História Cold Love - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Origem dos Guardiões, A Pequena Sereia, Enrolados, Frozen - Uma Aventura Congelante, Valente
Personagens Anna, Ariel, Elsa, Flynn Rider, Jack Frost, Kristoff, Mérida, Príncipe Eric, Rapunzel
Exibições 19
Palavras 1.431
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Escolar, Ficção, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


OI OII SEUS LINDUUSSSS
Eu sei que era pra mim ter postado ontem, ou antes sla, mas é que eu tava morta, serio joguei muito essa semana nos jogos do colegio, to toda duida, entao eu chegava e morria na cama, e de manha nao consigo postar, sorry MAS TA AQUI AGR O CAP
Alias, eu percebi uma coisa lendo a fic de novo, tipo ta meio confuso (pelo menos p mim) o começo fa fic e agora, mas é que no começo eu tava com uma ideia totalmente diferente, entao me perdoeem (talvez eu arrume, mas so talvez msm)
Boa leitura

Capítulo 15 - Piquenique


Pov Kristoff

 

Desde que cheguei aqui, tive uma quedinha por Anna, nada de mais so achava ela muito bonita, e divertida. Mas ai, achei ela no pequeno bosque onde eu ia para pensar um pouco as vezes, confesso que fiquei com medo de ela me dar um tapa na cara quando tentei beija-la, ela hesitou por um momento, mas no final ela se rendeu. Foi uma noite boa, tenho que admitir, ficamos só nos beijos, mas mesmo assim, foi incrível. O problema foi que acabamos dormindo por lá mesmo.

-Puta que pariu Anna, acorda – ela estava deitada no meu colo (tao linda) e a chacoalhei

-Ahnn apaga essa luz – ela reclamou sem nem abrir os olhos

-É o sol besta, a gente pegou no sono – ela levantou num pulo

-QUE!  - olhou para o lado e viu o livro que estava lendo ontem a noite- MERDA

-O que foi? – perguntei

-Esse livro meio que não é meu – mordeu o lábio- Kris... depois eu falo com você ok? – ela se levantou – e mais uma coisa, a gente nunca fez isso – e saiu correndo para o quarto

 

Pov Anna

Depois de ter acordado com Kristoff, corri ate o quarto para (tentar) deixar o livro no lugar, por sorte Ariel ainda estava dormindo, mas quando estava fechando a gaveta, Ariel acordou

-Que ta fazendo? – ela perguntou sonolenta

-Hãnn... nada, eu so.... queria ver o livro, fiquei curiosa, desculpa – engoli um seco

-Tudo bem, eu entendo – acho que ela não desconfiou de nada

-Vou tomar um banho ta – falei indo ao banheiro correndinho, ufa! Foi por pouco. No banho, por incrível que pareça, Kristoff me veio na cabeça, ela beija bem, muito bem, tipo nossa como beija esse homem, e me veio na cabeça, caraca como ele é lindo, não para não é isso, [Anna;ele vai ser o pai dos meus filhos], pensei se ele contasse para alguém, porque se ele contar fudeu legal, todo mundo pensa que eu odeio ele [Ann;eu odeio ele/ Kriss; keh? / Ann; isso msm garotaum, sai do meu Pov], se ele conta todos vão zoar, aff mereço. Sai do banheiro linda maravilhosa com esse rosto que mamãe me deu toda animada (ia dizer que não sei porque, mas é tao obvio, ele é maravilhoso [deixando claro que eu continuo odiando ele]) e foi o refeitório, Elsa ja estava la, e eu precisava falar com ela sobre aquele livro estranho mas achei melhor fazer isso depois, agora eu quero comer.

-Que vamos fazer hoje gente? – Flynn perguntou depois que sentei, ele parecia mais animado hoje

-Jogar uno – Jack disse com uma cara de tacho incrível, acho que os dois trocaram de corpo

-Af, Jack cala a boca – Elsa falou

-Vem calar – sorriu malicioso, ai esses dois

-Mas serio agora, vamos fazer o que? – ia me pronunciar mas Flynn continuou – So não me fale shopping por favor – droga

-Elsa tem algum lugar legal por aqui? – Punzie perguntou voltando seu olhar a Elsa

-Hmm deixa eu pensar, tem um restaurante aqui perto, um karaokê, mas nem pensem porque amanha tem aula cedo, ahh tem um parque por aqui, mas fica meio longe de a pé

-Vamos mesmo assim, não tem nada para fazer – Falei

-Topam fazer um piquenique?  

-Opa, se tem comida eu to dentro – Merida surgiu sabe Deus de onde

-Voces vao? – perguntei aos meninos, Nem percebi que Kristoff estava la, quando nossos olhares se encontraram corei levemente

-Vamos – ele não parava de me olhar, fiquei sem jeito

-Fale por você – mas o que deu no Jack hoje? Ta de TPM so se for

-Vamos Jack, vai ser legal – Elsa falou gentil

-Naaoo, não to afim – fez biquinho que nem criança

-Voce não tem escolha idiota, ou você vai ou você vai – eu disse gentil?

-Jack o amor da sua vida ta implorando para você ir, tem certeza que vai recusar? – Senti Elsa me matando por dentro, um pouco corada e Jack nem ligou so revirou os olhos

-Ta bom, eu vou

-Já sabíamos que você ia mesmo, nem precisa dizer – Merida disse e rimos, menos ele (estranho porque é sempre ele que ri)

-Oi gente – Ari chegou

-Vamos em um parque hoje ta? – falei

-Bom dia pra você também - sorriu

Enfim, depois de comer chamei Elsa de lado para conversar

-Preciso falar contigo – disse nervosa

-O que foi? – ela perguntou preocupada

-Aquele livro, você sabe alguma coisa dele?

-Por que? Você mexeu nele? – ela disse com um tom de voz mais preocupado ainda

-Ahn... sim, eu estava curiosa em saber o que era, ele parecia sei la, estar me chamando para  le-lo, e eu peguei ele econdido ontem para ver do que era, e quando eu li fiquei assustada, eram vários tipos de feitiços em latim, mas o mais assustador é que eu conhecia todos eles, como se já soubessem dele e já os tivesse lido varias vezes – desabafei

-Carai, so isso? Tentou fazer algum deles? – não, mas olha, boa ideia

-Não.... – falei já pensando em pega-lo de novo

-Anna, me prometa que não vai mais pegar nesse livro ok? – AF

-Por que? O que você sabe sobre ele? Por que esta tao estranha? – perguntei confusa com tanta preocupação por causa de um livro

-Ele não parece ser bom, se é que entende

-Sei – na verdade não entedia

-So fique longe dele tudo bem? – assenti, droga, não podia quebrar uma promessa, que drogaaaaa – vamos la com as meninas, depois conversamos -  e fomos ate as garotas bater papo

 

Pov Ari

A única coisa que passa na minha cabeça era : socorro, Deus me tira daqui, como vamos voltar? Cade o Jack quando se precisa dele? Cade o Erik alias? COMO QUE EU VO CONTA ISSO???? Serio, não to aguentando a presao não, ai Deus. Enfim achei os dois conversando na biblioteca

-Ari – Jack chamou quando me viu – preciso contar um coisa – ai la vem

-Fala – pedi

-Breu achou Elsa – KEH? – So nos sonhos por enquanto ´coloquei a mao no peito por causa do susto que tinha levado

-Caraca, como você sabe? – perguntei

-Elsa acordou assustada e me contou

-Hmm já estão no mesmo quarto, já é uma grande evolução – ri um pouco e ele me mostrou o dedo do meio

-Amor!! – Erik me levantou no colo enquanto eu o abraçava

-Seu lindo – Jack fingiu vomitar atrás

-Galera, vamo logo ne? – ele falou interrompendo nosso momento

-Vamos - sentamos numa mesa mais afastada da biblioteca, peguei meu caderno ( que era so de anotações mesmo) e o livro de Anna, peguei mais uns papeis e canetas, tínhamos que planejar muito bem isso

-OK, vamos la – comecei – Erik, como vamos conseguir mesmo? – ele explicou e ficamos algumas boas horas lendo, planejando  e discutindo sobre o plano, depois tive que sair para encontrar me arrumar para o piquenique.

 

Pov Merida

Eu e Punzie encontramos a galera, depois de arrumadas no pátio, já nos esperando

-Ate que enfim donzelas – Kristoff disse

-A culpa não é minha, Punzie demora três dias para se arrumar, nunca vi – reclamei e Punzie mostrou a língua

-Vamos logo – ela disse me puxando pelo braço

Fomos ao parque de a pe mesmo, nem percebi quando chegamos, o parque não era tao grande mas nem tao pequeno, poucas pessoas estavam la, nos chegamos arrasando com o silencio do local

-OH KRISTOFF TU NÃO TROUXE A BOLA? – Flynn “perguntou” para Kris

-EU TROUXE MANO VE AI NA SACOLA – ele respondeu

-MERIIIDDDAAA – Jesus – TEM UMA ARANHA NO SEU CABELO

-QUE? – balancei meu cabelo que nem uma louca e escutei varias risadas – SUAS VAGABUNDA, EU VO MATAR VOCES

E assim foi ate encontrarmos um lugar ideal para sentar e estender a toalha

-Ai que bonitinho que ficou – Punzie apreciou a “fofura” do piquenique

-Punzie... so tem uma toalha e uma cesta na grama, não é fofo – Anna falou como se Punzie fosse louca por achar aquilo bonito

-É sim, parece de cinema

Depois comemos um pouco, mas bem pouco mesmo, quase ninguém tinha dinheiro para coprar comida, e o que veio roubamos da cozinha do colégio. Jogamos bola, queimada (foi assustador), andamos com um skate de um menino, roubamos uma bike de uma menininha (mas tivemos que devolver porque a menina tava chorando pacas), comemos mais um pouco, apostamos corrida, ate UNO jogamos, e ai decidimos voltar pois já estava tarde. Chegando no colégio fomos correndo cada um para seus quartos para a diretora não pegar ninguém.  Tomei um banho e quando vi o horário já era 22 horas, precisava dormir, amanha vai ter aula(le-se escravidão), e depois de uns dias a festa, não sei por que, mas estava com um bom pressentimento.


Notas Finais


BRIGADAO POR LER AMO TU
{Perdoa os erro de portugues e nao desiste de mim}
ahsuauhs
proximo capitulo promete heeheheh
Bai bai


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...