História Coffee Shop • Kim Taehyung {Hot} - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Personagens Originais, V
Tags Babygirl, Bts, Daddy, Death Fic, Hot, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Menção A Day6, Park Jimin
Visualizações 63
Palavras 721
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor



Capítulo 28 - XXVIII. Broken Glass


Fanfic / Fanfiction Coffee Shop • Kim Taehyung {Hot} - Capítulo 28 - XXVIII. Broken Glass

  ~ Nayeon ~

Marie estava batendo em mim com um cinto, estava doendo muito e eu já não conseguia ficar em pé, sem forças cai no chão e me encolhi. 

Marie: Levanta! Eu ainda não acabei. 

Nayeon: Não! - Grito, em reprovação a sua ordem.

Marie: Como é?

Nayeon: Eu não consigo me levantar.

Marie: Fraca! - Da um soco em meu rosto. - Ridícula e fraca! Eu tenho nojo de você garota! Nojo!

Isso foi o suficiente pra Marie continuar me batendo, meu olho já estava roxo e minha boca sangrava, então eu apaguei.  


• • • 

Quando eu acordei eu estava sozinha no quarto, meus pulsos estavam presos e minhas pernas também, estava apenas de roupas íntimas, eu não conseguia me mover então apenas fiquei jogada naquele chão gelado, chorando.
  Como isso foi acontecer? Cadê o Taehyung? Nós só estávamos almoçando na casa do Kwan, depois disso não me lembro de mais nada. Nunca gostei dele, mais um motivo pra odiá-lo mais ainda.

Escuto a porta da casa sendo aberta com brutalidade, duas pessoas entram, consigo escutar suas vozes com perfeição, afinal estavam gritando. As vozes eram familiares... parece até a voz da Marie e do Kwan... a não ser que seja eles.
  Estou com tanta fome e sede, meu estômago ronca por comida e minha garganta está seca. Preciso dar um jeito de sair daqui! 

XXX: Levanta! - Uma mulher loira e alta entra no quarto e ordena. Tento ao máximo me levantar, mas as fitas em minha perna me deixam com pouca mobilidade. - Aish esquece! Fica sentada aí mesmo. - Vem até mim e me dá um pedaço de pão e água. - Come aí. Não quero ninguém desmaiando de fome ou sede.

Nayeon: Minhas mãos...

XXX: Ah claro. 

XXX: Vem aqui, por favor. - Diz o homem encostado na porta. 

A moça rapidamente saiu do quarto batendo a porta em seguida. Começo a comer o pedaço de pão seco que ela me deu e bebo a água... Espera. O copo é de vidro, e eu estou com as mãos livres... Talvez eu consiga tirar a fita da minha perna e tentar fugir, a janela não está trancada! 

Bebi toda a água daquele copo e o joguei no chão, agi o mais rápido possível cortando a fita das minhas pernas e abrindo a janela. Não era tão alto então dava pra pular. Mas antes que eu tentasse fazer algo alguém puxou meu braço. 

XXX: Aonde você pensa que vai? - Diz um homem alto de cabelos negros.

 ~ Kwan ~

Escuto o barulho de um copo sendo quebrado e rapidamente subo as escadas, vou direto pro quarto que Nayeon está, com certeza foi ela, afinal não damos nada a Taehyung. Ao chegar lá Nayeon estava pendurada na janela, tentando pular. 

Kwan: Aonde pensa que vai? - Puxo-a pelo braço.

Nayeon: Por favor não me machuca! 

Kwan: Porque eu faria isso, garota? Tem quem faça por mim.

Nayeon: Cadê meu namorado? Cadê o Taehyung? - Diz já chorando. - Deixa eu ver ele, por favor. Eu sei que ele está aqui!

Kwan: Se isso fizer você se calar, fique a vontade pra ir. 

Nayeon: É serio? Qual é o quarto? - Diz enxugando suas lágrimas. 

Kwan: Você vai, mas vai amarrada. E suas punições vão ser piores por ter feito isso. Vai sofrer mais, e na frente do seu namorado. É isso que quer?

Nayeon: Eu só quero ficar perto dele de novo. - Diz chorando novamente.

Eu não deveria fazer suas vontades. Mas se isso vai fazê-la ficar quieta, que seja. Novamente prendo seus pulsos e suas pernas com Silver Tape. Deixo bem apertado, pra não correr risco dela conseguir se soltar. Levo-a até o quarto em que Taehyung está, Nayeon logo começa a chorar.

Kwan: Olha, se for pra isso eu te levo de volta! 

Haviam marcas vermelhas por toda a extensão do corpo de Taehyung  devido aos tapas que eu lhe dei ontem, seu olho estava inchado de tanto chorar.

Tae: Nayeon! - Tenta levantar assim que nos vê. 

Nayeon: TaeTae. - Diz chorando. - Meu amor. 

 Tae: Desculpa. Eu não deveria... 

Nayeon: Não diga uma palavra. A culpa não é sua.  

Deixo Nayeon por ali mesmo e vou verificar se a janela está trancada, Nayeon é esperta, mas dessa vez ela não vai se livrar tão fácil. Saio do quarto e o tranco, deixando aquele quarto com total escuridão. 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...