História Coisas de Uchiha - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Boruto Uzumaki, Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Inojin Yamanaka, Kakashi Hatake, Mitsuki, Naruto Uzumaki, Sai, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasuke Uchiha
Tags Sakura, Sakura Haruno, Sarada, Sasuke, Sasuke Uchiha, Sasusaku, Uchiha
Exibições 271
Palavras 1.438
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Mistério, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Depois seu pai decidiu fazer uma viagem pra observar tudo que deixou pra trás... – Ela corou, mas quando ia continuar a falar alguém bateu na porta.

Capítulo 10 - Problemas na vila, e a volta no tempo


Fanfic / Fanfiction Coisas de Uchiha - Capítulo 10 - Problemas na vila, e a volta no tempo

Sakura

Estava justamente me lembrando do momento em que pedi parar ir junto e Sasuke me deu aquele toque na testa. Um gesto de carinho que ele herdou do Itachi. Ia dizer sobre isso á Sarada, mas quando bateram na porta fui rapidamente olhar. Abri a porta.

- Ino? – Perguntei. – Eu combinei de encontrar você mas ainda está cedo...

- Não, não, eu não vim por isso. Sakura, você viu Inojin?

- Inojin? Não o vi... Por quê? – Ino me olhou séria com uma expressão muito preocupada.

- Sakura, estamos com um problema sério acontecendo na vila. Alguém tem levado crianças e machucaram seus pais. O hospital está cheio, e depois da academia, Inojin não voltou pra casa.

- O que? – O que Ino disse me deixou péssima. Que coisa horrível, quem estaria fazendo isso? – Sarada, querida, venha aqui um instante.

- O que aconteceu? – Sarada perguntou.

- Você viu Inojin na academia?

- Vi sim, ele estava lá. Chouchou não estava.

- E você não viu a hora que ele saiu? – Perguntou Ino.

- Eu vi, ele saiu com tio Sai.

- Ah... – Ino soltou um suspiro de alívio. – Também não consegui falar com Sai, mas ele deve estar com Inojin. A Chouchou foi levada essa noite. Tivemos vários casos de sumiços de crianças durante a noite. Preciso de você no hospital, temos muitos feridos.

- Tudo bem. – Respondi. Fiquei preocupada, e se levassem minha filha? Não quis pensar no assunto. Mas é mesmo. Se eu ia sair, não deixaria Sarada sozinha em casa... – Onde vou deixar a Sarada?

- Temari-san está em casa com Shikadai. Shikamaru está formando um grupo para ir em busca das crianças. Sarada pode ficar lá, acho que Karui-san também está lá.

- Certo.

Me arrumei rápido, fechei a casa e deixei Sarada na casa da Temari sem problemas. Karui estava péssima. Consolamos um pouco ela dizendo que ficaria tudo bem. Ao chegar no hospital, era mais sério do que pensei. Haviam machucado pais, mães e irmãos. Por sorte ninguém havia morrido, mas eram muitos feridos. Depois de algumas horas, fui ao último quarto rapidamente. Abri a porta. Não quis acreditar no que vi.

- Hinata! – Exclamei inutilmente. Ela estava inconsciente. Examinei, estava tudo bem com ela, só tinha leves arranhões, mas porque provavelmente Naruto havia a ajudado primeiro. Sai do quarto, e ele estava lá sentado no banco lá fora.

- Naruto!

- Sakura.

- O que aconteceu com a Hinata? – Naruto estava com uma expressão de dor no rosto. Era muito difícil vê-lo assim. Ele levou alguns segundos e disse:

- Levaram a Hima. – Aquilo doeu o meu coração. Instintivamente fiquei preocupada com Sarada. Ino chegou ali também dizendo:

- Pelo que estão dizendo levaram de 20 a 30 crianças.

Para a minha surpresa, Sasuke saiu de um dos quartos, enquanto Sikamaru, Chouji, Sai e Kiba se aproximavam pelo corredor. Sasuke me olhou preocupado e disse:

- Sakura? Se você está aqui onde está a Sarada?

- Deixei ela com Temari-san e Karui-san. – Ele acenou com a cabeça.

- Sai! Cadê Inojin? – Ino perguntou preocupada.

- Shikamaru me disse para deixa-lo com Temari-san, acabei de sair de lá.

- Naruto, precisamos ir. – Disse Shikamaru se aproximando.

- Então vamos. - disse Naruto se levantando e indo em direção a eles.

- Idiota, sabe que não devia ir. – Falou Kiba.

- Eu sei, mas foi a minha filha que levaram. Sakura. Você cuida do Boruto pra mim?

- É claro...

- Eu vou com você. – Disse Sasuke.

- Não. Sasuke, por favor fique e cuide da sua filha. Preciso que alguém tome conta das coisas aqui enquanto eu não voltar. E das crianças que ficaram...

Nesse momento senti a voz de Naruto ficando mais longe e minha visão embaçada.

 

Sasuke

Odiava admitir que Naruto estava certo. E ele estava. Queria ajudar, mas também não queria que levassem minha filha. Seria melhor ficar. Enquanto ele me convencia disso escutei a voz de Ino assustada seguido de um barulho:

- Sakura!

Me virei, e Sakura estava no chão. Ino a colocou sentada no banco e fui rápido ver o que houve.

- Ai meu deus, Sakura, o que aconteceu? – Ino perguntava abanando Sakura com as mãos. Ela estava voltando a si. Me sentei ao lado dela dizendo:

- Sakura? O que houve?

- Eu só... Me senti fraca. Acho que usei muito chakra. – Ela respondeu de olhos fechados.

- Está tudo bem?! – Perguntou Naruto preocupado. Fiz que sim com a cabeça e eles saíram.

Sakura

Acordei com Sasuke ao meu lado e Ino me abanando e falando:

- Ai meu deus, é muito susto pra um dia só. Você está doida usar tanto chakra assim?

Assim que me senti melhor, eu e Sasuke fomos buscar Sarada e Ino foi buscar Inojin. A casa da Temari estava parecendo uma creche, logo ela que não gostava muito de crianças. Lá estavam Shikadai, Inojin, Sarada e Boruto. Ino deu um forte abraço no seu filho, e eu fiz o mesmo. Sasuke apenas colocou sua mão sobre o ombro dela enquanto eu a abraçava.

Por fim, Ino, Temari e Karui decidiram ficar lá em casa também. Se todas ficássemos juntas não haveria problema. Agora era minha casa que parecia uma creche. Mas eu adorava esse movimento de crianças. Pena que era uma situação ruim. Sasuke se sentia pouco a vontade com muita gente em casa, então disse que iria fazer ronda a noite, mas que não sairia de perto dali. Concordei e por fim, estávamos eu, Temari e Ino, Sarada e Boruto na sala, os outros haviam ido dormir. E Karui também, pois estava exausta e preocupada.

Começamos a conversar animadamente sobre outras coisas pra fugir do assunto. Depois de um tempo Boruto também foi dormir. Não sei como chegamos ao assunto “maridos” e eu não falava muito. Elas contavam coisa do dia-a-dia de ser casado, porém eram coisas que eu não entendia muito bem, pois Sasuke raramente me incomodava por alguma coisa.

- Sai é um bom marido, e um bom pai também, mas ele tem o costumezinho de fazer os desenhos dele e deixar tinta de rolo. Quando Inojin era pequeno, ele virava toda a tinta pela casa, e fazia uma bagunça! – Ino falou.

- Shikamaru até não é de fazer bagunça, ele só não ajuda com nada dentro de casa, muito preguiçoso. – Temari falava.

- Ah mas isso ele sempre foi! – Disse Ino e as duas riram. – E você Sakura. Não vai falar mal do Sasuke um pouquinho? Ou ele é um marido perfeito?

- Ah, Sasuke não é de tirar as coisas do lugar nem fazer bagunça. Quando está em casa sempre ajuda com alguma coisa. Ele só... Não costuma vir muitas vezes pra casa.

- É, mas quando vem faz café e leva pra você na cama. – Disse Sarada entediada.

Senti meu rosto ficando vermelho, muito vermelho. Temari e Ino me olharam de bocas abertas.

- Não acredito! – As duas exclamaram juntas.

- Sasuke é assim? Sakura, o que você fez com ele? Antigamente ele nem ligava pra nada! – Disse Ino.

- O meu pai? – Perguntou Sarada.

- Há, o seu pai era o sonho de consumo de TODAS as meninas da academia. Mas só a Sakura amoleceu aquele coraçãozinho Uchiha. Apesar de que nós demos uma forcinha né, Temari? – As duas riam tanto que pareciam duas hienas.

Sarada

Minha mãe estava ficando roxa de vergonha. Mas eu estava a-do-ran-do o assunto!

- Como assim vocês deram “uma forcinha”? – Perguntei.

- Sarada! – Disse minha mãe me repreendendo.

- Ah Sakura! A menina merece saber! Vamos. Sarada, acho que seu pai só está com a sua mãe porque eu empurrei ela pro Kiba e ele ficou ciúmes.

- Ino! – Disse minha mãe.

- O que foi? – Ino respondeu. Fiquei pasma. O Kiba? Ele tinha cheiro de cachorro molhado. Não que eu não gostasse de cachorros, mas era meio estranho aquele amor dele.

- Agora quero saber tudo! Por favor, me contem! – Implorei.

- Sakura, faça as honras. Estamos aqui pra não deixar você mentir.- Disse Ino, e ela e Temari cruzaram os braços. Minha mãe suspirou. Um suspiro de derrota e disse:

- Bom, vamos ver onde eu parei. Depois que a 4ª Grande Guerra Ninja acabou, seu pai saiu da vila, pra fazer viagem de redenção... Eu até me ofereci para ir junto com ele, mas ele disse que não tinha nada a ver comigo. – Ela começou a sorrir e disse: - Mas dessa vez ele se despediu de mim dando aquele pequeno toque na testa

Eu estava extremamente ansiosa, queria saber tudo! E agora, eu acredito que finalmente eu ia saber!


Notas Finais


Oi genteee! :3
Primeiramente: Quem viu o episódio de ontem de Naruto Shippuden já entendeu essa imagem linda e maravilhosa ali né! Foi tão fooooofo! ❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️
Bom, enfim, aqui está a continuação, espero que gostem.
Queria agradecer a todo mundo que tem comentado, favoritado e tal, vocês me ajudam muito, Obrigada mesmo! Vocês são demais! ❤️❤️❤️
---------------------------AVISO IMPORTANTE---------------------------
E agora atenção galera!
No próximo capítulo vou voltar no tempo e contar tudo como se estivesse acontecendo agora. Como se fosse um Flash Back. Vai ser tudo narrado principalmente pela Sakura e algumas partes pelo Sasuke também. Vou contar TUDO, cada detalhe! Então fiquem ligados, que logo volto com o momento tão esperado pela nossa querida Sarada (e por todos nós)! ❤️❤️❤️❤️❤️
Bom, beijinhos e até o próximo! ^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...