História Colapso - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jin, Kookie, Suga, Tristeza
Exibições 13
Palavras 1.043
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


É, estou bastante empolgado com a fic, espero que consigam entender. Vlw!!

Capítulo 2 - Parte 2


— Que gritaria é essa? — Jimin sai do quarto assustado.

— Jin, não chega perto da Shin! — Kook vai atrás da namorada.

...

— Nossa, a coisa tá feia... — Yoongi pega no ombro de Jin.

— E eu não fiz nada, Kook que é um descontrolado! 

— Quando o Kook voltar, vai querer brigar denovo. Jin, vai para casa. — Namjoon dá uma dica para ele.

— Eu quero ficar com vocês, não vou embora! 

— Não Jin, fique com a gente, vamos tentar entender o que está acontecendo.

...

Kook estava atrás de Shin, andou pelo hotel inteiro, saiu pela entrada da frente e viu Shin sentada na calçada.

— Shin! — Chamou por ela.

Ela se levantou e foi até ele.

— Eu não posso ficar com você Kook.

— Aquele desgraçado do Jin falou alguma coisa para você né?!

— Não Jeon, não foi isso, eu realmente ainda amo o Jin, desde quando eu vi ele. Desculpe, não posso ficar com você.

Kook dá um tapa na cara se Shin em público, todos olharam.

— Vagabunda! Me iludiu!

— Você é um monstro! — Saiu correndo e chorando.

Jeon subiu rapidamente para o quarto. Entrou com tudo e foi para cima do Jin.

— Filha da puta!

— Ow! Calma! — Yoongi segura fortemente Jeon.

— Ela ainda te ama! Era isso que você queria?! — Tenta ir para cima de Jin.

— Kook, você está louco! — Tae fala ajudando Yoongi segura-lo.

— Não estou! — Jeon se solta e empurra Suga, que cai no chão.

Namjoon vai para cima de Kook, dando um soco na cara do mesmo.

— Dá pra parar com essa loucura Jeongguk? Ou quer que eu te apague?!

— Nam, calma! — Jin vai até Namjoon.

Com Kook no chão, Jin se sente seguro para ir falar com ele.

— Kook, não importa o que você acha, só quero que saiba que não é minha culpa, eu não falei nada! Me perdoa se eu te fiz mal?

— Não, não irei te perdoar. — Kook levanta e fica frente à frente com Jin. — Só quero que saiba que este é só o começo, eu ainda vou acabar com a porra da sua vida, igual você fez com a minha.

— Kook, por favor, para! Eu não fiz nada com a sua vida. 

Jeon vai embora...

— Acho que nossa amizade está se acabando aos poucos. — Yoongi fala indo para seu quarto.

— Aí que merda... — Jin se joga no sofá.

— Eu acho que vou embora... — Jimin.

— Não Jimin! — Tae fala.

— Eu não irei aguentar esse clima, me ajude Tae. — Falou colocando a mão em seu ombro.

— Todos nós iremos nos ajudar, fica tranquilo.

— Não sei o que dizer sobre esta merda. — Hoseok chega perto do Tae.

— Eu acho que estamos divididos, Yoongi não irá ficar contra Kook, eles são muito juntos desde o tempo escolar. — Jin supõe.

— É, vou ir perguntar. — Hobi vai até o quarto.

...

— Ei! — Jeon bate na porta várias vezes.

— O que quer caral... Kook?! Meu sobrinho! O que faz aqui? — Seung, tio de Jeongguk.

— Eu preciso de moradia, estou em um "rolo" com meus amigos...

— Claro, entra aí!

Kook tinha achado um esconderijo e uma ótima pessoa para ajudar ele em qualquer coisa.

— Então, o que houve com seus amigos?

— Estão contra mim tio... — Sentou na cadeira velha da garagem.

— Bom, com certeza fez coisa errada, como sempre.

— Sim, eu fiz, mas não aceito, tem algo dentro de mim, que quer vingança, sangue...

— Você não tem algum problema mental Jeon? Vou te falar uma coisa, acho que nunca te falaram, mas, o seu pai era um bêbado, um doente, batia na sua mãe sem motivo aparente, ele tinha uma doença mental, não sei qual era.

— Está dizendo que eu sou louco? Até você?

— É o que parece, seus olhos estão profundos, parece um doente. Desculpe, precisa se tratar... O que fizeram para te deixar tão abalado meu filho?

— Meu amigo, o Jin, minha ex-namorada ainda ama ele, ela falou na porra da minha cara! Sinceramente, eu estava amando muito ela...

— Óh, pesado. — Deu um copo de água para Kook.

— Obrigado. — Bebeu.

...

— Yoongi, posso entrar? — Hobi pergunta.

— Entre...

Min Yoongi aparentava estar triste, deitado em posição fetal na cama, olhando para o nada, talvez pensando em seu amigo que deve estar doente.

— Você está muito triste pelo Kook não é?

— Eu preciso ajuda-lo, ele está sofrendo, não é o Jeongguk que eu conheço. Preciso livra-lo do mal que lhe assombra. — Levanta e fica sentado.

— Eu sei, não vou julgar você, se achar que deve ir atrás dele, vá atrás, saiba que nós estaremos de braços abertos para você.

— Obrigado Hobi, eu irei atrás dele. — Suga pega o celular.

Mensagens

Yoongi: Kook, onde você está?

Kookie: Por que quer saber? Não está querendo me matar também?

Yoongi: Eu quero te ajudar.

Kookie: Enfia uma faca no pescoço do Jin para mim? Obrigado.

Yoongi: CARA, ME FALA ONDE VOCÊ TÁ?

Kookie: Promete que não irá contar para ninguém?

Yoongi: Prometo...

Kookie: Ok, estou na casa do meu tio, lembra aonde é?

Yoongi: Lembro. Obrigado, estou indo amigo.

 ...

Todos vêem Suga saindo, olham para o Hoseok à procura de respostas.

— Está correndo atrás do que acha que é melhor para ele.

— Então ele vai ficar com o Jeon... — Jin.

— Tenho medo dele manipular Yoongi. — Tae fala.

— O Yoongi vai salvar ele, Kook está com algum problema, só uma amizade verdadeira ajudaria-o. — Hoseok.

— E nós? Devemos estar na linha de morte de Kook, se entramos no caminho dele, é capaz dele ferir a gente. — Jimin diz.

— Não vai, ele não seria capaz... — Namjoon.

— Temos que ajudar o Jeon, não devemos ficar contra ele, pois sabemos que o Kook não agiria daquele jeito aqui, ele está louco. Vamos fazer o possível para ajuda-lo. — Jin.

Eles estavam em uma rodinha no meio da sala, todos com o coração na mão por Kook.

...


Notas Finais


Este capítulo está melhor do que eu pensava. (Convencido)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...