História Cold Coffee - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ed Sheeran, Karlie Kloss, Sam Smith, Taylor Swift
Personagens Ed Sheeran, Karlie Kloss, Sam Smith, Taylor Swift
Tags Ed Sheeran, Romance, Sweeran, Taylor Swift, Ted Sweeran
Exibições 27
Palavras 911
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Crossover, Poesias, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi gente, acabei de chegar em casa e estou super cansada, mas está aí mais um capítulo para vocês.
Espero que gostem <3

Capítulo 2 - Everything Has Changed


Fanfic / Fanfiction Cold Coffee - Capítulo 2 - Everything Has Changed

Estou pensando em como as pessoas se apaixonam de maneiras misteriosas - Thinking Out Loud

Desde a conversa com Ed há dezoito horas atrás Taylor não consegui tirar seus olhos verdes, suas sardas e seu sorriso de sua cabeça, tudo que ela conseguia pensar era como ela queria o conhecer melhor e como ela não sabia pela manhã que ela iria saber coisas que não imaginava saber antes. Coisas como um momento e uma conversa podem mudar tudo.

Tudo que ela sabia era um simples nome, mas ela já o queria na sua porta e pedia aos céus que ele não tivesse ninguém o esperando em casa. Taylor se sentia encantada por conhece-lo e era como se faíscas voassem quando ele sorria. E tudo que ela se perguntava era o porquê de ela sentir que sentiu a falta dele por todo esse tempo.

Uma parte dela se sentia boba por estar se entregando algo tão depressa já que ela havia prometido que não iria arriscar novamente quando ela finalmente se sentiu ‘limpa’ do último relacionamento.

Já Ed sempre foi do tipo que arranjou encrenca e nunca conheceu nenhuma garota como a Taylor. Mas sempre quis um amor que valesse a pena lutar por.

Ele desejava que essa tivesse sido apenas a primeira página de uma história que não iria terminar, seus pensamentos ecoaram o nome dela e se perguntavam se ele a iria ver novamente. Ed pedia para que ela não estivesse apaixonada por ninguém e dançou em seu quarto feliz por ter conhecido alguém tão encantadora quanto a loira.

O ruivo ficou pensando naqueles olhos azuis que lhe lembravam o mar de Tenerife e como seu cabelo caia perfeitamente nos seus ombros e costas. Ele pensava que tudo poderia acabar em um incêndio, mas se fosse para acabar em chamas eles deviam se queimar juntos já que o amor é fogo que arde e queima, machuca e cura, que deixa marcas para sempre na memorias daqueles que já amaram algum dia, pois o amor não começa nem acaba, ele nasce e morre, mas jamais é esquecido.

Logo pela manhã Ed se apreçou para ir ao café na esperança de Taylor aparecer por lá, e sim ela apareceu usando um vestido azul claro e fino que ia até seus joelhos, uma sapatilha bege, seus cabelos soltos, sua bolsa/pasta e dando um enorme sorriso ao barista que anotou seu pedido: Café preto com creme e açúcar e alguns cookies. Ela recebeu o copo e sentou-se a mesma mesa que havia sentado no dia anterior e observou como Ed era cheio de manias.

O jovem batucava na mesa quando estava impaciente, mexia no cabelo nervoso ao receber algum elogio, passava a língua nos lábios para os reidrata-los, escrevia algo em um caderno de tempos em tempos, como se tivesse uma inspiração e por isso escrevia, ela notou a forma como ele assoviava ao preparar algum pedido e como corava ao olhar para ela.

Sim eles trocaram inúmeros olhares e sempre coravam ao notar que um olhava para o outro. Ele ficou a observar a jovem pelos minutos que se passaram e logo notou suas manias.  Taylor ficava escrevendo em seu caderno/diário/caderno de desenho e ele notou que ela mordia a tampa da lapiseira antes que escrever algo como se buscasse inspiração, notou também a forma como ela mordia os lábios o que o deixou extasiado e a maneira como para ela parecia que só havia apenas a jovem no local era encantador.

Ao final de seu café da manhã Taylor foi ao balcão a fim de puxar assunto com o jovem, mas nada da qual eles pudessem conversar veio na mente dela.

Assim que a loira parou em frente ao balcão ele derrubou um copo pois ficou nervoso ao nota-la.

- Você está bem? – Ela perguntou ao ver ele vermelho e todo atrapalhado.

- Sim, só estou um pouco distraído. – Ele disse limpando a bagunça.

- Ah sim. – Alguns segundos de silêncio se passaram e Taylor resolveu ir antes que tudo ficasse mais constrangedor. – Então já vou indo até mais.

- Taylor espera – O jovem disse alto demais e atraiu a atenção de vários clientes – Você quer o cartão fidelidade do café? Tenho a impressão que você será cliente regular do Holy Ground.

- Sim eu quero – Ela disse se aproximando novamente do balcão com um sorriso nos lábios.

O jovem começou a procurar o cartão em algumas caixas e acabou batendo a cabeça ao levantar rápido.

- Aí. – Ele disse passando a mão na cabeça.

- Você está bem? Quer gelo? – Ela perguntou preocupada.

- Está tudo bem, foi só uma batidinha. Toma – Ele disse entregando o cartão para ela.

- Não precisa fazer cadastro?

- Sim, eu tinha esquecido.

Eles riram e fizeram o cadastro e logo conversaram sobre várias coisas quando deu a hora Taylor foi para sua aula e prometeu voltar no dia seguinte.

Ed mal podia esperar para vê-la de novo e Taylor já preparava algo para conversar com o jovem, para não passar o mesmo constrangimento que houve hoje.

Ed causa coisas boas na Taylor e a faz se sentir bem como nunca antes, já Ed se sente como em um filme de romance, mesmo que ele não goste de filmes românticos esse Ed se encontra animado para o próximo capítulo já que ele sentiu que tudo mudou desde que conheceu a loira dos olhos azuis que o olhava como se só os dois soubessem de algo.


Notas Finais


Digam o que acharam do capítulo nos comentários.
Mil beijos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...