História CMI - Crônicas de um Mundo Irreal - Capítulo 37


Escrita por: ~

Exibições 23
Palavras 696
Terminada Não
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Antes que comece a ler, eu tenho algo a te dizer, meu amigo(a) favorito.
...
...
...
...
...
...
...
...
...
...
...
...
...
ME DESCULPE, EU NÃO CONSEGUI TRAZER A ZUERA DE VOLTA.
AAAAAAAAAAAAAAAAA.
Eu realmente queria fazer desse arco só zoeira, mas n deu. E n quero colocar coisas forçadamente. Enfim, acabou que esse n vai ser o ARCO DA ZUERA, mas prometo q este bendito arco sai, um dia...

De resto, acho q é isso, pode ler a vontade :v

Aah, antes que eu me esqueça, depois que ler o capítulo de hoje, leia as notas finais, por favor, É IMPORTANTE.

Capítulo 37 - Véspera


Depois de toda a confusão causada no Costureiro, todos acabaram sendo levados para o Ego, um hotel sete estrelas que pertencia ao mesmo grupo empresarial do Costureiro. Mesmo com toda a destruição que havia ocorrido no dia anterior, as pessoas agiam como se nada tivesse acontecido. Todas riam e se comportavam como os típicos turistas que eram. Maromba Land devia fazer algum efeito sobre eles.

E o maior exemplo disso se mostrava naquele exato momento, na praça de alimentação. O andar que era praticamente um mar de mesas circulares com um turbilhão de vozes. Urros, canções, risos, assovios, discursos, era possível ouvir de tudo. Quer dizer, se fosse possível ouvir algo. E não era diferente na mesa em que estavam Lay, Bonnie, Guildo Fireli, Mama e as irmãs Damashi.

Os três primeiros conversavam animadamente enquanto desfrutavam dos bolos de beterraba com cobertura de morango e os donnuts de cenoura com recheio viking servidos especialmente para a leporídea adolescente. Já entre as outras três, a única coisa que havia era uma pressão gigantesca e incômoda. Ao menos para as irmãs Damashi.

-VOCÊS ACHAM BONITO DESTRUIR TODO UM HOTEL E ACABAR COM A ALEGRIA DE CENTENAS DE PESSOAS POR CAUSA DE UMA BRIGA DE INFÂNCIA? – Disse Mama, mais gritando do que falando. As outras duas a olhavam como filhas olham para uma mãe depois de aprontar. De certa forma era o que tinha acontecido.

-hmpfhuhed. – Resmungou Goman. A mulher era incapaz de falar devido à meia (usada) de Mama que estava enfiada em sua boca. Sem citar as correntes prendendo seus braços e pernas. Mee estava na cadeira do lado.

-Mas foi ela quem atacou a gente, você…

-NÃO TEM DESCULPA. – Retrucou Mama, interrompendo Mee. – SE VOCÊ NÃO A TIVESSE IMPORTUNADO DURANTE TODOS ESSES ANOS CHAMANDO-A DE “COXINHA”, NADA DISSO TERIA ACONTECIDO.

-hmpfehei. – Assentiu Goman.

-NEM VEM CONCORDAR COMIGO. ISSO NÃO É DESCULPA PRA VOCÊ VIR AQUI E VIRAR TUDO DO AVESSO. TU É UMA MENININHA AGORA?

Goman ficou em silêncio. Não era todo dia que se ouvia aquilo vindo justamente de uma menina.

-ANDEM. PEÇAM DESCULPAS UMA PARA A OUTRA.

No mesmo instante as irmãs arregalaram os olhos, irrompendo a protestar.

-PEÇAM DESCULPAS AGORA. – Disse Mama, com um olhar e uma voz que mais serviam como um aviso de que não seria nada bom enfurece-la.

-Me desculpa por te chamar de “coxinha” por todos esses anos. Você é linda. Não parecem nem um pouco com isso. – Disse Mee, bufando enquanto olhava para a irmã.

-Baaah. – Resmungou Goman, quando Mama tirou a meia de sua boca. – COMO VOCÊ PÔDE ENFIAR UMA… - Ela parou assim que percebeu o olhar da menina. – Aargh. Tá, tá. Me desculpe por vir aqui e destruir tudo, além de te machucar.

-Ah, tudo bem… - Aceitou Mee.

-Ótimo. – Suspirou Mama, colocando a meia que segurava no pé descalço. – Agora vamos comer.

 

UM DIA DEPOIS

 

-AAAAAAAAA. – Gritou Bonnie. – NÓS IREMOS EMBORA AMANHÃ, E NÃO FIZEMOS NADA AQUI.

-Argh. É verdade. – Resmungou Mama, jogada de ponta cabeça na cama da suíte, coçando a barriga enquanto olhava para o mar de cores que era o cabelo de lay.

-Bom, isso é realmente triste. Mas já que é assim, vamos aproveitar hoje ao máximo. – Disse a garçonete.

-LAY, JÁ SÃO DEZ HORAS DA NOITE.

-Ah é, eu não tinha pensado nisso…

-Isso não é problema. – Interveio Damashi Mee. – Basta nós chamarmos aquele guia, Mototo. Andar a noite com um sujeito daquele tamanho deve prevenir qualquer chance de assalto.

-É… Pensando assim… – Assentiu Lay. – O que acha Mama? – Ela olhou para a Mama, mas nem sinal da menina. A porta estava arreganhada. – Ah, ela já se adiantou.

Depois de um minuto ou dois Mama já estava de volta, com Mototo e Yui presa a seu braço.

-Então as senhoritas gostariam de passear agora?

-SIM. – Disse Bonnie.

-Koya kooya Koya. – Resmungou Yui, surgindo agarrada nos ombros de Lay.

-Como você surgiu aqui do nada? – Perguntou.

-Koya. – Respondeu o koala.

-Ahaha. – Riu Mototo. – Yui faz isso constantemente. Eu nem me preocupo mais.

-BLÁBLÁBLÁ. VAMOS SAIR LOGO. – Esperneou Mama.

-ISSO AÍ. VAAAAAMOS. – Concordou Bonnie.

E assim os seis saíram alegremente, mas as coisas não seriam exatamente da forma como eles planejavam…


Notas Finais


Aê maaano, você leu o capítulo :v
Eu nunca falo isso, mas mto obg a você que acompanha CMI. Fico feliz pra caramba ao saber que tem gente que lê tudo. Sem falar que, pouco a pouco, nós estamos crescendo. OOOOOO. Tá, mas n foi pra isso que eu vim aqui (notas finais) hoje.
Bem, vamos lá então...
Eu quero terminar esse arco nos próximos dois capítulos, os quais provavelmente vão demorar um tempo pra sair (uma semana, tlvz) pq serão graaandes, mais ou menos como o final do arco do Jonnes.
Enfim, com isso chegaremos no cap 39 e depois o 40, no qual quero fazer algo especial. Na vdd, eu queria fzr no 50, mas tô com preguiça de esperar tanto '-'

-MAS QUE DROGA VOCÊ QUER FZR?

Epa, desculpa, tô enrolando mto. Vou ser claro e rápido: eu tô planejando fzr um capítulo especial. Diferente dos extras de sempre. Nesse capítulo, os personagens de CMI estariam respondendo as perguntas q vcs mandarem. Eu pensei nisso uns dias atrás e acho q é uma boa forma de explicar mais sobre CMI e também de nos aproximarmos mais.

Pessoal, isso é importante e eu queria q fizéssemos uma coisa beeem legal, então por favor, comentem aqui e nos seguintes suas perguntas, ou melhor, me mandem por msg. Tlvz eu esteja pedindo demais, slá, mas vamos fzr algo legal, blz?

Acho q é só.
ATÉ MAAAAIS BRO'S


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...