História Cold Night - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, Suga
Tags Amor, Drama, Jeon Jungkook, Jikook, Kookmin, Park Jimin, Revelaçoes, Romance, Violencia
Exibições 138
Palavras 1.152
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem os erros horríveis

Beijinhos *-*

Capítulo 7 - 6


Fanfic / Fanfiction Cold Night - Capítulo 7 - 6

Jimin acabava de sair da sala de dança, estava tarde e precisava chegar em casa antes das nove da noite. O ruivo estava completamente distraído com o seu celular que acabou batendo de frente com alguem. Jimin arfou ao sentir mãos se aposarem da sua cintura o impedindo de cair. 

"Oque faz por aqui a essa essa hora Min? "

A voz rouca e carinhosa de Yoongi pode ser reconhecida pelo menor, Jimin abriu os olhos que nem havia percebido que havia fechado. Encarou o garoto de cabelos verdes que sorria gentil e caloroso. Jimin assumiu uma cara fechada 

" Não é da sua conta Min Yoongi. Agora pode me soltar "

O sorriso de Yoongi morreu, Jimin ainda o desprezava. Yoongi soltou o menor, Jimin ajeitou melhor sua mochila nas costas e estava pronto para sair. Mas Yoongi queria esclarecer logo as coisa entre eles. Por isso novamente tocou em Jimin, segurou seu ombro delicadamente. O corpo pequeno do ômega ficou tenso, e Jimin só queria correr dali, ficar longe do cara que mais havia confiado na vida 

"Jimin, por favor me escuta. Desculpe por ter sido um covarde, por ter me afastado de você quando seu pai me pediu. Eu deveria ter enfrentado ele pra ficar do seu lado. "

Yoongi baixou o olhar, ele tinha tanta coisa pra dizer, tanta coisa pra falar ao menor. Jimin virou lentamente para Yoongi 

" Você não acha que é tarde demais para tentar se explicar. Chega Yoongi, você e tão magoou muito, quando eu mais precisei de você, você não estava lá. "

Jimin sentia seus olhos arderem, não queria chorar de maneira nenhuma na frente do alfa. Jimin se virou novamente e saiu apressado. Yoongi ficou olhando olhando o outro. Talvez suas chances fossem nulas com Jimin. Talvez nunca mais conseguisse restaurar a amizade dos dois. O alfa também foi embora, completamente arrasado e culpado. 

***

Jimin chorava conpulsivamente andando pelas ruas frias da Coréia. O pequeno ômega lamentava a término da sua amizade com Yoongi, mais não podia perdoar o maior agora, ainda não havia esquecido tudo que havia acontecido no passado. 

Jimin foi tirado de seus pensamentos com alguém o puxando e o prensando na parede escura e mau cheirosa de um beco qualquer, Jimin assustado gemeu pelo desconforto 

"Queitinho gracinha, eu não vou fazer nada que você não queira "

O cheiro de álcool desprendia do alfa bêbado agarrado ao seu corpo. Jimin arregalou os olhos, seu coração disparava. O medo crescia em seu interior, o homem nojento cheirou o pescoço do ômega e logo depois passou a língua lentamente pelo local. O corpo pequeno do ômega tremia de medo. Jimin sabia oque estava prestes a acontecer. 

O homem passou suas mãos pelas coxas e bunda grande do ômega, Jimin queria gritar de raiva e nojo. 

"Finalmente alguém realmente interessante. Qual é o seu nome gostosinho? "

Jimin gritou alto ao sentir o homem querer envadir sua calsa e ir em direção a sua entrada 

" SOCORRO, ME.. "

Jimin não pode terminar sua frase, seu corpo foi jogado no chão com violência, o homem puxou a calsa do menor deixando Jimin apenas de cueca, Jimin chorava, ele não podia fazer muita coisa, o alfa bêbado a sua frente era realmente forte. Jimin deixou um soluço alto escapar quando o homem o pegou pelas coxas e abriu suas pernas. Jimin tentava sair fechando as pernas e tentando chutar o outro. Mais em troca levou um soco no rosto. Jimin deitou o corpo para trás completamente atordoado. O homem sorriu desabotuou sua calça e tirou seu pênis duro e fedido para fora. O homem baixou a cueca do pequeno ruivo e lambeu a barriguinha lisinha do pequeno, logo depois deu um tapa forte na coxa do mesmo 

"Você é tão cheiroso, tem cheirinho de bebê. Vou amar foder você. Você é virgem não é gracinha "

O homem sorriu malefíco, quando o alfa estava prestes a tocar na entrada virgem do menor, um vulto preto passa por ele e o tira de cima de Jimin. O homem cai no chão completamente desacordado. Jimin fecha as pernas trêmulas e tenta se cobrir se encolhendo no chão de terra molhada. O outro alfa que estava ali presente corre até o mesmo. Mais para ao ver o pequeno ômega se afastar mais de si com medo.

Jimin chorava conpulsivamente, sua vista estava escura e ele não via nada. O sangue descia por seu nariz machucado. Por fim Jimin perdeu os sentidos. O outro alfa percebeu isso, tirou sua jaqueta cobriu a nudez do menor e o pegou no colo. 

Levaria aquele lindo ômega para a sua casa. 

****

Taehyung olhava vários ômegas dançarem ao seu lado, o castanho não prestava atenção em nenhum deles. Queria o seu pequeno ali, sentia uma saudade devastadora de Hoseok. O alfa bebeu a última doce de tequila e saiu dali cambaleando. Lembranças dele e de Hoseok juntos vinham em sua mente como um raio 

//Lembranças 

Hoseok brincava com as mãos de Taehyung em seu colo, o ômega estava com as pernas em cima das coxas de Taehyung. Tae beija o pescoço do menor bem em cima da marca dos dentes do alfa 

"Ummmm TaeTea não faz assim. Eu ti amo tanto sabia meu alien "

Hoseok rosou seu nariz ao de Taehyung. O castanho mordeu os lábios do menor o pegou de uma vez sentando Hobi em seu colo 

" Eu ti amo muito mais meu ômega. Você é meu, só meu. A gente nunca vai se separar Hoseok "

Hobi segurou o rosto do maior e continuo fazendo carinho no rosto do maior com o nariz, tava leves beijinhos e mordidinhas na bochecha do alfa 

" Nunca Taehyung. Eu quero ter um filho seu meu amor. "

Taehyung sorriu e beijou o menor abraçando o corpo pequeno em si. 

///Office 

Taehyung se ajoelhou no chão, seu peito doia muito, seus olhos ardiam demais. Até quando iria sofrer dessa forma, ele faria qualquer coisa para ter Hoseok de volta

Taehyung levantou do chão aos poucos, seus olhos cruzaram a rua semi escura, uma boa parte estava sendo iluminada por um poste mal colocado na rua. Os olhos naturalmente pequenos de Taehyung se arregalaram de uma forma assustadora. Um garoto passava por ali naquele momento. Ou Taehyung estava ficando completamente maluco, ou aquele casaco que o menor estava usando era o mesmo que Hoseok havia ganhado de presente da sua avó. 

O garoto parecia ser da mesma altura. Taehyung mesmo bêbado e sem conseguir se equilibrar direito, correu até o outro 

"HOSEOK, HOSEOK. .. "

Taehyung gritava o nome do ômega, mais já era tarde o outro havia desaparecido. Taehyung olhava ao redor e não via ninguém. 

Seria apenas uma ilusão provocada pelo álcool em seu organismo?. .. Ou uma realidade completamente escondida de tudo e de todos. 

Taehyung tinha certeza é uma esperança 

 

Hoseok estava vivo. 

 

 

 


Notas Finais


Jimin coitado 😨😨😨

Sera mesmo o nosso Hoseok??? 😮😮😮😮


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...