História Cold - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Louis, Maria Antonieta, Marie, Morte, Perda, Relacionamento
Exibições 23
Palavras 504
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia)

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Olá,pessoal! Mais uma fic com aquele drama básico.
Eu espero que gostem, eu realmente a fiz com carinho!
<3

Capítulo 1 - Anchor up to me, love


Dinheiro não nos leva longe, sob péssima administração não dura e em mãos erradas provoca a ruína daquele que o detém. Era isso que você me dizia. Olhava pra mim por baixo dos óculos de armação redonda e falava suavemente:

"- Se você tem sede por alguma coisa, que seja de poder. É com ele que você irá alcançar todos os seus objetivos, mesmo que sejam irrelevantes para o resto da humanidade."

 Eu amava te escutar falar e falar, mesmo que eu não entendesse realmente. Gostava de quando nos deitávamos por aí e você me falava sobre tudo aquilo que eu não havia aprendido sobre as Grandes Guerras ou sobre suas teorias a respeito do mundo. Você me ganhou pelo seu jeito único de respirar sobre o passado, presente e futuro, e eu lamento que nós não pudemos ter o nosso futuro.

 As vezes, quando estou deitada na minha cama, espaçosa demais para um corpo só, eu desejo nunca ter te conhecido, porque a falta que você me faz é estupidamente maior do que a falta que você faria se não tivesse entrado em  minha vida.  Mas sempre, todas as míseras vezes em que eu penso isso, sou logo chicoteada pelos momentos que apenas você foi capaz de proporcionar a uma garota que estava gradualmente entrando na vida adulta.

 Quando me perguntavam aonde é que eu havia achado alguém como você, totalmente o oposto de mim, eu gostaria de dizer que havia sido em uma biblioteca ou em uma praça. Mas a realidade é que eu estava bêbada demais, naquela festa com nossos amigos em comum, onde eu não me encaixava e passava vergonha. E você gostou de toda aquela loucura e rota sem rumo que emanava de mim. E, eu juro, você era lindo de perto! Acho que você era a luz que faltava para iluminar a minha estrada e todos aqueles clichês, que seja.

 Eu queria saber quando, a hora exata, o momento da epifania em que você tomou meu coração e minha mente, pois já eram seus. Agora são restos mórbidos do que já foram outrora. E agora, saudade é tudo que me resta quando estou sozinha.

Por que você lia jornal pela manhã? Ah, qual é, você era o único cara de vinte anos que ainda lia algo tão arcaíco. Brilhante, é como eu te descrevo quando me perguntam de você. Francês, skate, bandas desconhecids, WAR e amor foram coisas que eu aprendi com você.

Meu sobrenome não combinava com o seu, Lopes Castro não era bonito posto lado a lado, mas era muito mais sonoro do que o de todos os homens que passaram pela minha vida. Porque eu te amava. Porque eu ainda te amo. Porque eu tenho a certeza de que eu vou te amar enquanto eu respirar. Porque meus dias são frios desde que você se foi.

Você dizia que eu era a sua Maria Antonieta, mas eu permaneço aqui, esperando a minha hora de ir para a guilhotina . Então, por quê você se foi?


Notas Finais


Espero que tenham gostado! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...