História Coffee Shop • Kim Taehyung {Hot} - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Personagens Originais, V
Tags Babygirl, Bts, Daddy, Death Fic, Hot, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Menção A Day6, Park Jimin
Visualizações 55
Palavras 971
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor




~ Foto representando o Kwan ~

Capítulo 30 - XXX. Murder


Fanfic / Fanfiction Coffee Shop • Kim Taehyung {Hot} - Capítulo 30 - XXX. Murder

 ~ Kwan ~

Hoje iremos mudar, aqui não é o lugar certo pra mantê-los presos, não é tão afastado da cidade e eles podem facilmente descobrir onde estamos. Então iremos pra fora da cidade, um lugar bem afastado, onde eles não descobrirão onde estão. O caminho é longo, mais ou menos seis horas, como eu sei que não irão dormindo, vou dar a mesma pílula pra eles dormirem. 

Kwan: Bebam. - Entrego um copo com água pra cada um deles.

Nayeon: Não estou com sede. 

Kwan: Eu não ligo pra isso. Toma logo essa água. 

Em questão de segundos eles já haviam desmaiado, prendi suas mãos e com a ajuda de Marie levei-os até o carro.

 Marie: Isso vai dar certo né? 

 Kwan: Vai sim, relaxa. 

Entrei no carro e comecei a dirigir, eram 5 da manhã, provavelmente chegaríamos no destino por volta das 10, perfeito. Um lugar mais afastado da cidade, sem chance de fuga e sem chance de alguém descobrir. 


• • • 

Já haviam se passado quatro horas desde que saímos do Chalé, estávamos quase chegando mas a gasolina acabou, paro o carro em um posto abandonado que tinha no meio da estrada e fui abastecer, Marie também saiu do carro, deixando Taehyung e Nayeon sozinhos. Assim que enchi o tanque, fui ao banheiro com Marie.

~ Taehyung ~ 

Tae: Amor? - Sussurro.

Nayeon: Também tá acordado? 

Tae: Sim. Eu dormi por umas duas horas. 

Nayeon: Eu também. Fiquei com medo de abrir os olhos e eles perceberem e tentarem fazer algo...

Tae: Eu não estou vendo eles por aqui... quer tentar...

Nayeon: Quero! - Disse já tirando os cintos e abrindo a porta. 

Tae: Cuidado!

Assim que saímos do carro, corremos sentido contrário do caminho que Kwan ia seguir. 


~ Kwan ~

Ao sair do banheiro, vejo que a porta do carro está aberta, chego mais perto e vejo que Taehyung e Nayeon não estavam mais lá, merda! 

 

 Kwan: MARIE! CORRE! 

Entrei no carro e Marie veio atrás, corremos com o carro pensando onde eles poderiam estar, eles não seriam burros o suficiente pra seguir na direção que eu ia, então vou em direção contrária, estava em alta velocidade e logo avistei Nayeon e Taehyung correndo, então acelero mais ainda, quase atropelando os dois. 

Kwan: Abre o porta-luvas e me dá a arma! - Ordenei. 

Marie: Você vai matá-los?

Kwan: Não era esse o plano? Já cansei de perder tempo! Ou eu atiro ou atropelo!

Marie: Faça oque quiser!

Marie me entregou a arma e eu parei o carro, estava próximo deles e atirei duas vezes mas errei, Taehyung olhou pra trás e me viu. Desci do carro e ele chegou mais perto. 

Tae: Se for atirar em alguém, atira em mim!

Kwan: Não é você quem decide! 

Tae: Ela não merece morrer agora! Atira em mim! 

Apontei a arma na cabeça de Taehyung, Nayeon já chorando veio correndo e emplorando pra não atirar em Taehyung, mas foi ele quem pediu, seus desejos se tornaram realidade Taehyung. Está bom pra você? 

Nayeon: Kwan! Por favor! Não atira nele. - Diz chorando e se ajoelhando. - Atira em mim! Se ele morrer eu não tenho ninguém! Não tenho família e nem amigos! Por favor, atira em mim! 

Kwan: Que pena de você. Porque não volta pro Brasil, hein? Marie, faz alguma coisa com ela.

Tae: Filho da puta! - Taehyung socou meu rosto me fazendo cair no chão. 

Kwan: Como é? - Digo enquanto me levanto do chão. - Fala de novo. 

Tae: Ficou surdo? 

Me levantei do chão e fui em direção a Taehyung, dei um soco em seu rosto o fazendo cair no chão, eu estava com muita raiva então comecei a chuta-lo e dar socos em seu rosto, ele já sangrava muito.

Tae: Filho da puta! Eu odeio você! Nayeon, não deixa ele fazer nada contigo! Eu amo você. - Diz chorando. - Adeus.

Nayeon: Você não vai morrer! Não fala isso. - Grita, também chorando. 

Kwan: Bons sonhos, Kim Taehyung. 

Dou um tiro em sua cabeça e ele morre na hora. Nayeon caiu no chão e começou a gritar e chorar, Marie soltou ela e veio em minha direção. 

Marie: Oque vai fazer com o corpo?

Kwan: Deixa aí, os dois.

Estava entrando no carro quando Nayeon veio correndo em minha direção. 

Nayeon: Me mata! Por favor, me mata! Mas não não me deixa aqui sozinha. Por favor, me mata! 

Kwan: Eu não vou matar você. Entra no carro.

Marie: Não! Oque você tá fazendo Kwan?! 

Kwan: Calma Marie. Entra logo Nayeon. 

Nayeon entrou no carro e saímos de lá, deixando o corpo morto de Taehyung no meio da estrada. Nayeon estava suja com o sangue de Taehyung, chorando e lamentando muito.  

Nayeon: Me mata logo. Eu não quero viver assim. - Diz chorando. 

Marie: Cala a boca. - Diz com raiva.

Seguimos em silêncio até o Chalé, deixamos Nayeon lá, sozinha e sem comida. Ela é esperta, sei que vai conseguir ir até a cidade sozinha. 

Após isso, eu e Marie fomos pro meu apartamento, tomamos um banho e jogamos aquelas roupas sujas de sangue no lixo. Resolvo fazer as malas, pra me mudar pro Japão, lá ninguém vai saber oque eu fiz aqui e Nayeon não vai saber que estou lá. 

Kwan: Eu... estou me mudando. 

Marie: Pra onde? Vai me deixar aqui sozinha?

Kwan: Pro Japão. Vem comigo. Lá ninguém vai saber oque aconteceu aqui e Nayeon não vai nos encontrar. Podemos ficar juntos. Vem comigo.

Marie: Okay... Vamos.

 ~ Nayeon ~

Eu não acredito nisso. Omma, Appa e Taehyung. Porque todo mundo que eu amo está morrendo? Que merda de vida! Kwan fez questão de matar Taehyung na minha frente! Eu vou entregá-lo pra polícia junto com Marie, ele não vai se livrar. Eu vou fazer justiça por Taehyung.

Aah Taehyung... me desculpe por tudo, eu vou sempre amar você, e nunca me perdoarei por esse dia. Por favor, me desculpe...



FIM 


Notas Finais




Aah a Fanfic acabou :(
Esse é o final da Fanfic, meio triste eu sei, mas foi oque eu pensei, não queria que fosse algo tão doce.
Espero q eu tenha agradado alguém e espero q alguém tenha gostado do meu trabalho. Vai ter um capítulo bônus, sai ainda essa semana, por favor esperem por ele ♡
Se alguém estiver interessado, eu escrevi uma One Shot com o Suga, vou deixar o link aqui.
Obrigada a todos que acompanharam até aqui e aos quase 90 favoritos, sou realmente muito grata por isso, no começo eu nem imaginava nada disso, não sabia que poderia chegar a um número tão grande. Pra alguns, pode parecer pouco, mas é bastante gente!
Enfim, obrigada a todos que leram até aqui ♡♡ Até o capítulo bônus :)


I'm Sorry • Suga: https://spiritfanfics.com/historia/im-sorry-suga-9217882


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...