História Coisas Banais da Vida - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Gaaino, Naruhina, Nejiten, Sasusaku, Shikatema
Exibições 156
Palavras 1.976
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, Escolar, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Desculpe a demora! Semana de provas ^^
Boa leitura!

Gif: Sakura

Atualizem suas fics!!!

Capítulo 13 - Não gostamos dele!


Fanfic / Fanfiction Coisas Banais da Vida - Capítulo 13 - Não gostamos dele!

 

“Você não tinha que ter feito isso, Kiba! ”

 

Escreveu Hinata, amassando o papel logo após e tacando para o namorado. Shion olhava de um lado a outro, acompanhava a trajetória da “discussão”. Hinata e Kiba discutiam por bilhetes, algo engraçado na visão da loira. Ao sentir algo sobre sua cabeça, Shion percebe ser uma bolinha de papel, a fazendo olhar imediatamente para Kiba, que sussurra um “foi mal” para a loira. Shion revira os olhos e entrega o papel para Hinata.

 

“Não foi minha intenção, Hina. Eu estava com ciúmes! ”

 

Hinata suspira e começa a escrever no bilhete, mas antes que pudesse começar uma letra sequer, o papel é tomado de suas mãos. O azar de Hinata foi a aula ser de espanhol e Koyuki não era uma professora paciente, como a maioria de todos os professores do internato.

- Senhora Kazahana, eu posso expli... – A professora a cortou, não deixando terminar a frase.

- Váyase de aqui! (Saia daqui!) – Mandou a professora, direcionando os dedos para a porta. - Espera un poco! (Espere um pouco!). – Pediu Koyuki, antes de Hinata sair a fora da sala. – Quem é seu cumplice? – Perguntou ela, mas, dessa vez, não sendo em espanhol.

Hinata abaixou a cabeça, olhando de relance para Kiba. Suspirou, antes de se pronunciar.

- No sé. (Não sei) – Dissera Hinata, ainda com a cabeça baixa. A professora suspirou, a mandando sair em seguida.

Shion olhou para Kiba, raivosa. O Inuzuka iria pagar pelo o que havia feito, mesmo que a culpa não fosse realmente dele. Do outro lado da classe, Sakura massageava suas têmporas e contava até um número indeterminado, a fim de não pular no pescoço de duas pessoas, que não paravam de discutir. Ela, realmente, não entendia: A mesa de Suigetsu era do outro lado da classe e, mesmo assim, Karin conseguia discutir com o mesmo. Derrotada, Sakura joga a cabeça contra a mesa, não se importando com a, possível, dor.

- Cala a boca, imbecil! – Berrou Karin, levantando-se da mesa e indo em direção a Suigetsu.

A ruiva o pegou pelo colarinho, queria socar a cara daquele infeliz. Suigetsu, pelo contrário, engoliu seco.

- Karin... Não precisa ser assim! – Pediu o garoto, tentando sair do campo de vista da ruiva.

- O que foi? Ta tudo bem, Sui? – Cínica: Essa era a palavra que melhor descrevia Karin no momento.

- Desisto. – Falou a professora, saindo da classe e deixando os alunos sozinhos, esses que encaravam tudo confusos.

Sakura levantou a cabeça, conseguindo pegar o último momento da professora na classe. A mesma virou a cabeça, vendo que Sasuke estava a seu lado, no lugar de Karin. Não se assustou, nem se surpreendeu. Não estava no “clima” de ter surpresas.

- Ela nos abandonou? – Perguntou Sakura olhando para Sasuke, não se preocupando com o estado que se encontrava: Seu cabelo bagunçado tampava sua visão.

 

✖✖✖

 

- Como assim advertência, Hinata? – Gritou Kurenai, furiosa. A mulher não entendia: Hinata nunca fora de se meter em confusões, porque justo agora? O que a aluna tinha na cabeça para fazer algo do tipo? – Isso não pode se repetir, entendeu?!

- Sim. – Concordou com um leve aceno, estava sendo um dia difícil para ela. Ela havia feito o certo não dedurando Kiba? Ela não sabia, realmente, não sabia.

- E outra: Não importa se as confusões forem grandes ou pequenas, você não vai arrumar nenhuma, entendido? – Hinata maneou a cabeça em confirmação, deixando-a baixa após a resposta. – Pode ir. – Falou Kurenai, por fim, fazendo a aluna ir embora da quadra.

Kiba só a trazia problemas, sendo com a família e com a escola. Como se já não bastasse seu pai não aprovar sua relação com o Izunuka, isso agora. Mais um motivo para o Sr. Hiashi não a querer junto ao namorado.

- Hina. – Chamou Shion, pondo-se ao lado da amiga, que levantou a cabeça para encarara. – Vamos comer alguma coisa, de morango. Venha. – Hinata deu uma risada fraca pela frase da amiga, deixando-se levar pela loira.

- Obrigada. – Agradeceu Hinata, já a lanchonete, onde se sentaram em uma mesa.

- Tudo bem... Ei, Hina... – Chamou Shion, recebendo total atenção da amiga. – Você pensou no que eu falei? – Perguntou, vendo Hinata suspirar.

- Pensei. – Confirmou. Shion a olhava esperando uma próxima resposta, resposta que Hinata não sabia ao certo. – Eu não sei... – Confessou, levando uma colher de sorvete a boca.

- Eu entendo: É complicado. – Shion falou, roubando um pouco do sorvete da amiga. – Gostoso! – Comentou, após engolir o mesmo.

- É o mesmo sabor que o seu!

 

✖✖✖

 

Before I come undone, save meSave me from the nothing I've becomeBring me to life, I've been living a lie, there's nothing insideBring me to life

 

- Você errou a última parte! – Karin Informou, nada amistosa, a Suigetsu. O Hōzuki, por sua vez, apenas revirou os olhos. Já estava cansado de Karin, achava a garota um saco. – Olhe para mim quando eu estiver falando com você! – Mandou, posicionando ambas as mãos na cintura.

- Porque você não está usando o casaco? – Perguntou Suigetsu, ignorando o assunto anterior. – É estranho ver alguém sem aquele casaco branco. – Comentou, passando a fitar o próprio uniforme.

Karin revirou os olhos, o amigo era um pateta. Virou-se para os outros dois membros da banda, passando a fita-los.

- Vamos comer. – Disse por fim, pegando na mão de ambos e arrastando os mesmos para o refeitório.

Suigetsu, que encarava o emblema escolar em sua camisa, saiu correndo ao perceber que havia sido esquecido no estúdio de música.

O refeitório era um lugar espaçoso e bastante confortável. Bastantes alunos passavam pelo local, provavelmente estavam com fome, conforme Karin. A ruiva arrastava os dois garotos a uma mesa ao canto, onde duas pessoas se encontravam: Um ruivo e uma rosada.

Sasori e Sakura brincavam com a comida, ao invés de come-la. Sakura dava garfadas no bife em seu prato, freneticamente. Sasori tentava imitar a Haruno, mas só havia conseguido se sujar mais.

- Oi! – Karin, praticamente, jogou Sasuke e Juugo a mesa. Suigetsu, que vinha mais atrás, teve a “sorte” de não ter recebido um dos carinhos da ruiva. – Sasori? – A ruiva sentou-se à mesa, não gostava do ruivo.

- Vocês se conhecem? – Perguntou Sakura, olhando de um para o outro.

- Esse idiota? Todos nós conhecemos. – Respondeu Sasuke, roubando o bife do prato de Sakura, que deu um tapa em seu braço, de leve.

Sasori revirou os olhos, não gostava de nenhum dos quatros, mas parecia que Sakura era amiga dos mesmos, então...

- O que aconteceu entre vocês? – Perguntou a Haruno, apoiando os cotovelos a mesa e levando as mãos ao queixo.

- Nada! – Responderam os cinco, encarando Sakura que se assustou com a rapidez e o número de pessoas que haviam respondido sua pergunta.

 

✖✖✖

 

- Então você também desenha? – Perguntou o moreno, aproximando-se da Hyuga, que se assustou ao vê-lo ao seu lado.

Hinata inclinou um pouco a cabeça, tentando reconhecer o garoto, que não a era estranho.

 

- Sai.

- Eu não vou sair! Eu já pedir desculpas! 

 

A pequena lembrança passou pela consciência de Hinata. A Hyuga estalou os dedos ao se lembrar no nome do garoto, que sorriu de imediato.

- Seu nome é estranho. – Comentou Hinata, sem pensar.

Ao perceber o que havia falado, a mesma pois a mão sobre a boca, sussurrando uma “desculpa” em seguida. Sai riu da atitude de Hinata, que fora bastante engraçada ao seu ver.

- Tudo bem. – Respondeu Sai, fazendo Hinata ficar mais tranquila.

O moreno sentou-se ao seu lado, observando o que a mesma desenhava. Pegou o pincel que Hinata segurava e se interferiu no desenho da mesma.

- Ei! – Brigou Hinata, dando um tapa leve no braço de Sai. Ao perceber o que o mesmo fazia, arregalou o olhar. – Bem melhor. – Disse por fim, encarando o desenho. – Você desenha muito bem. – Elogiou.

- Obrigado. – Agradeceu, devolvendo-a o pincel. – Não sabia que fazia artes. – Comentou.

- Resolvi fazer esse ano mesmo. – Respondeu, ainda fitando o desenho.

- Entendo...

- Quer almoçar comigo? – Perguntou Hinata, a fim de cortar o silencio que rondava o local. Sabia que Sai era novo na escola, não deveria ter muitos amigos.

Com um aceno e um sorriso, Sai aceitou a oferta de Hinata. A Hyuga então, o puxou pelo braço saindo da sala e passando a caminhar pelos corredores do internato. Tudo quieto, até demais. No refeitório, praticamente, todas as mesas estavam ocupadas, mas uma a chamou a atenção. Enquanto Sakura estava com uma cara de tedio, Sasuke, Sasori e Karin encaravam-se mortalmente. Mas, mesmo com o clima pesado que parecia rondar a mesa, Hinata levou Sai ao local, tranquilamente.

- Oi, pessoinhas! – Cumprimentou Hinata, sentando-se ao lado de Ino, que havia acabado de chegar. – Esse é o Sai. – Comunicou Hinata, apresentando o colega para os demais a mesa.

Então, a Hyuga pegou uma das batatinhas de Sakura, que estava a sua frente.

- Parece o Sasuke. – Comentou Ino, o encarando.

- Nada haver. – Respondeu Sakura, tomando um gole de seu suco logo após o comentário.

Ino deu os ombros, voltando a desenhar sua “coleção”.

- Ele desenha. – Informou Hinata, prestando mais atenção em seu celular a conversa.

- Me desenha? – Perguntou Ino, com um sorriso.

- Não. – Respondeu Sakura, fitando a loira, que revirou os olhos em resposta.

 

✖✖✖

 

- E então? – Perguntou Tenten, fitando o professor, que corrigia seu trabalho junto a Neji.

A Mitsashi olhou de relance para o Hyuga, que, assim como ela, também fitava o professor. Neji soltara um bocejo, já fazia um tempo que estavam a classe fora do horário de aula. Tenten desferiu uma cotovelada em Neji, que gemeu de dor. O professor encarou os alunos, que sorriam para o mesmo.

- Está tudo certo? – Perguntou Neji, encarando um canto qualquer da sala.

- Está sim. – Disse por fim, o professor.

Os dois alunos então dirigiram-se para fora da sala e partiram em rumo ao corredor do internato. Ambos caminhavam lado a lado, sem trocar nenhuma palavra.

- Viu! Esse trabalho nem foi tão insuportável. Até porque eu estou nele. – Informou Tenten, quebrando o silencio que reinava entre os dois.

- É, não foi ruim. – Confirmou o Hyuga fazendo a morena sorrir orgulhosa. – Mas você estava, até porque já acabou. – Avisou, fazendo o sorriso convencido de Tenten sumir.

- Porque você sempre faz isso? – Perguntou Tenten, encarando Neji.

- Isso o que?

- Me corrigir. – Explicou Tenten conduzindo ambas as mãos a cintura.

- Não tenho culpa de você está sempre errada. – Respondeu Neji, ganhando uma Tenten furiosa de presente. – Porque você não usa meias? – Perguntou Neji que olhava para os pés da Mitsashi.

- Não gosto. – Explicou virando o corredor e chegando ao refeitório. – Vamos. – Mandou Tenten ao avistar a mesa onde as meninas estavam.

 

✖✖✖

 

- E então foi isso. – Explicou Naruto a namorada, que olhava incrédula.

Mais cedo, após o começo do intervalo, Shion havia chamado Naruto para esclarecer o que Kiba havia a falado. A Shinohara percorria a sala em círculos.

- Venha comigo. – Pediu Shion, agarrando o braço do namorado.

A loira estava furiosa, iria matar Kiba. Então o mesmo só não havia causado uma confusão com Naruto porque ela havia aparecido no instante que o Izunuka pediria para Naruto ficar longe de Hinata? Kiba iria a pagar.

- Para onde vamos? – Perguntou Naruto, deixando-se levar pela namorada, que parecia estar furiosa.

Shion nada disse, apenas continuou a andar. Ao chegar ao refeitório, os olhos da loira percorreram por todo o lugar até acharem a cabeleira da Hyuga. Com um aceno de mão, pediu para Hinata viesse até ela assim que a mesma havia a notado.

- Shion? – Chamou Naruto encarando a namorada. – O que você exatamente quer que eu faça? – Perguntou, vendo a Hyuga se aproximar.

- Nada demais. Só diga a Hinata tudo o que você me contou e tudo bem. 


Notas Finais


Não foi erro! A Sakura que respondeu a Ino!!!
Para quem não lembra do uniforme: Cap. 8, notas finais.

sala de aula: http://i.imgur.com/LABZ2sS.jpg

Lugares de cada um na sala de aula: http://i.imgur.com/ovu00Kf.jpg
e a segunda turma: http://i.imgur.com/WwUE2sl.jpg (Ignorem essa Haruna)

Refeitório: http://i.imgur.com/q3YhOky.jpg

Esqueci de algo? Me desculpe! Mas se vc gostaria que eu explicasse ou mandasse a foto de qualquer coisa, fale. ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...