História Coisa de criança! - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Bakugo Katsuki, Midoriya Izuku, Todoroki Shouto, Yagi "All Might" Toshinori
Tags All Might, Bakugou, Deku, Izuku, Todoroki
Visualizações 89
Palavras 711
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Famí­lia, Fluffy

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá floquinhos, enton, leiam essa fic bonitinha, juro, ces vão adorar (ou não) eu a escrevi enquanto observava a goratoda aqui do meu bairro brincando na rua, aí eu vi essa fanart (da capa) e achei tão fofa que não resisti.
Espero que gostem, a classificação é livre.
Boa leitura.

Capítulo 1 - Crianças mimadas aprontam na praia.


Quem disse que o jovem rapaz teria que lidar com três pestinhas sem botão de off? Ninguém, exatamente ninguém, se soubesse que aquelas crianças eram tão danadas assim não teria aceitado aquela proposta. Mas Toshinori precisava de dinheiro, e o jeito mais fácil que encontrou foi aceitar a proposta de ser babá de Izuku, era o que ele pensava, mas pro seu azar, a senhora Midoriya Inko trabalhava na mesma empresa que aquelas outras duas senhoras, e adivinha as três teriam uma conferência de imprensa no mesmo dia, a Sra Midoriya fez questão de oferecer os serviços de Toshinori (sem o consultar é claro) para aquelas mulheres. Se estava bravo, claro que sim, mas iria ganhar o triplo então, como diz o ditado, quem não tem cão caça com gato, não espera ditado errado qual era mesmo?...Ah esquece, contanto que recebesse o pagamento no outro dia, iria ficar tudo bem.

Conforme o combinado, Toshinori buscou as crianças com a senhora Inko, que assim que as deixou em segurança em suas mãos, tratou de sair o mais rápido dali, estava muito atrasada, mais alguns minutos e perderia o voo.

Mais algumas quadras e lá estavam ele, na praia, aqueles moleques danados não queriam parar sossegado em casa, então decidiu que pro bem deles, é pro seu, que seria melhor trazê-los para explorar a praia.

Abriu a espreguiçadeira reclinável, fincou o enorme guarda sol na areia, é dali mesmo, deitado desleixado observou as pestinhas brincando ao longe, pareciam estar construindo um castelo.

- Ah não Deku, seu lesado, você estragou a porta do Castela - o loiro irritado deu um tapa no menor esverdeado que assustado começou a chorar.

- Hey! Katsuki seu estúpido, não fale assim com o Izu-kun - rasmungou Todoroki que era super protetor em relação ao mais novo.

- Cala a boca Todo-kun se não quiser que eu te quebre na porrada.

Midoriya encarou o loiro assustado, mas logo que ouviu a resposta do rapaz de duas caras, um sorriso, um pouco malicioso se fez em seu rosto.

- Pois eu duvido! - falou o bicolor tentando intimidar o outro - Quero ver se você tem coragem.

- Isso, Todroki- kun, pega ele - aquela carinha de anjo de Midoriya era só fachada, o que ele gostava mesmo é de uma treta maligna e o circo pegando fogo.

- Cala a boca Deku se não eu bato nele e 'ne' você também.

- Se encosta nele você morre Katsuki.

O rapaz de duas cor entrou na frente de Midoriya, que por cima de seus ombros, mostrava a língua mal criado para o loiro cabuloso.

- Seu...

Bakugou partiu pra cima dos dois, não quis nem saber, quem mandou o esverdeado tirar sarro dele. Todoroki até tentou o segurar, o que não deu certo. Ele foi jogado para o chão junto com Izuku, Bakugou segurava os dois pela gola da camisa.

- Quem é  o covarde agora.

Com um sorriso vitorioso nos lábios Bakugou puxou os outros dois os levantando pronto para dar os golpes, mas Todoroki se desviou puxando Midoriya consigo. Não demorou muito para os três começarem a aloitar. 

Toshinori viu ao longe um tumulto acontecendo, deve ser crianças mal criadas brigando pensou.

- Queria saber onde estão os responsaveis, eu é que não queria estar na pele de- cortou a própria fala ao perceber que se tratava dos "seus pirralhos".

- Droga esses moleques.

Confiante, Toshinori resolveu entrar no meio da briga, como era "adulto" achou que apartaria numa boa, estava era muito enganado, antes que pudesse falar alguma coisa, os três meninos ergueram os punhos em uníssimo e sem perceber a presença do mais velho no meio deles, deram um soco que acertou em cheio O loiro maior que caiu no chão derrotado pela dor.

- Toshinori - san Gomen.-Pediram os três meninos em coro. 

- Tudo bem, só parem de brigar.

- Tá bom.

Os meninos ajudaram  Toshinori a se levantar e foram brincar, dessa vez sem socos nem pontapés, como crianças bonitinhas e educadas, até fizeram as passes, Todoroki apertou a mão  de Bakugou e ambos os dois beijarem a bochecha de Midoriya.

Ainda esfregando o queixo pela pancada que levara, Toshinori observou os três garotinhos brincando. Obrigado mãe, por me fazer filho único. 


Notas Finais


Tenho que contar pra vcs, eu jurava que Todoroki era o primeiro nome do Todoroki Shouto, puta merda, só depois de ver que o Endeavor também era chamado de Todoroki que percebi que era o sobrenome, socorrr disgurpa.
Ah só pra deixar claro, o Toshinori também conhecido como "All might" está novo aí, curtindo sua adolescência.
Bjos até logo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...