História Cold Blooded - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Avril Lavigne, Justin Bieber, Taylor Momsen
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais, Taylor Momsen
Tags Fanfic, Horror, Justin Bieber, Romance, Suspense, Taylor Momsen, Terror
Exibições 22
Palavras 2.397
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Steampunk, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Bom, me digam se querem mais ok?

Capítulo 2 - O velório


Fanfic / Fanfiction Cold Blooded - Capítulo 2 - O velório

                                                        P.O.V Amber

Sai do banho e coloquei a minha cor preferida de roupa: preto. Claro que a noticia da morte do Carter ja chegou até aqui, e eu to meia que desesperada, eu não queria que ele morresse, não agora, ele ainda tinha que me pedir desculpas e ser feliz comigo, mais não, ele defendeu ela, e na minha frente, talvez ele merecesse morrer, talvez eu seja louca, mais eu vou sempre amar aquele desgraçado, e vou ter que lidar com isso.

Sai do carro algumas horas depois de termos chegado no cemitério, pedi um tempo sozinha pro meu pai, eu quero pensar, chorar em paz sem ninguém pra me encher o saco. Bati a porta do carro e andei em direção ao corpo de Carter que estava em uma capela logo a frente, passei pela minha irmã que estava de cabeça baixa e a encarei até chegar perto da mãe de Carter e a abraçar.

_tudo bem, vai ficar tudo bem. -  disse em meio as minhas lágrimas e ganhei um beijo na testa.

Me aproximei do corpo dele e parei o encarando, ele até que tava bonitinho com a cara de safado de sempre. Passei minhas mãos nas suas e desabei mais ao ver a nossa aliança em seu dedo. Tudo bem, ele vai ser enterrado com ela, claro que sim, ele è meu e sempre foi, bom pra todas as minhocas saberem que esses buracos ja tem dona.

_meu Deus Amber. - me virei e ja me deixei cair em seus braços. Era Melissa, minha melhor amiga desde sempre.  _você ta horrível.  -  ela disse acariciando meu rosto descendo para meus cabelos.

_você queria que eu tivesse como?

_vem, vamos sair daqui, você não precisa ficar olhando pra ele.  - Melissa disse pegando em minha mão me guiando até seu carro.

Chegamos na minha casa e sobimos abraçadas até o meu quarto. A Mel sabia o quanto eu amo o Carter e com certeza não iria me deixar ver alguém jogar terra por cima dele.

Contei toda a história pra ela e lógico, que me trouxe uma bebida e guardou a minha lamina com ela. Ficamos nos encarando por horas e bebendo em silêncio, até que Melissa veio até mim e me pegou, se deitando na cama abraçada comigo. Ela sabia do que eu precisava agora, não era de beber nem de farra, eu só precisava de um lugar confortável pra desabafar.

_não sei oque seria de mim sem você amor.  -  falei acariciando seu rosto e a beijei.

_oque ta acontecendo aqui Amber?  - meu pai chegou bem na hora e aumentou o tom de voz.

_oi, tudo numa boa?  -  Mel o comprimentou e sorri baixo.

_Melissa ja pode ir pra casa. Amber desce pra jantar.  -  ele disse e saiu.

_nem vi que ja era tarde. -  Mel disse se levantando. Acho que deu pra notar que meu pai não curte muito agente.  _pelo visto ele não me convidou pra jantar. -  falou num tom fofo e me sentou em seu colo beijando minha testa.  Descemos de mãos dadas e passamos em frente a porta da cozinha pra chegar até a saída principal, oque fez meu pai e a  namorada nos seguirem pra ver as próximas cenas.  _você vai ficar bem?  -  Melissa perguntou beijando minha testa e passando seus dedos por meu rosto.

_acho que sim. -  falei sorrindo e a vi sair.

_eu sinto muito  -  Pattie, a namorada do meu pai, veio até mim e me abraçou.

_sente pelo chifre ou por ele ter morrido?   -  falei seca e me sentei a mesa. Eu até que curto ela, mais eu não gosto dela se metendo na minha vida como se fosse a minha mãe, e hoje eu não to pra muita conversa.

_sinto por tudo querida, oque você precisar pode falar comigo, vou estar sempre aqui.

_obrigada  - sim, eu podia ter dado uma mal resposta, mais como eu já disse, curto ela.

_Amber, sua irmã foi passar um tempo na casa de uma amiga, eu vou precisar trabalhar, se importa de passar o fim de semana com Pattie?  -  acho que meu pai perdeu a noção.

_o astro teen ta em casa?   -  já perguntei logo.

_não querida, o justin esta na casa dele descançando. -  ok.

_se não tiver outro jeito.....

Disse e sai subindo até meu quarto e batendo a porta. O bom da Pattie é que ela não fica enchendo o saco, eu faço quase tudo oque eu quiser.

Arrumei a minha bolsa e coloquei a minha garrafa de wisk no meio das roupas para que ninguém reparasse e nem sentisse o cheiro.

Cheguei na casa de Pattie, e como já dito, o idiota do Bieber não estava em casa, ótimo, liberdade e sem extress. Subi até o quarto que eu já ficava quando vinha pra cá e joguei minha mochila em qualquer canto, tirei o meu coturno e fiquei descaça mesmo, bem avontade, deitei na cama e liguei uma das minha músicas preferidas no computador, bem alto, Pattie nunca reclama. Acendi meu celular e fui direto pra galeria de fotos, ele estava la, eu e ele, só eu e ele, não entendo o porque de ele ter feito aquilo, será por quanto tempo durou aquilo? Porque ele defendeu ela? As lágrimas começaram a descer e dei um zoom bem no rosto dele, pra ver as covinhas que se formavam quando ele sorria, sorri junto mesmo chorando.

Acordei com dores no braço e reparei que havia dormido em cima dele, encarei meu celular e minha maquiagem estava quase toda borrada, peguei uma camisa de banda qualquer em meio as minhas coisas e fiquei só de calcinha, blusa e meia, só tem eu e Pattie aqui, que a essa hora com certeza deve estar dormindo, são três da manhã, então, não tem problema ne?

Desci as escadas no escuro mesmo, e fui até a cozinha comer alguma coisa.

 

                                                          P.O.V Justin Bieber

Depois de um show desses eu quero ir pra casa e só relaxar, se tivesse alguém pra me chupar enquanto isso ia ser melhor ainda. Oque eu to falando? Acabei de sair de um namoro e já to pensando em vadia? Pois é, esse sou eu.

Me joguei no banco de tras de um dos meus carros e já levantei todos os vidros antes mesmo de sair do lugar do show, senão as malucas das beliebers se jogam aqui dentro. Eu amo as minhas fans mais as vezes estou cansado demais pra elas, e hoje eu estou muito cansado.

Coloquei o meu pé sobre o banco e mandei o motorista me levar até a casa da minha mãe, é mais perto daqui e eu quero chegar logo e deitar. Coloquei os meus fones de ouvido enquanto as garotas gritavam do lado de fora e respondia alguns whatspps até chegar em casa.

Já cheguei na casa da minha mãe cumprimentando os seguranças e entrei direto pra cozinha, abri a geladeira e peguei um pedaço de torta la, engoli o primeiro pedaço quando a luz acendeu e eu dei de cara com Amber parada.

_ahhhhh -  gritei com a mão no peito. Porra, essa estava com uma blusa preta de banda uma meia preta grande, o cabelo descolorido grande e bagunçado e os olhos pretos e borrados, com uma faca na mão. Oque essa caralha ta fazendo aqui?

_ui deu medinho Biba?  -  a abusada disse se aproximando.

_você parece uma assombração cara, alguém já te falou isso?  -  credo.

_oque você ta fazendo aqui?  -  a assombrada me perguntou antes de pegar um pedaço da minha torta.

_a casa é da minha mãe, eu venho aqui a hora que eu quiser  -  me virei e sorri antes de soltar minha próxima provocação.   _fiquei sabendo que nem o amor da sua vida te aguentou e se matou.

_você cala a sua boca, que sua namorada também não te amou ao se enternar em uma rihab ne?  -  ela sempre meche com a Selena, eu acho que ela sabe bem oque me atinge.

_ela não é minha namorada Amber   -   falei num tom severo e a ouvi rir e subir as escadas.    _isso vai conversar com suas amigas almas penadas.  -  disse e ainda ouvi risos. Filha da puta, ela sabe muito bem como me irrita quando fala da Selena, ainda mais insinuar que ela se enternou por minha causa, eu não tiro essa possibilidade da minha cabeça.

                                                       P.O.V Amber

Acordei e fui direto pro banho, enfiei a minha cabeça com tudo debaixo da água e deixei molhar todo o meu cabelo, passei as mãos em meu corpo me ensaboando e pude me lembrar dos meus banhos com Carter, de seu cheiro molhado, de seu toque, seus dentes me tirando do sério, e em seguida, pude o enxergar dentro do caixão novamente.

Sai do banho e já vestida desci pra comer alguma coisa e olhei o relógio da escada, vendo que já era umas duas da tarde, viu oque eu tinha dito da Pattie? Eu acordo e faço oque eu quiser a hora que eu quiser, ela não fica me enchendo.

Peguei um chocolate no armário e sai pra dar uma volta pelo condomínio.

                                             P.O.V Justin Bieber

_JUSTIN ABRE A PORTA PELO AMOR DE DEUS  -  acordei rápido com a minha mãe gritando e corri pra abrir a porta, quando a vi reparei bem pra ver se tava inteira.

_oque foi mãe?  -  falei rápido limpando os olhos.

_a Amber sumiu filho, já proucurei em todo o lugar, os seguranças me disseram que ela saiu era umas duas da tarde, olha as horas filho  -  acendi com calma meu celular e vi 23:43 da noite.

_calma mãe, noticia ruim corre rápido, daqui a pouco ela ta ai  -  falei indo em direção a minha cama e  minha mãe me puxou.

_vai atrás dela justin, eu procurei aqui dentro, no condomínio ela não esta filho, acha ela  -  o caralho cara.

_você já ligou pra ela?

_o celular dela ficou aqui  -  ta, agora fiquei meio preocupado.

_beleza eu vou atrás dela .

Coloquei apenas uma bermuda e entrei no carro indo atrás dela, coo a minha mãe disse que ela não está no condomínio, sai de uma vez pelas ruas, passei por todos os lugares mais tops do bairro e nada de achar a assombração. A hora que eu achar essa garota eu vou estragar mais a cara dela.

                                                         P.O.V Amber

Já escureceu e já ta bem tarde e eu ainda não consegui achar o caminho de volta pra casa da Pattie, eu to com muita fome e frio. Andei mais até o fim da rua e vi um prédio em obra vazio, tomara mesmo que esteja vazio e sem nenhum bixo la dentro, porque eu vou entrar.

Entrei no lugar e estava todo em silencio, a rua era meia deserta e quase não passava carro, vou ficar aqui até ficar claro e pedir informação pra alguém. Andei mais pra dentro do lugar e avistei um papelão e alguma coisa parecida com uma tentativa de se fazer uma fogueira, com certeza alguém estava aqui. Sentei no papelão e comecei a escutar uns barulhos de pegadas. De repente o silencio voltou e eu só senti um puxão no cabelo.

_me solta  -  tentei dar cotoveladas mais não consegui acertar nenhuma.   _sai, me solta  -  falava mais e tentava acertar mais chutes na cara do cara, até que acertei um e sai correndo o sentindo correr atrás de mim.

_volta aqui garota  -  o cra corria e eu parei em um monte de tijolo pegando um e tacando em cima dele.

Sai do lado de fora da rua e ele conseguiu me pensar no muro e rasgar a minha blusa, suas mãos apertavam meus seios e eu comecei a me debater na parede e chorar, não tinha forças pra mais nada, to sem comer desde cedo.

Suas mãos passavam por todo o meu corpo e eu o vi cair, vendo Justin bem atrás dele. Justin estava com um dos tijolos nas mãos e bateu no ombro do cara o fazendo cair.

Fui pra cima dele e peguei um dos tijolos batendo contra sua cabeça mesmo com ele já desacordado, meus seios estavam de fora mais eu não me importei, apenas queria dar um fim naquele desgraçado, justin me puxou e me virei de frente pra ele, nossas cabeças ficaram bem próximas e suas mãos seguraram meus rosto.

_calma, chega, eu to aqui, nada vai acontecer mais  -  disse e me abraçou.

Deixamos o homem caído la no chão e entramos no carro, Justin tirou a camisa e me deu pra eu não ficar com os seios de fora.

_oque foi?  -  perguntei quando o carro parou.

_acho que acabou a gasolina  -  justin disse batendo a cabeça no volante.

_nossa que esperto  -  cruzei os braços o encarando.

_pelo aumenos eu sei me defender de um estuprador sozinho .

_será?  -  falei e ele abriu a porta do carro.

_vamo ver se agente acha um lugar perto pra passar a noite  -  justin falou e eu sai do carro o segundo.

Seguimos em frente e não demorou muito pra acharmos uma luz vermelha bem chamativa, andamos até chegar mais perto e não acreditei quando li Motel escrito.

_ah ta que eu vou passar a noite em um motel com você, eu tenho uma reputação  -  disse brava o vendo soltar um riso.

_você acha que eu vou dormir no mesmo quarto que você? só nos seus sonhos eróticos.

Entramos no lugar e logo já vieram umas mulheres pra cima do justin me ignorando totalmente, fui direto pro balcão e pedi um quarto pro cara, mandei colocar no nome do justin e fui levada até o quarto.

O quarto não era o mais luxuoso do lugar mais até que ta bom, ok que tinha uns elefantes bizarros desenhados na parede umas cadeiras com vibrador e uns chicotes espalhados pelo chão. Fui direto pra banheira tomar um banho e ouvi o barulho da porta abrir, Justin deve ter mandado alguém me trazer algo pra comer, depois de relaxada me enrolei na toalha e fui em direção ao quarto quando dei de cara com Justin sentado na cama me encarando.

_vai sair por bem eu por mim?  -  perguntei séria o vendo rir.

_só tem esse quarto.

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...