respondi todos os comentários. mAS SE O SEU NÃO FOI RESPONDIDO, DÁ UMA AVISADINHA, POR FAVOR!!!1 TALVEZ EU TENHA DEIXADO PASSAR ):
e tb sobre as mps: eu não consegui enviar pra todos, me perdoem ): acho que só uns 1000 cremosinhos receberam, daí passou tempo demais desde que finalizei e fiquei com medo de ser inconveniente. me perdoem mesmo :c
E AAAAAAAAAAA MT OBRIGADA PELOS +150 COMENTÁRIOS NO CAPÍTULO PASSADO! se conseguirmos chegar a 6000, quem sabe n rola um lemonzinho rsrs
esse capítulo eu to amando e odiando, mais odiando do que amando, e inclusive notem que eu demorei pra fazê-lo porque ne já passamos 200 faves do 5000, então eu to atrasada e n to segura doq to postando??? help???
MAS MUITO OBRIGADA MESMO GENTE AAAAAAAAAA VOCÊS SÃO INCRÍVEIS;;;;;;;
a frase ''amor leva tempo, amor requer trabalho'' é da Garnet, de Steven Universo, um cartoon muito amor ASSISTAM STEVEN UNIVERSO <3
mt obrigada msm agora me despeço.
AH SIM PERA
FIZ UM SARRADA (tb conhecido como sarahah) SE VOCÊS QUISEREM Ó: https://minword.sarahah.com/
e o bom e velho twirte ♥ http://www.twitter.com/min_word
beijo no coração lindo e cheroso de cada um e mt obrigada novamente <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...