História Coffee (Imagine Jungkook) - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Imagine Jungkook
Exibições 1.089
Palavras 1.896
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Sabem o porque de eu não postar ontem? Era feriado. A partir de hoje, se tiver feriado, eu não posto capítulo. Porque eu escrevo todos os dias e sempre posto no horário certo, mereço um dia de descanso.
*se você quer entrar no grupo da fic, deixa o número (com espaço entre eles) nos comentários ou me manda uma mensagem*
Boa leitura e preparem o coração pra aguentar tudo!

Capítulo 33 - Dois anos depois


Fanfic / Fanfiction Coffee (Imagine Jungkook) - Capítulo 33 - Dois anos depois

~Dois anos depois~
Durante todo esse tempo, varias coisas mudaram e aconteceram. Para eu conseguir esquecer Jungkook e continuar a minha vida no Brasil, acabei bloqueando seu número e dos outros membros. Minha amiga voltou depois de um mês e toda apaixonada pelo o Luhan.
(-Até imagino o que ele ficou falando pra ela.)
_Amor? Suas malas já estão prontas? Seus pais estão esperando. -Bernardo falou, entrando no meu quarto.
Depois que voltei da Coréia, meus pais perceberam que havia algo de errado comigo e que eu não havia melhorado merda nenhuma. Ou seja, eu não iria voltar pra lá tão cedo. Agora, que terminei a escola, meus pais querem ir comigo pra Coréia. Quem é Bernardo? Ele era um velho amigo meu e a um ano, bom... É.
_Ah, sim! -ri baixo, levantando da cama.
_Esta tudo bem? -ele se aproximou.
_Esta... Claro que esta. -dei um sorriso forçado.
_ Então ta! -ele riu.- Vou levar a sua mala e a sua mochila!
Ele pegou a mala e fez uma careta, talvez por estar muito pesada? Depois, se aproximou da minha mochila, mas acabou tropeçando e derrubando a mesma no chão. Como ela estava aberta, acabou caindo tudo que tinha.
(-Caderninho, fotos... Bilhete... Jungkook!)
_Mas.. que? -ele pegou o caderninho e o envelope com as fotos.- EU NÃO MANDEI VOCÊ JOGAR FORA ISSO? FAZ UMA SEMANA QUE TE PEDI E VOCÊ NÃO FEZ ISSO?
<Flashback on>
Sabe quando o tédio te domina? É literalmente meu estado agora! Deitada na minha cama, sem nada pra fazer.
(-O caderninho!)
Por que não desabafar com o caderninho? Peguei ele em uma das minhas gavetas que precisavam de chave, abri e peguei a caneta.
"Oi, caderninho! Quanto tempo, não? Eu sei, mais de um mês sem escrever nada, mas você sabe, sempre que escrevo, acabo chorando. Bernardo não desgruda, se ele me ver chorando em cima de ti, vai descobrir tudo que eu guardo a sete chaves. Você sabe, meu passado... Todinho. E sabe que eu quero esquecer ele. E essa pessoa tem nome e sobrenome, mas fica difícil as vezes. Eu acabei magoando ele... Talvez a gente começou errado? Eu estou tentando recomeçar do zero? Caderninho... Meus sentimentos, estão embaralhados e confusos!"
Nesse momento, Bernardo entrou, fazendo com que eu soltasse o caderninho no chão, pelo susto que tomei.
_BERNARDO! Não sabe bater na porta?
_Desculpa amor! -ele riu, se aproximando.- Eu preciso te perguntar algo, você ainda é virgem?
_QUE? -quase engasguei com a saliva.
_Sua amiga, começou a me dizer pra eu ter paciência, seu passado foi difícil, o que aconteceu? Tem alguma coisa a ver na época em que você estava na Coréia?
_ Não sei o que a minha amiga disse pra ti, mas pode esquecer, ela é maluquinha de pedra. -ri baixo, indo em direção ao banheiro.- Não, eu não sou virgem. Por que a pergunta?
_Bom, quando a gente... Você sabe, esta quase... Enfim, você arranja sempre uma desculpa pra parar e não fazer.
_Eu não me sinto confortável ainda. -respirei fundo.- Vou lavar o rosto.
Entrei no banheiro e me olhei no espelho, erguendo meu pescoço.
(-Eu sinto a falta dele?)
Voltei pro quarto e Bernardo estava atento, lendo o meu caderninho.
_QUEM TE DEU A PERM... -fui cortada pelo mesmo, lendo um trecho do caderninho.
_"Ah, caderninho! Se você soubesse a falta que sinto dele... Sabe quando o coração aperta? Eu nunca vou me perdoar, por ter dito aquelas palavras e por não ter construído a nossa história. Ele estava disposto a tudo, mas e eu? Eu estava disposta? Eu estava pronta? Não e acabei colocando todo o peso em cima dele, como se ele fosse culpado pela a minha volta para o Brasil. Caderninho, você já se apaixonou?" -Bernardo respirou fundo.- Você já namorou Jungkook? Membro do BTS? Por que você não me conta da sua vida? Por que não se abre comigo? As vezes, parece que quanto mais eu penso te conhecer, percebo que não sei nem a metade. Você tem mais coisa dele? Fotos? -concordei com a cabeça.- Tudo que você tiver dele, você vai jogar fora. Se não, eu jogo.
<Flashback off>
_POIS PEDIU! MAS COMO O CADERNINHO E ENVELOPE SÃO MEUS, EU FAÇO A PORRA QUE EU QUISER! -peguei eles da mão de Bernardo.- Não se mete nas minhas coisas, que eu não me meto nas suas.
_ELE É SEU EX NAMORADO!
_E O QUE TEM? VOCÊ NÃO SE GARANTE? PRINCIPALMENTE AGORA QUE VOU VOLTAR PRA CORÉIA, COM MEUS PAIS E A MINHA AMIGA? E VOCÊ SÓ VAI PODER IR LÁ, DEPOIS DE UMA SEMANA? FAÇA-ME O FAVOR! -revirei os olhos e guardei eles na minha mochila, junto com as outras coisas que caíram.- Não quero brigar com você, por isso. Eu estou contigo, não precisa ficar assim.
_Você ainda tem sentimentos por ele? Por que a gente ainda não fez sexo?
_QUE MERDA, BERNARDO! -bufei.- Se você está esperando que eu transe contigo, pode tirar seu cavalinho da chuva. Se depender de mim, isso não acontece tão rápido, principalmente agora, depois de todo seu escândalo.
_Desculpa, hey, desculpa! -ele me puxou, ao encontro do seu corpo.- Eu sinto ciúmes, você sabe. Também não quero brigar agora contigo, vamos esquecer tudo?
_Ta. Mas se você jogar eles fora ou mexer nas minhas coisas, você já sabe, corto a sua garganta.
(...)
_Ai, amiga! Fica animada! Estamos voltando pra Coréia! -minha amiga bateu palmas, se ajeitando na poltrona do avião, que era do meu lado.- O que foi? Não quer reencontrar seus tios e o Luhan?
_Não quero reencontrar Jungkook...
Eu falei baixo, sentindo meu coração apertar. Peguei o caderninho e a caneta, respirando fundo.
"Olha só, eu falando no Jungkook e o coração apertando! Ta de brincadeira, né? Caderninho, eu quero me encontrar de novo. Por que eu me perdi no caminho? Meu outro pedaço está com ele? Jungkook?"
(...)
    Seoul,
Meio-dia.
O avião pousou, eu acho que dormi os dias todos. Sim, a viagem dura dois dias. Eu era acordada pela minha amiga, apenas pra comer, depois, eu me virava e voltava a dormir. Meu rosto, estava com olheiras e meu corpo, estava bem cansado, todo dolorido.
(-Mas eu dormi por bastante horas!)
_Paulo! Que saudades! -meu pai abraçou meu tio, logo que nos encontramos no aeroporto.
_Ricardo e Letícia, que saudades! -meu tio abraçou meus pais e veio em direção, da minha e da (N/S/A).- Que saudades, garotas!
_Oi! -falamos juntas, o abraçando.
_ Cade a Sun Hee? -minha mãe perguntou.
_Infelizmente, não pode vir, ela está na Big Hit, trabalhando duro! Mas depois vocês vão lá, ela liberou a entrada dr vocês. -meu tio riu.
(-O que? Ir na Big Hit? Não.. não, não, não e não!)
_Eu tenho uma surpresa para as duas. -meu tio falou, olhando diretamente para mim e (N/S/A).- Podem se virar.
Me virei, sentindo meu coração pular. Quando minha visão focou, era Luhan, vindo em nossa direção, sorridente e estiloso.
(-Ele esta tão bonito!)
_LUHAN! VEADO! -corri na direção dele, pulando em seu colo.
_Princesa! -ele me segurou, fortemente.- Caralho, que saudades!
_Nem me diga! -desci do seu colo e segurei em seu rosto.- Você... Você esta... Mais lindo ainda!
_Você já me achava lindo? -ele abriu um sorriso bobo.- Pena que você esta namorando aquele tal de Bernardo, se não, te agarrava agora.
_Até que não seria uma má idéia.
Tentei falar baixo, mas acho que falhei totalmente, fiz com que ele abrisse um sorriso malicioso.
(-Aish... O que eu to fazendo?)
Minha amiga me olhou, com uma cara de: até meu contatinho? E abraçou ele.
_Vamos crianças, depois vocês colocam o papo em dia! -minha mãe disse, sorrindo.
(...)
Estava arrumando o guarda-roupas, do meu antigo quarto, que agora, iria ter que dividir com a (N/S/A).
_Me diga Luhan! -sentei no colo dele, o mesmo estava sentado na minha cama.- Esta namorando?
_Você sabe que só tenho olhos pra você. -ele sorriu largo.- As vezes, vou em algumas baladas e acaba rolando com algumas garotas, mas pouca coisa, nada sério.
_ Esta copiando a minha amiga? -ri alto, vendo ela se virar pra me encarar.- Pode continuar ajeitando o colchão no chão, estava brincando.
_ Pelo menos, eu não estou a dois anos sem transar. -ela bateu cabelo.
_E você acha isso motivo de orgulho? Ser rodada e toda arrombada? -revirei os olhos.
_Não, mas e você! Já transou com seu atual namorado? Ainda vai ficar presa a Jungkook? -ela sorriu largo, como se fosse vitoriosa.
_Não preciso transar com o Bernardo, para demonstrar, que superei Jungkook. -dei a língua.
_ Não é isso que o caderninho diz. -ela riu alto.
Luhan nos olhava com uma cara de: O que esta acontecendo? Enquanto minha amiga ria, eu a matava com o olhar.
(-Será que ela tem razão?)
(...)
Já se passava das três da tarde, os quartos estavam todos ajeitados e já havíamos almoçado. Luhan, já havia ido embora, os pais dele acabaram ligando, pedindo um help. Agora, estávamos a caminho da Big Hit, de carona com meu tio.
_Nervosa? -minha amiga perguntou, vendo que parei olhando fixamente pra porta, sem entrar.- Vamos, você consegue!
(-Vamos (S/N)! Não seja uma criança! Encare seu passado de frente e diga que não se importa mais.)
Ela segurou na minha mão, me passando toda a confiança que eu precisava e entramos. E como sempre, a minha tia estava na sala de ensaio, junto com os membros.
(-Puta merda, puta bosta, puta coco!)
_Licença! -falei entrando.- OLÁ!
Os membros me olharam, boquiabertos. Estavam todos na minha sala e a minha tia, menos Jungkook.
_Não achei que fossemos te ver mais! -Jin me abraçou.
_ Que saudades! -falei sorrindo.
_Nunca mais falou com a gente e depois diz que tem saudades. -Tae riu, me abraçando.
_ Sabe, eu tinha que... Você sabe meu problema... Se eu mantesse contato com vocês, iria mantes com... Você me entendeu. -bati fraco, no ombro dele.
_Vai me dizer, que superou Jungkook? -Suga riu alto, quase gritando.
_Olha, eu vim com meus pais, vamos parar de falar disso? Obrigada! -revirei os olhos.
E assim foi, comprimentos pra lá e os membros soltando as minhas histórias com Jungkook, para meus pais.
(-Além de vocês estarem fazendo eu lembrar de tudo, meus pais não sabiam da existência de Jungkook!)
_Caramba, a sala esta cheia agora! -Jungkook riu, entrando na sala.
No exato momento em que ouvi a voz dele, senti que as lagrimas iriam vir. Fiquei de costas pra ele e escondi meu rosto, no peitoral de Jimin.
_Esse é Jungkook, mais um dos membros. -minha tia sorriu.- Esses são Leticia e Ricardo, pais da (S/N) e a (N/S/A), que você já deve conhecer. Sobrinha? Esta tudo bem?
_Esta! -falei meio alto, sem me virar, na mesma posição.
_ Muito prazer! -Jungkook abraçou meus pais e olhou a minha amiga.- Oi! -ele riu e abraçou ela.
(-Tira os dedos dele, vadia!)
Senti ele se aproximar de mim, eu acho, pois meu coração parecia querer saltar da minha boca. Apertei mais Jimin, tentando fazer com que ele percebesse, que eu não estava legal e que a culpa, era dessa voz, que mexeu comigo desde a primeira vez que eu vi e ta mexendo agora.
(-Para de pensar no Jungkook! Lembra? Passado... Agora, você namora!)
_Olá, (S/N)! Tudo bem? -Jungkook falou, abrindo um sorriso largo, percebendo meu incômodo.


Notas Finais


Esse foi o começo da segunda temporada e o que dizer? Apenas:
EITA CARALHOOOOOO, FUDEU
Até amanhã!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...