História Colegas - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Chen, Drama, Jeonghan, Kim Jongdae, Lu Han, Ren, Romance, Sehun
Visualizações 4
Palavras 529
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 17 - 16 dia (parte 1)


(Casa Jeonhan/Arthur)

- Acorda amor, corre, ai meu Deus, como eu estou?

- Você está lindo Arthur! Veja uma roupa para mim, por favor enquanto eu preparo um café.

- Mas nós vamos tomar café com a minha mãe...

- Mas não podemos sair de casa sem tomar nada, você vai ficar com bafo.

*Arthur colocou uma de suas mãos na boca*

- Tudo bem, vou pegar uma roupa bem linda. Vai lá.

(Cafeteria)

- Bom dia senhora

*Então a mãe de Arthur o abraça fortemente, na ponta de seus pés, esticando-se o mais alto que conseguia “poxa como meu filho está grande... Quanto tempo se passou?” Esses eram os pensamentos em sua cabeça.*

- Eu sou sua mãe Arthur, pelo amor de Deus né? E quem é esse moço lindo que acompanha meu filho? *fez carinha de quem não quer nada*

- Mãe, este é o Jeonghan, meu namorado, amor, está é minha mãe Baekah.

- Muito prazer senhora, é um prazer finalmente conhece-la. Arthur fala muito da senhora.

- Eu imagino o quão bem deve falar... (Risos), entrem, sentem-se comigo, eu vou pagar um café pra vocês, por favor, sintam-se a vontade.

Tiveram uma manhã agradável juntos, e acertaram várias... Desavenças.

(Casa de Sehun/Lu Han)

- Yah, Lu Han, vamos para aula se não vamos nos atrasar.

- Eu não quero ir hoje... Estou meio pra baixo...

- Aham, e isso agora virou motivo pra não ir à aula? Você só vai se formar se passar nas provas e só vai passar se souber o conteúdo, vamos logo que eu não quero me atrasar e quero muito me formar, mas só vou arredar pé desta casa no momento que sua mão estiver junto com a minha.

- Tá bem... Mas é só porque você está me obrigando.

(Casa de Peter)

- Minseok! Levanta, que roupa você vai usar se você ainda não trouxe as suas pra cá?

- Está que estou usando agora.

- Ah que nojo. Vá tomar um banho e pegue algumas roupas minhas.

- Não quero usar suas cuecas.

- Melhor que estar sujo. Vá se lavar e eu vou comprar um café pra gente, vê se desta vez não fuja de mim novamente, por favor.

Peter dá um beijo em Minseok e sai para ir comprar os cafés.

(Casa de Ren/Jongdae)

- Eu não quero falar com você, me deixe sozinho hoje.

- Como pode você ser tão criança Ren? Por que não quer reconciliação?

- Hoje você vai ser julgado com os olhares do meu pai, boa sorte, vai ser humilhante, constrangedor e triste, deprimente. E você vai vir buscar refúgio em mim.

- Eles podem ter mudado, sua mãe já mudou em nos convidar...

- Aham... Vai nessas... E vai ser assim que você vai se afundar em uma depressão, pois vai ser massacrante hoje de noite. Mas tudo bem, eu vou estar aqui, como eu sempre estou. Só não vou ficar mais bravo, pois já estou acostumado com aqueles hipócritas arrogantes.

- Eu vou estar aqui também. Vamos pra aula. Vem comigo. *estende a mão*

- *pega a mão de Jongdae e partem para a escola*

Todos seguiram suas vidas...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...