História Cold Soul - TaeGi - Capítulo 9


Escrita por: ~ e ~Shin_Hee

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Lu Han, Mark, Rap Monster, Sehun, Suga, V
Tags Bts, Jikook, Menção Vmin, Menção Yoonseok, Namjin, Taegi, Vsuga
Visualizações 232
Palavras 1.438
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Fluffy, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oieeeee.
Tudo bom?
Eu nem morri quando vi 30 FAVORITOS. ndjsnsikajanajanajwjwma.
Mais um capítulo aee.
Boa leitura duendes. <3

Capítulo 9 - Miss You


Fanfic / Fanfiction Cold Soul - TaeGi - Capítulo 9 - Miss You


                     Yoongi 




Cheguei em casa. E fui logo ao banheiro. Tomei uma ducha. Saí do mesmo. Coloquei uma roupa e me sentei na cama.

Pelas palavras que o Taehyung disse para mim eu percebi que ele já sofreu muito. Porém o que mais me intimidou foi seu jeito de levar tudo. Levar suas dores. Levar as criticas. Levar os cortes e seu passado que eu  julgo ser doloroso. 


Ele é forte. Ele é um menino intenso. Ele é uma ferida aberta.


Uma coisa aqui dentro de mim me diz que eu tenho que fazer isso mudar, talvez tentar fazê-lo se desprender um pouco do passado, porque esquecê-lo seria impossível. Mas eu não sei.

Sofrer foi uma coisa que aconteceu comigo e com ele. Seria certo um curar o outro? Seria certo um persistir para continuar a ficarmos lado a lado como bons amigos fazem?

Ele se corta. Ele tem surtos. Ele é forte. Ele é apenas um garoto. Ele é apenas Kim Taehyung.

Com todos esses pensamentos eu adormeci.

                           -x-

Acordei mais uma vez naquele dia daquela estação de inverno, que particularmente é a minha preferida. Fiz minhas higienes no banheiro. Vesti uma roupa qualquer. Afinal hoje era fim de semana.

Tomei meu café. E fui para a sala.

- Já que hoje é fim de semana...Eu posso... – Coloquei minha mão no queixo. – Ligar para minha mãe! – Exclamei me lembrando que fazia semanas que eu não ligava para a mesma.

Peguei meu celular. Coloquei o número da minha omma. E esperei ela atender.

- Meu filho é você?  – Perguntou.

- Sim omma. Sou eu sim. – Ditei alegre.

- Meu querido! Por que sumistes?

- Ah Mãe! São muitas coisas. Muitas coisas.

- Como é bom ter um filho responsável como você Yoongi.

- Mãe pare de exagerar. Mas enfim, como vai a senhora?

- Ah meu amor...Eu consegui uma oportunidade de emprego melhor.

- Que legal! Mas as coisas como estão?

- Não irei dizer que estão boas, nem ruins. Eu ainda sinto muita falta dele meu filho.

- Eu também mãe.

- Bom, e você? Está trabalhando? Ou namorando talvez? – Disse em tom de malícia.

- Só estou trabalhando. Namorando... Não. Não. Isso foi um caso perdido.

- Você ainda está sofrendo por aquela garota Yoongi?

- Não mãe. Isso não.

- Meu filho.

- Oi mãe.

- Eu irei te fazer uma pergunta. Eu sei que você já afirmou inúmeras vezes isto. Mas é apenas instinto de mãe.

- Já até sei o que é.

- Você sabe que não tenho preconceito algum não é mesmo?

- Sim..

- Eu irei te avisar isso novamente. Você não gosta apenas de meninas Yoongi.

- Mãe! Eu gosto de garotas sim. Meninos são bonitos mais eu não sinto atração por eles.

- Estou acreditando.

- É sério!

- Yoongi....

- Tudo bem. Admito.

- Que felicidade.

- Céus. Mas mãe cadê o Bohyun?

- Está ali naqueles eletrônicos.

- Posso falar com ele?

- Sim. Espere uns segundos. – Deu uma pausa. – Bohyun! Venha falar com seu irmão!

- Yoongi-Hyung! Que saudades!

- Olá meu pequeno como vai?

- Bem e você?

- Estou bem também. Hey, você já está namorando?

- E-Eu n-na... – Minha mãe interrompeu. – Está sim! Um menino Yoongi! Ah! Que maravilha! – Minha mãe disse me fazendo rir. – Mãe! Deixa eu conversar com meu irmão. – Bohyun disse.

- Isso é sério? Está namorando?

- S-Sim.

- Parabéns meu pequeno.

- O-Obrigado Yoongi. – Bohyun! Seu namorado está te ligando. – Minha mãe disse retornando á ligação.

- Bom Yoongi. Preciso sair,beijos.

- Mãe. Hoje irei visitar ele.

- Oh meu filho. Vá com força e fé.

- Ok mãe. Bom tchau. Te amo.

- Tchau meu lindo. Beijos. Também te amo. – Desligou a chamada.

Depois do episódio com a minha mãe decidi ir comprar algumas flores.

Fui em direção a floricultura. Quando cheguei na mesma, fui até o balcão. E lá encontrei uma atendente meio que...desastrada.

- Oh. Me desculpe. E-Eu não sei o que eu faço para ser assim. Mas é a vida. – Disse saindo detrás do balcão.

- Bom dia. – Desejei. – Estou á procura de Rosas.

- Minhas flores prediletas! Mas vamos lá. – Me guiou até uma fileira de flores.

- Seulgi! Tome cuidado. – Uma menina de cabelos loiros avisou á ruivinha.

- Tudo bem Wendy. Tudo bem. – Ela disse se virando para mim.

- Bom aqui temos as rosas vermelhas. – Apontou.

                        -x-

- Rosas vermelhas e azuis ficam melhores. Ou não. Acho que orquídeas com girassóis são mais bonitas. Também não. – Ela disse.                      

- Eu posso escolher as rosas brancas e vermelhas? – Perguntei.

- Oh! Verdade são perfeitas. – Disse indo correndo para pegar uma sacola.

- Obrigado. – Eu disse logo após pagar o valor.

- Volte sempre. – Sorriu.

Saí do local e fui em direção ao lugar que eu nunca mais pisei o pé. Nunca mais.

O lugar em que eu mais chorei. O lugar que eu perguntei se valia a pena existir. O lugar em que eu me odiei e odiei todos á minha volta.

Mas era seu aniversário e, como um bom filho, eu o visitaria.

Peguei a embalagem com as flores nas mãos, andando em passos lentos pelo cemitério até achar o túmulo do meu pai.

Meu pai. O homem em que eu me espelhei. Que me disse o caminho certo. Me fez ver que a vida é sua e as suas escolhas é você quem faz, sem ligar para a opinião dos outros. Me fez sorrir intensamente.

Senti meu coração apertar, fazendo com que eu fechasse os olhos e respirasse fundo. Não importava quanto tempo passasse, a dor sempre estaria ali. E dizer que ela diminuiria era mentira pois, para mim, haviam dias que era tão insuportável que nem eu mesmo aguentava.

- Feliz aniversário. Eu trouxe suas flores preferidas, e ainda daquele lugar que você e a mamãe sempre me levavam, aposto que você ia gostar. Está mais bonito agora.

Engoli em seco, as lágrimas já começavam a se formar em meus olhos, tornando a visão um pouco embaçada. Eu falava com meu pai como se ele ainda estivesse vivo.

- Ah Pai! Como sinto tua falta.

Derramei várias lágrimas. E comecei a jogar as pétalas em cima do túmulo.

Fazem mais ou menos 3 anos que ele se foi. Logo depois minha mãe foi embora para Daegu com meu irmão. Me deixando mais sozinho ainda. E depois fui traído.

Eu não tive coragem de vir aqui depois desses acontecimentos. Não queria. Meu coração ia ser fraco.

Me levantei cambaleando e respirei fundo, me despedindo do meu pai. Eu nunca deixava de ir ao cemitério quando era aniversário dele. Mesmo que ele não estivesse mais vivo, eu fazia questão de passar e ficar pelo menos algum tempo.

Saí daquele local, indo direto para minha casa. Quando cheguei na mesma, ouvi meu celular tocar, peguei o aparelho e atendi a ligação.

- Suga!

- O que foi Hoseok?

- Irei na sua casa.

- Hoseok. Hoseok. N-....

- Me espere. – Desligou a chamada.

 Tomei um banho e me joguei no sofá. Logo ouvindo a campainha tocar.

- Mais você em. – Ele disse quando abri a porta para o mesmo.

- O que você quer?

- Nossa. Mas enfim sei que você chorou.

- E-Eu chorei?

- Sim. E sei que foi visitar seu pai.

- Você é o que agora? Vidente?

- Não. Mas posso ser um.

Revirei os olhos.

- E para que você veio aqui?

- Obviamente para animar meu Hyung. Sei que quando vai lá, você costuma ficar um pouco triste.

- Ah Senhor. – Eu disse rindo quando ele começou a dançar e me balançar.

                        -x-

- Vamos comer Lámen? – Eu perguntei.

- Não. Vamos comer carne?

- Não. Vamos comer bolo?

- Ah. Que se dane vamos comprar pizza. – Ele disse.

                        -x-

- Ai que medo! Socorro. Tira isso daí Yoongi.

- Não. Por que essa doente mental está subindo as escadas?

- Tira. Tira.

- Vai morrer. Olha lá morreu.

                  

                        -x-


- Cry Baby. Cry Baby. – Hoseok disse fazendo um drama falso.

- Seu estranho. Pare com isto.

- Focus on me. Focus on me.

- Você não possui outras músicas não?

- Sorry. 

Eu ri das ' performances ' dele.

                       -x-

- Suga. – Me chamou.

- Sim?

- O aluno novo..ele é estranho não é?  – Perguntou.

- Não Hobi. Ele apenas sofre em silêncio.

- Nossa. – Deu uma pausa. – Mas espera como você sabe disso?

- Eu converso com ele.

- Yoongi e o aluno novo. Yoongi e o aluno novo. – Repetiu.

- Você é uma criança por acaso? – Perguntei e ele deu língua. – Sim. Você é.

- Aigoo, como você é chato. – Jogou uma almofada em mim.

- Se prepare. – Peguei outra almofada e joguei nele.

- Guerra de almofadas! –  Declarou.

                        -x-

- Yoongi. Tirei a conclusão de que somos duas crianças. – Hoseok disse rindo.

- É. Podemos ser sim duas crianças. – Gargalhamos juntos.

Era incrível como Hoseok sempre me animava quando eu estava pra baixo. Ele era um bom amigo. Meu melhor amigo.



" Apesar de tudo, sorriem e continue pois a estrada que há de vir é enorme. " 


Notas Finais


Shimmie Shimmie Ko Ko Bop. ( ;-; sorry eu amo essa música. )
Aqui eu fiz um pouco da história do Yoongi. Eu juro que no próximo capítulo vai ter interação.
Eu coloquei uns artistas que eu gosto snsjakka.
obrigado pelos os comentários. ( shsossi eu tenho demência. )
Até o próximo capítuloooooo.
Bjuxxx. <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...