História Coffee - Capítulo 3


Escrita por: ~

Exibições 6
Palavras 1.294
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


IM BACK EVEN YOU DON'T CARE!

Capítulo 3 - Um Coffee Mint, com coragem extra, por favor!



JUNG HOSEOK 

Hope acordou.

Esticou os dedos, girou os pulsos, mexeu o pescoço e fez o mesmo com cada músculo seu. Abriu os braço feito criancinha ao acordar e coçou os olhos logo em seguida, levantou-se, calçou as pantufas e rumou ao banho.

Era hoje.

De hoje não passava.  — Certo que ele repetia isso TODOS os dias mas ninguém precisa saber isso, certo? Certo!

Era hoje que ele falava com ela. Sua professora.

Okay, vamos por isso em pratos limpos, não era bem sua professora. Ela era professora. E era dele. Se é que faz sentido.

Jung Hoseok, no auge dos seus 23 anos era sócio de um estúdio de dança, junto com sua... gangue, composta por MinHyuk, HyungWon, BamBam e Taehyung  — mas esse só dava pitaco nos designers e ajudava no dinheiro, não tinha a misera vocação pra dança, agora para moda...  — Tirando o ultimo, todos os outros eram professores. Também havia Mark, mas esse era estagiário. E então havia ela.

A menina do olhos de Hoseok a unica mulher no time dos professores. 

Entendeu o porque do sua professora? Ela era professora e de alguma forma Hope, como era chamado, sabia que era dele.

Terminou de vestir a jaqueta jeans, caçou algo confortável, e pegou a bolsa saindo sem ingerir nada como o de costume.

Cantarolou o caminho inteiro até a cafeteria do bairro, sorrindo como sempre. Oras! Não era à toa que lhe chamavam de Hope e Smile Hoya! Ele era um raio de luz em meio a um dia nublado e tristonho. Seu sorriso alegrava até os desconhecidos que repuxavam os lábios só de lembrar dele. Hope era realmente algo belo em meio a feiura.

A porta bateu no sino que tilintou avisando da chegada do Smile Hoya, que encaminhou-se até o caixa e aguardou, gangorreando o corpo em pura agitação.

Já faziam três meses que ele fazia aquilo.

Todos os dias, desde que se encantara pela professora de riso bonito e rigidez perfeccionista, ele fazia o mesmo trajeto e comprava um cappuccino para si e um Coffee Mint pra ela, uma vez ela dissera amar menta, pedia pra viagem e jurava entregar olhando nos olhos dela.

Mas... Jung Hoseok era um covarde.

Tinha medo de tudo: aranhas, alturas, cobras, ratos e tudo mais que lhe fosse estranho  — uma vez em uma saída seu melhor amigo, Min Yoongi, que agora namorava uma dama, encontraram com um Kukamon na rua e Deus... Hope nunca correra e berrara tanto.  — E o encanto, o amor lhe eram estranhos. Tudo que sabia era o que sua noona, Dawon, dizia.

"Paixão, é quando a pessoa não lhe sai a cabeça. Quando você fecha os olhos por dois segundos e primeira coisa que lhe vem a mente é essa pessoa."

Indo por essa lógica Hope tinha mais do que razão pra Temer. Então acabava apenas fazendo um desenho bonitinho e uma frase do tipo "Fighting!" em um post it qualquer, punha um JH, grudava no copo e deixava junto ao armário dela. 

Um romântico covarde, cômico.

Mas hoje não! Hoje conquistaria ela! 

— Bom Dia Hope! O de sempre?  — O atendente de sorriso bonito perguntou. 

Lembra o que eu disse sobre todo dia? Pois é.

— Bom dia Chim! O de sempre e um chocolate. Estou nervoso. 

— Nervoso? Por que?  — Perguntou "ChimChim", como era chamado por Hoseok, terminando de fazer o pedido. Hope olhou ao redor e se esticou em direção ao castanho escondendo a boca com uma das mãos e ditou em tom segredoso.

— É hoje Chim! Hoje eu falo com ela! —  Disse empolgado, Jimin sorriu e voltou ao caixa.

— Hoseok-ah, você diz isso todo dia! — Riu nasalado enquanto fechava a conta, retirava a nota e passava o troco.

— Não! Hoje é o dia! De hoje não passa! —  Respondeu, fazendo Jimin erguer o supercílio surpreso.

— Claro! Se você tiver um treco não passa de hoje mesmo! —  respondeu sorrindo e recebeu uma língua de fora do outro que lhe causou uma risada. Sabia que o outro não estava verdadeiramente bravo.

***

—  Aqui está Hope-ah. Um cappuccino e um Coffee Mint com bastante chantilly mentolado e toque extra de chocolate, acréscimo meu, ambos pra viagem e bem lacrados. — Disse depositando os cafés sobre a mesa em que Hope estava terminando sua barra de chocolate.  — Agora, um bom dia e... Figthing!  —Terminou fazendo uma pose estranha que arrancou risadas do outro tirando um pouco do seu nervoso.

— Obrigado Jimin!  — Disse fazendo um toca aqui com o menor, Jimin era consideravelmente menor que Hope, levantando e recolhendo o que lhe pertencia.  — É realmente importante obrigado. 

— BOA SORTE HYUNG!  — E fez um coração com os braços.

— Aish esse garoto...  — Hope murmurou e desejou um bom dia ao outro saindo da porta.

O que ele não esperava era ter que falar com seu amor mais cedo.

— OH OH MEU DEUS! EU... ME DESCULPE EU NÃO QUERIA DE VERDADE E OH MY GOSH MY HEART IS...  — Hope pedia desculpas repetidas vezes. Por Deus como ele derrubou o café que era pra ela, nela? 

— Oh, calma. relaxa Hope. Eu que não te vi e esbarrei. Tava atrasada pro ônibus...  — Ela disse com um sorriso gentil e por aquilo fez o coração do menino esperança bater ainda mais rápido. "Será que ela tem noção que tem esse sorriso destruidor?"  — pensou. O sorriso dela devia ser taxado com um atentado ao pudor de tão bonito que era! — Aigo, por que justo hoje eu me confiei na blusa no meu armário?  — Murmurou checando a camisa ensopada de café.  — Pelo menos tem cheiro de Coffee Latte Mentolado. Meu favorito.

Hope sorriu notando os traços no rosto dela e como ela soava inocente e pura se deleitando com o cheiro de menta.

Algo disparou no cérebro do moreno e ele sorriu.

— Vem comigo!  — E puxou ela em direção aos banheiros. 

***

— Não sei não Hope... Acha que eu posso ir assim sem soar masculina demais?  — Perguntou saindo do banheiro com uma blusa de botões xadrez vermelha e preta de Hoseok, enquanto ajustava os fios longos num rabo de cavalo alto e cheio de fios escapando.
Para ele ela nunca soou tão bela.

Normalmente ele a via de shorts e regatas com recortes ou croppeds justos de malha. Se ela soubesse ficava com uma blusa 3 vezes maior uma legging e nike brancos... Ela só usaria isso.

— Você fica bonita de qual quer jeito.  — Deixou escapar e avermelhou assim como a garota a frente.

— Obrigada.  — Soltou em meio a gagueira. Oras, era tímida apesar de ser dançarina!  — Mas não sei...

Nessas horas Hope agradeceu por todas os vezes que Tae tagarelou sobre moda.

— Posso?  — Disse e permissão foi dada. Jung se aproximou, e começou a mexer nas mangas virando-as e abotoando de modo que as transformasse em 7/8 depois desabotoou 4 dos botões finais

— Hope-ah.  — Ele soltou um "Sim?" enquanto torcia as pontas do tecido e fazia um nó encurtando o comprimento.  — Por que nunca fala comigo? Não gosta de ter-me perto? 

Jung ergueu o olhar, cravou-o no castanho da iris alheia. Observou os detalhes dela os fios que se afastavam e voltavam devido a respiração um tanto acelerada dela, o leve rubor ainda devido ao elogio recente e que aumentava devido a proximidade alheia. As mão dele foram até a gola totalmente abotoada desfazendo uma dobrinha ali presente.

— Eu falo contigo todos os dias. Por meio de notas de Coffee Mints. Porque se falasse olhando nos teus olhos, como agora, travaria e você me acharia ridículo — Ele finalizou com um sorriso tímido, ela também sorriu e baixou o olhar. Por algum motivo certa vontade de beija-la surgiu e cresceu em Hoseok. Então quando ergueu o olhar ele se aproximou um tanto.

E mais um tanto.

Outro tanto.

Até que roçaram os lábios.

Num beijo com gosto de Coffe Latte Mint.
 


Notas Finais


É isso baes!
Espero que gostem e digam oq acharam ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...